FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Setembro 2013
Camerata Florianópolis: Arnold, Brower, Bártok



Quando: 18 Setembro 2013, quarta-feira, às 21 horas
Onde: Teatro Ademir Rosa (CIC)
Endereço: Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica
Quanto: R$40 inteira e R$20 meia-entrada
Evento no FB: www.facebook.com/events/515952335161820

Concerto com maestro convidado Alberto Andrés Heller e o solista Luiz Mantovani (violão). 


PROGRAMA:

Serenata para Violão e Cordas - Malcolm Arnold

Três Danças Concertantes - Leo Brouwer
Allegro / Andantino / Toccata

Divertimento para Orquestra de Cordas, Sz.113 BB.118 - Bela Bartók
Allegro non troppo / Molto adágio / Allegro assai


Sobre os artistas:

Luiz Mantovani – Vencedor do Pro Musicis International Award, Luiz Mantovani tem se apresentado regularmente como solista e camerista em algumas das mais importantes salas de concerto nacionais e internacionais. Sua execução das Cinco Bagatelas de Walton foi descrita pelo The New York Times como "poderosa, belamente delineada e praticamente impecável”.

Desde 2004 Mantovani é membro do Quarteto Brasileiro de Violões, um dos mais respeitados conjuntos violonísticos da atualidade, cujo CD "Brazilian Guitar Quartet plays Villa-Lobos” foi agraciado com o Grammy Latino na categoria "melhor disco de música clássica” em 2011.

Mantovani possui um Artist Diploma e Master of Music pelo New England Conservatory de Boston, EUA, e formou-se Bacharel pela Universidade do Rio de Janeiro – UNI-RIO. Seus professores foram David Leisner, Nicolas Barros e Antônio Guedes. Luiz Mantovani é professor de violão e música de câmara na Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC.

Alberto Heller - O compositor e pianista Alberto Heller é graduado e pós-graduado pela Escola Superior de Música ‘Franz Liszt’ em Weimar, na Alemanha. É mestre em Educação, doutor em Literatura e membro da Academia Catarinense de Letras e Artes. Tem onze CDs gravados e é autor dos livros Fenomenologia da Expressão Musical e John Cage e a poética do silêncio, tendo sido este último premiado em 2012 pela Academia Catarinense de Letras como melhor ensaio do ano.

Entre suas composições, destacam-se a Sinfonia Terra, o Concerto Aurora consurgens, as Vozes da Poesia e a trilha sonora original para o filme Ensaio,da cineasta Tânia Lamarca. Seu projeto musical mais recente é o show lAbirintH, todo composto para piano solo, com estreia marcada para outubro deste ano.


OS COMPOSITORES E SUAS OBRAS

Sir Malcolm Henry Arnold (1921-2006): foi um importante compositor inglês do século passado, destacando-se como instrumentista, compositor e sinfonista. Recebeu o título de CBE em 1970 e de 'Cavaleiro' em 1993. Malcolm Arnold começou sua carreira tocando trompete profissionalmente, a partir dos trinta anos de idade passou a se dedicar quase que exclusivamente à composição musical. Ele juntamente com Benjamin Britten e William Walton foi considerado um dos mais requisitados compositores da Grã-Bretanha. Seu dom melódico natural deu-lhe a reputação de compositor de música de concerto em trabalhos como o seu conjunto de danças galesas, inglesas, escocesas, irlandesas e córnicas, e suas partituras para os filmes de St Trinian e Hobson's Choice de 1954. Sua Serenata para Violão e Orquestra de Cordas foi composta em 1955 e tem sido uma de suas obras muito difundidas em concertos do gênero na Europa.

Juan Leovigildo Brouwer Mezquida: mais conhecido como Leo Brouwer (1939) é um compositor, violonista e regente de orquestra de Cuba. Brouwer nasceu em Havana, onde começou a tocar violão aos 13 anos atraído pelo flamenco e por influencia de seu pai, que era doutor e violonista aficionado. Foi premiado com uma bolsa (1959) para estudos avançados de violão no departamento de música da Universidade de Hartford e para a composição na Juilliard School of Music, em Nova York. Em 1960, ele começou a trabalhar para o cinema, onde escreveu trilhas para mais de 60 filmes. Juntamente com os compositores Juan Blanco e Carlos Fariñas e o maestro Manuel Duchesne Cuzan, Brouwer lançou o movimento da música avant-garde em Cuba na década de 1960. É um compositor conhecido e respeitado no mundo, e sua música é muito difundida inclusive no Brasil, onde possui admiradores e suas obras fazem parte do repertório dos principais violonistas profissionais. Fizeram muito sucesso seus arranjos sobre temas dos Beatles. Sua composição "Três Danças Concertantes” foi estreada em 1958 e foi pouquíssimo executada no Brasil. É uma obra com muito efeito, temas marcantes, poliritmia, e exige grande virtuosidade do violonista solista.

Béla Bartók (1881-1945): foi um dos mais importantes e influentes compositores do século XX. Sua linguagem musical caracterizou-se pela pesquisa de timbres, pelo uso criativo da música folclórica (que ele pesquisou durante anos e que serviu de exemplo às pesquisas feitas mais tarde por Villa-Lobos), pela métrica diversificada, pelo fraseado assimétrico, pela polirritmia, pela politonalidade, pelas dissonâncias, pelo uso de vários tipos de escalas (modais, de tons inteiros, ciganas, exóticas) e por sua profunda expressividade. O Divertimento para cordas foi escrito em 1939, já às vésperas da 2ª Guerra Mundial e um ano antes de sua emigração aos EUA. Historicamente, divertimento remonta ao período Barroco e indica uma forma livre, que se transforma nas mãos de Bartók numa espécie de concerto grosso (onde um grupo de solistas dialoga com a orquestra) dividido em três movimentos: Allegro non troppo (movimento em forma sonata, mostrando sua maestria e inovação no uso das formas tradicionais), Molto Adagio (movimento lento extremamente dramático e sombrio, contrastando fortemente com os outros movimentos) e Allegro assai (onde dança e música cigana se fazem presentes numa música vibrante e enérgica). No todo, uma obra de grande peso e densidade que exige alta concentração por parte dos músicos e da plateia, e que revela uma composição refinadíssima desse ícone do período moderno.


Camerata Florianópolis: Arnold, Brower, Bártok


Categorias: Setembro 2013
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 25 Junho 2018 Sala Verde UFSC promove atividades gratuitas
até 25 Junho 2018 Inscrições para 1.937 vagas em 49 cursos gratuitos técnicos e Proeja do IFSC
até 20 Julho 2018 12ª Feira de Artes Entremostras abre inscrições


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar