FaceBook Instagram Twitter


Palestra "Dançaterapia: caminho para identidade, comunicação e presença", com Pio Campo



Quando: 11 Novembro 2013, segunda-feira, às 18h30min
Onde: Espaço 2 - CEART, Udesc
Endereço: Av. Madre Benvenuta, 1907 - Itacorubi
Quanto: Gratuito
e-mail: sarahraiz@hotmail.com

Dançaterapia: caminho para identidade, comunicação e presença - esse será o tema da palestra que será realizada no Espaço 2 do Departamento de Artes Cênicas, no Centro de Artes (Ceart) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), no dia 11 de novembro, às 18h30. A palestra, gratuita e aberta ao público, será ministrada por Pio Campo, formador e difusor do método de dançaterapia de Maria Fux.
 
"Dançaterapia é um caminho de reapropriação da linguagem corporal por meio de estímulos criativos que favorecem a conjunção do movimento ao ‘sentir’ único e vivo de cada ser humano. O corpo humano é naturalmente predisposto ao movimento. A pele, os músculos, a estrutura óssea são um convite constante à dança concebida como capacidade profunda de expressão, comunicação, relação”, afirma Pio Campo.
 
A prática pode também auxiliar em casos de traumas e depressões, contribuindo para a recuperação do equilíbrio: "Quando por causa da doença, dos traumas, da depressão ou da perda de interesse pelo que está ao nosso redor nos afastamos de nós mesmos, a dançaterapia, que é um movimento de afirmação e de recuperação também da própria identidade, pode reconduzir à dimensão do prazer, do equilíbrio, da criação. Essa prática não substitui intervenções clínicas, médicas ou psicológicas, mas as complementa percorrendo cami nhos outros ligados à afetividade, sensibilidade, emoção”, complementa Pio Campo.
 
O palestrante realiza cursos do método Maria Fux de dançaterapia, que de acordo com ele, "baseia-se na possibilidade de uma mudança que permita sair e abandonar gradualmente a rigidez, o medo, a instabilidade, independente do estado psíquico, físico e social de cada um.”
 
O método foi criado por uma conceituada bailarina argentina, que após uma longa e reconhecida carreira em 1968 começou a desenvolver um método de dança que seria utilizado como terapia. No ano de 2000 foi condecorada pela Unesco como cidadã do mundo, devido a sua contribuição na área cultural, educacional e social. Ainda hoje, com mais de 80 anos, Maria fux continua a desenvolver a dançaterapia. Ela possui diversos livros publicados onde explica seu método e conta suas histórias nesta área.
 
Sobre Pio Campo
É o maior difusor do Método Maria Fux no Brasil. Realiza formação no Nepal, Índia e Itália e fundou o Centro Internacional de Dançaterapia Maria Fux, reconhecido pela Unesco. Dançaterapeuta italiano formado desde 1992 com a mestra Maria Fux no Centro Criativo de Dançaterapia de Buenos Aires e na Escola quadrienal para Operadores em Dança Movimento Terapia de Firenze, Itália. Em 1989 funda com Robson Max De Oliveira Souza o Espaço Cultural Vila Esperança em Goiás, projeto de educação pluricultural reconhecido e premiado pela Unicef.
 
No ano de 2002 inaugura com Maria Fux em Goiás o centro que leva o nome da dançaterapeuta e que se apresenta como referência prática e teórica da metodologia no Brasil. Ministra cursos em faculdades, centros de reabilitação, recuperação para dependentes químicos, e de educação. Ocupa-se permanentemente da formação em dançaterapia tanto no Brasil como na Itália e Oriente, além de dirigir o Centro International de Dançaterapia.
Palestra "Dançaterapia: caminho para identidade, comunicação e presença", com Pio Campo


Categorias: Novembro 2013
Tags: palestra
Deixe seu comentário!







Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 19 Maio 2020 Prefeitura de Florianópolis lança plataforma digital com mais de 10 mil vagas em cursos online gratuitos


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar