FaceBook Instagram Twitter


Programação gratuita do Cinema do CIC terá diversos festivais e mostras em novembro



Quando: 14 Novembro 2019, quinta-feira
Onde: Centro Integrado de Cultura (CIC)
Endereço: Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica
Quanto: Gratuito
Evento no FB: www.facebook.com/events/2377817022533984

A sala de Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC) tem sessões todas as semanas de quinta-feira a domingo. A entrada é gratuita e a programação apresenta filmes de gêneros variados e de diversos países do mundo, além de mostras e festivais.

De 4 a 10 de novembro de 2019, Cinema do CIC recebe a primeira edição do Festival Cinema Negro de Santa Catarina, abrindo o Mês da Consciência Negra em Florianópolis. Toda a programação é gratuita. Confira a programação completa do Festival no evento:
www.facebook.com/events/2377817022533984

A curadoria e mediação é do crítico de arte Allende Renck, com produção colaborativa. Criado pelo programa Cinemática Temas Transbordantes, em parceria com Movimento Negro Periférico, Projeto É Da Nossa Cor e Coletivo Pele, o Festival apresenta seis longas-metragens seguidos de debate com convidadas, relacionados aos temas de racismo estrutural, negritude, feminismo, diversidade, empreendedorismo e políticas culturais.

Também será exibida Mostra Competitiva de curtas-metragens, com filmes escolhidos por inscrição de todo país. O júri oficial da Mostra Competitiva é formado por Bia Silva, mulher negra egressa do Curso de Cinema da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Sarah Motta, atriz do Coletivo NEGA de teatro; e o crítico de arte Allende Renck.

O Festival oferece gratuitamente oficinas de teatro e de filmagem de curta-metragem de um minuto sobre representatividade do corpo negro; cursos sobre arte negra e resistência política; debates sobre branquitude e conversas após cada filme exibido.

A oficina de teatro com o tema Elaborações do Corpo Negro será ministrada pela doutora em teatro Julianna Rosa e o ator Leandro Batz. A oficina de filmagem O Minuto que Foi será ministrada pelo cineasta cubano e mestrando em Letras na UFSC, Yasser Socarrás, e vai produzir cinco curtas de um minuto cada, com câmera de celular, sobre o tema "representatividade".

No sábado (09), a programação será para crianças, com o apoio da Mostra de Cinema Infantil, através do Cineclube Infantil, a partir das 16h, seguido de apresentação dos grupos infantis do Projeto É Da Nossa Cor, do Monte Serrat, organizado pela psicóloga Mathizy Pinheiro, e das crianças do Grupo Mittos, do Morro da Queimada.

O Festival Cinema Negro conta com apoio do Institu Français, Cinemateca da Embaixada da França no Brasil, Cineclube Unisul, Mostra de Cinema Infantil, Fundo Municipal de Cinema de Florianópolis, Fundação Franklin Cascaes, Prefeitura Municipal de Florianópolis, Instituto Vilson Groh, em parceria com Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina e Fundação Catarinense de Cultura.

PROGRAMAÇÃO PARA NOVEMBRO DE 2019:

De 31 de Outubro a 3 de novembro, às 20h (quinta-feira a domingo):
Espero Tua (Re)Volta
Direção: Eliza Capai
Gênero: Documentário
Ano: 2019
País: Brasil
Duração: 93 minutos
Classificação Indicativa: 14 anos
Sinopse: Um retrato do movimento estudantil que ganhou força a partir do ano de 2015 ocupando escolas estaduais por todo brasil. Acompanhando três jovens do movimento e com imagens de arquivo de manifestações desde 2013, o documentário tenta compreender as ocupações e as suas principais pautas a partir do ponto de vista dos estudantes envolvidos.

De 7 a 10 de novembro, horário especial (quinta-feira a domingo):
Festival Cinema Negro de Santa Catarina
Sessões promovidas em parceria com a Cinemática

7 de novembro, às 18h* (quinta-feira):
Makala
Direção: Emannuel Gras
Gênero: Documentário
Ano: 2017
País: França
Duração: 97 minutos
Classificação Indicativa: 16 anos
Sinopse: Um jovem morador de um vilarejo no Congo não tem muito a oferecer à sua família, mas está disposto a dar tudo de si para oferecer-lhes um futuro melhor e com mais oportunidades. Na jornada para vender os frutos do seu próprio trabalho, ele aprende uma importante lição sobre a vida, a perseverança e o valor da família.
*Horário especial, sessão com debate.

8 de novembro, às 18h* (sexta-feira):
Temporada
Direção: André Novais Oliveira
Gênero: Drama
Ano: 2018
País: Brasil
Duração: 113 minutos
Classificação Indicativa: 12 anos
Sinopse: Juliana está se mudando de Itaúna, no interior do estado, para a periferia de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, para trabalhar no combate às endemias na região. Em seu novo trabalho ela conhece pessoas e vive situações pouco usuais que começam a mudar sua vida. Ao mesmo tempo, ela enfrenta as dificuldades no relacionamento com seu marido, que também está prestes a se mudar para a cidade grande.
*Horário especial, sessão com debate.

9 de novembro, às 19h* (sábado):
Eu Não Sou Seu Negro
Direção: Raoul Peck
Gênero: Documentário
Ano: 2016
País: EUA, Suiça, França e Bélgica
Duração: 85 minutos
Classificação Indicativa: 12 anos
Sinopse: O escritor James Baldwin escreveu uma carta para o seu agente sobre o seu mais recente projeto: terminar o livro Remember This House, que relata a vida e morte de alguns dos amigos do escritor, como Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King Junior. Com sua morte, em 1987, o manuscrito inacabado foi confiado ao diretor Raoul Peck.
*Horário especial, sessão com debate.

10 de novembro, às 19h* (domingo):
Moonlight - Sob a Luz do Luar
Direção: Barry Jenkins
Gênero: Drama
Ano: 2017
País: Estados Unidos
Duração: 71 minutos
Classificação Indicativa: 16 anos
Sinopse: Três momentos da vida de Chiron, um jovem negro morador de uma comunidade pobre de Miami. Do bullying na infância, passando pela crise de identidade da adolescência e a tentação do universo do crime e das drogas, este é um poético estudo de personagem.
*Horário especial, sessão com debate.

14 de novembro, às 20h (quinta-feira):
Moonlight - sob a luz do luar
Sessões promovidas em parceria com Psicanálise e Cinema.
Direção: Barry Jenkins
Gênero: Drama
Ano: 2017
País: Estados Unidos
Duração: 71 minutos
Classificação Indicativa: 16 anos
Sinopse: Três momentos da vida de Chiron, um jovem negro morador de uma comunidade pobre de Miami. Do bullying na infância, passando pela crise de identidade da adolescência e a tentação do universo do crime e das drogas, este é um poético estudo de personagem.

De 15 a 17 de novembro, às 20h (sexta-feira a domingo):
Planeta.Doc
Em sua sexta edição, o festival internacional de cinema socioambiental, Planeta.DOC, tem como temática Educação, Sustentabilidade e Audiovisual. O festival visa difundir temáticas relacionadas à preservação da vida, aos desafios da sustentabilidade e às soluções que estão sendo geradas para viabilizar sociedades harmonicamente integradas ao seu meio natural.

15 de novembro, às 20h (sexta-feira):
Osiba Kangamuke – Vamos Lá Criançada
Direção: Haja Kalapalo, Tawana kalapalo, Thomaz Pedro e Veronica Monachini.
Gênero: Documentário
Ano: 2016
País: Brasil
Duração: 19 minutos
Sinopse: As crianças da aldeia Aiha Kalapalo, do Parque Indígena do Alto Xingu (MT), são as protagonistas desse filme e nos mostram alguns aspectos de sua rotina, cultura e íntima relação com a natureza. Da escola, onde aprendem o português, até os rituais e a luta ikindene, os pequenos Kalapalo demonstram suas tradições com sutileza peculiar.

Krenak
Direção: Rogério Corrêa
Gênero: Documentário
Ano: 2017
País: Brasil
Duração: 74 minutos
Classificação Indicativa: 12 anos
Sinopse: A história da tribo indígena Krenak, de Resplendor, Minas Gerais, desde a declaração da ‘guerra justa’ pelo rei português Dom João VI em 1808, até o desastre ambiental no Rio Doce causado pela ruptura da barragem de minérios em Mariana, em 2015.

16 de novembro, às 20h (sábado):
Plantae
Direção: Guilherme Gehr
Gênero: Documentário
Ano: 2017
País: Brasil
Duração: 10 minutos
Sinopse: Ao cortar uma grande árvore no interior da floresta amazônica, um madeireiro contempla uma inesperada reação da natureza. Uma reflexão sobre as consequências irreversíveis do desmatamento e da subjugação lamentável dos demais seres da Terra pelos humanos.

O Fio da Meada
Direção: Silvio Tendler
Gênero: Documentário
Ano: 2019
País: Brasil
Duração: 77 minutos
Classificação Indicativa: Livre
Sinopse: O filme mostra a luta de povos tradicionais brasileiros contra a urbanização opressora. Neste documentário, Silvio Tendler instiga a denúncia à violência nos campos e nas comunidades tradicionais, cada vez mais ameaçados pela ação do homem em nome do progresso. Caiçaras, quilombolas e indígenas lutam para sobreviver e para tentar impedir que suas reservas naturais sejam destruídas pelo processo de urbanização.

17 de novembro, às 20h (domingo):
Micromundo em Uma Sacada
Direção: Lina Crespo and Gabriel Escobar
Gênero: Documentário
Ano: 2016
País: Colômbia
Duração: 7 minutos
Sinopse: O colombiano “Micromundo em uma Sacada” apresenta os diferentes mundos a serem explorados dentro de uma grande cidade, suas formas e cores.

Idade da água
Direção: Orlando Senna
Ano: 2018
País: Brasil
Duração: 82 minutos
Classificação Indicativa: Livre
Sinopse: Revela a cobiça internacional sobre a Amazônia, envolvendo os Estados Unidos e a Europa. A crise hídrica atual coloca a Amazônia no olho do furacão de uma possível Guerra da Água.“

21 a 23 de novembro, às 20h (quinta-feira a sábado):
Sessão de Curtas - Mostra Universitária Do Festival de Cinema de Gramado
O Cineclube Cinema Unisul apresenta a Mostra Universitária do Festival de Cinema de Gramado, com produções universitárias de Norte a Sul, mostrando a diversidade brasileira. Entre os filmes selecionados estão Apesar dessa Miragem Eu Não Errei seu Nome e Quadro Negro, produzidos dentro do curso de Cinema da Unisul.

21 de novembro, às 20h (quinta-feira):
Hoje Teci Imagens que me Habitam Há Muito Tempo, de Nilo Rivas
Space Invaders, de Diego D’Melo
Um Lugar ao Sul, de Gianluca Cozza
Feira, Ervas e Raízes, de Rafael Cavalcante, Sérgio Lucas, Cladisson Mélo, Nicole Martins
O Caos, as Trevas e a Mulher, de MarIa Clara Arbex
Jogue Como uma Garota, de Marília Maaz

22 de novembro, às 20h (sexta-feira):
A Primeira Vista, de Mariana Lambert
Convite Vermelho, de João Victor Almeida
Quadro Negro, de Rodrigo Ribeiro
Vício no Amor, de Guilherme Klafke
Apesar dessa Miragem Eu Não Errei seu Nome, de Victor Ávila
A Previsão do Pôr Do Sol, de Ana Anon

23 de novembro, às 20h (sábado):
Terra, de Mauricio Ferreira
Censurado, de Pedro Buson
O Jirau da Hydro, de Felipe Pamplona
Cão Maior, de Filipe Alves Oliveira
Sala de Jantar, de Mariana Moraes
Sair do Armário, de Marina Pontes

24 de novembro (domingo):
Não haverá sessão de cinema neste dia, devido à entrega da Medalha de Mérito Cultural Cruz e Sousa no local

Dias 28 e 29 de novembro, horário especial (quinta e sexta-feira):
Fita Crepe de Ouro
Datas reservadas para Fita e Fitinha Crepe de Ouro, premiação dos filmes realizados em exercício acadêmico no curso de Cinema Unisul.

Dia 30 de novembro, às 20h (sábado):
Sessão em parceria com o festival Planeta.Doc

GIG - A uberização do trabalho
Direção: Carlos Juliano Barros, Caue Angeli e Maurício Monteiro Filho
Gênero: Documentário
Ano: 2019
País: Brasil
Duração: 90 minutos
Classificação Indicativa: 12 anos
Sinopse: O trabalho mediado por aplicativos e plataformas digitais cresce no mundo todo. Mas o avanço da chamada ‘Gig Economy’, fenômeno também conhecido no Brasil por ‘uberização’, vem despertando debates sobre a precarização e a intensificação do trabalho numa sociedade cada dia mais conectada.
Programação gratuita do Cinema do CIC terá diversos festivais e mostras em novembro


Categorias: Programação, Cinema Gratuito
Deixe seu comentário!







Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 12 Novembro 2019 Inscrições para 3,3 mil vagas em cursos gratuitos técnicos e Proeja do IFSC
até 23 Novembro 2019 Prefeitura abre cinco mil vagas em aulas gratuitas de defesa pessoal para mulheres
até 25 Novembro 2019 Programa Jovem em Ação oferece 1,3 mil vagas gratuitas em cursos de capacitação profissional


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar