FaceBook Twitter Google+
Início » Eventos de Cinema Gratuito
Mostra de filmes "Sylvio Back 8.0" comemora os 80 anos do cineasta catarinense no Cinema do CIC



Quando: de 8 de setembro a 1º de outubro, de sexta a domingo
Onde: Centro Integrado de Cultura (CIC)
Endereço: Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica
Quanto: Gratuito
Evento no FB: www.facebook.com/events/763190427186083

Onde: sala de cinema do CIC (os filmes também serão apresentados no canal TV UFSC, NET 15 e 6.1 aberto, digital)

O cineasta Sylvio Back é homenageado pelos seus 80 anos de vida com a “Mostra Sylvio Back 8.0 – Filmes Noutra Margem”. Durante todo o mês de setembro, a filmografia do cineasta catarinense Sylvio Back estará em cartaz no Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC). De sexta-feira a domingo, sempre às 20h, com entrada gratuita, a mostra irá celebrar os 80 anos do cineasta que fez sua trajetória com filmes instigantes, poéticos e históricos. A realização da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) tem o apoio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), administradora do espaço; do curso de Cinema da Unisul, responsável pela programação do Cinema; e da Cinemateca Catarinense.

A Mostra exibe, durante os finais de semana de setembro, 12 filmes do cineasta – todas as exibições são gratuitas e abertas ao público. A abertura oficial conta com a presença do autor e acontece no dia 08 de setembro, às 19 horas, no Cinema do CIC – Centro Integrado de Cultura, em Florianópolis, com o filme ‘Lost Zweig’. Logo após a exibição do filme de abertura, haverá debate com o diretor.

José Henrique Nunes Pires (Zeca Pires), também diretor de cinema e amigo pessoal de Back, define que “é difícil de rotular o cineasta Sylvio Back. Mas sua cinematografia vai na contramão da história oficial com filmes instigantes, poéticos e históricos”. Ambos os cineastas atuaram juntos na direção (Zeca Pires como assistente) do filme “O Contestado – Restos mortais” e “Cruz e Sousa – O Poeta do Desterro” — filmes que também serão exibidos na mostra.

Nunes Pires é também um dos organizadores da mostra e diz que a ideia surgiu em função da notoriedade do cineasta Sylvio Back e da importância de sua obra no contexto nacional. Aproveitando a recente celebração do octagésimo aniversário do autor, a “Mostra Sylvio Back 8.0 – Filmes Noutra Margem” vem para valorizar a obra de um filho das terras catarinenses. Coordenando a Mostra ao lado do presidente da Cinemateca Catarinense, Pedro Mc, Zeca Pires conclui: “Não faltam justificativas e méritos para Sylvio Back”.

A mostra está organizada em ordem cronológica, com exceção do filme de abertura, escolhido devido à sua temática oportuna para o debate. Santa Catarina está iniciando esta mostra que homenageia o cineasta octogenário; depois de Florianópolis, será realizada em outras cidades e estados, e já está confirmada para Curitiba, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

Sylvio Back

Autor de 38 filmes e detentor de 76 prêmios nacionais e internacionais, Sylvio Back é cineasta, poeta, roteirista, escritor e produtor. Filho de imigrantes, pai húngaro e mãe alemã, nascido em Blumenau (SC), 1937.

Autodidata (ou, nas suas palavras: “Aprendi cinema vendo e ‘lendo’ filmes”), sem nunca ter sido assistente de outro cineasta, Back opta por trocar a contemplação pela realização. Desde “As Moradas” – seu primeiro curta –, Back roteirizou, dirigiu e produziu (e coproduziu) trinta e oito filmes – entre curtas, médias e doze longas-metragens, os mais recentes, o docudrama “O Contestado – Restos Mortais”’ (118 min., 2010) e “O Universo Graciliano” (84 min., 2013) – o primeiro filme sobre a vida-obra-e-morte do escritor Graciliano Ramos.

Chamado de “Cacique do Sul” por Glauber Rocha, justamente por ter uma obra conectada à civilização do Extremo-Sul, epíteto que acaba de ser atualizado para “Cacique do Brasil” por Cacá Diegues em correspondência ao cineasta Zeca Pires que, com seu texto, abre o belo catálogo da mostra, organizado com design e capa do cineasta Pedro MC, presidente da Cinemateca Catarinense.

Referindo-se à mostra, que leva o jovial título de “Sylvio Back 8.0 – Filmes Noutra Margem”, Back sublinha que “nesse embalo de garimpo fílmico-existencial é que topei dar passagem a esta inestimável retrospectiva em Florianópolis para cravar minha nova idade. Que os filmes falem por mim, eles sempre foram melhores do que eu! Que o digam as dezenas de colaboradores, como o citado Zeca Pires e a cineasta Maria Emília de Azevedo, com quem, prazerosamente, compartilho a honra e a obra que, se subsiste, é graças ao estro e à expertise deles”.

Obra aberta

Neste relato exclusivo, Sylvio Back confessa que guarda “… ralas e rasas glórias do passado a festejar. Pelo contrário. Em quantas meu cinema foi omitido, esquecido, desqualificado, ridicularizado, vitima de incompreensões, ou surdamente, patrulhado à direita e à esquerda, só porque caminho com os próprios pés e não alimento espírito de horda. Jamais flertei com o público, a crítica ou a mídia”. E conclui: “São seis décadas circunavegando pela cultura brasileira a bordo de uma obra aberta, que não procura apascentar almas ou fundar verdades unívocas, nem levar o espectador pelas mãos. Adoro deixá-lo na maior orfandade, apenas com suas idiossincrasias, literalmente, consigo próprio. Ele cá e os fotogramas piscando incólumes nas telinhas e telonas pelos anos afora”.

Os Filmes a serem exibidos:

08/09 às 19h – Lost Zweig (2003 / 114 min)
09/09 às 20h – Lance Maior (1968 / 100 min)
10/09 às 20h – A Guerra dos pelados (1971 / 98 min)
15/09 às 20h – Aleluia, Gretchen (1976 /118 min)
16/09 às 20h – Revolução de 30 (1980 / 118 min)
17/09 às 20h – República Guarani (1982 / 100 min)
22/09 às 20h – Guerra do Brasil (1987 / 84 min)
23/09 às 20h – Rádio Auriverde (1991 / 70 min)
24/09 às 20h – Yndio do Brasil (1995 / 70 min)
29/09 às 20h – Cruz e Sousa – O Poeta do Desterro (1999 / 86 min)
30/09 às 20h – O Contestado – Restos Mortais (2010 / 118 min)
01/10 às 20h – O Universo Graciliano (2013 / 84 min)
completando uma homenagem de Eduardo Paredes com o especial “Retratos Brasileiros, Sylvio Back” (26min / Canal Brasil)
A partir do segundo fim de semana de outubro, a mostra será exibida e reprisada pela TV UFSC. Acompanhe a programação no site www.tv.ufsc.br.

Abertura da “Mostra Sylvio Back 8.0 – Filmes Noutra Margem”, com apresentação do filme “Lost Zweig” (classificação indicativa: 12 anos) seguida de debate com o diretor do filme

Lost Zweig, o filme da abertura da mostra:

(2003, 35 mm, cor, 114 min) Argumento original e roteiro, baseado no livro, “Morte no Paraíso”, de Alberto Dines, com Nicholas O’Neill, produção e direção.

Eleito entre os “50 melhores filmes da década” pelo jornal “O Globo” (2009), o filme narra a última semana de vida do escritor austríaco Stefan Zweig, que planejou o suicídio ao lado da mulher. O austríaco Stefan Zweig se apaixonou pelo Brasil ao visitar o país pela primeira vez, em 1936. Cinco anos depois o judeu veio definitivamente, fugindo do nazismo. Estava acompanhado de sua mulher, Lotte, 27 anos mais jovem. No carnaval de 1942, o casal é encontrado morto na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro. O misterioso ato leva a crer que o intelectual e a esposa se suicidaram num obscuro pacto de morte, questão que desperta incógnitas até os dias atuais.



PROGRAMAÇÃO DA MOSTRA:

8 de setembro (sexta-feira), às 20h:

LostSweig
Direção: Sylvio Back
Ano: 2002
País: Brasil
Duração: 113 minutos
Sinopse: A última semana de vida do escritor judeu-austríaco Stefan Zweig (RüdigerVogler), autor do famoso livro "Brasil, País do Futuro", e de sua jovem esposa Lotte (Ruth Rieser). O casal, num pacto cercado de mistério, se suicida em Petrópolis, no estado do Rio de Janeiro, logo após o carnaval de 1942.

9 de setembro de 2017 (sábado), às 20h:

Lance maior
Direção: Sylvio Back
Ano: 1968
País: Brasil
Duração: 100 minutos
Sinopse: Um estudante universitário que trabalha em um Banco, experimenta uma crise pessoal: ele está dividido entre suas ambições e a tentação de se envolver no movimento armado contra a ditadura militar no Brasil. Ao mesmo tempo, sua vida amorosa também está confusa. Ele não consegue decidir entre duas garotas: uma moça rica que tem um maior interesse em sua libertação sexual, e uma garota trabalhadora que tem problemas familiares.

10 de setembro de 2017 (domingo), às 20h:

A guerra dos pelados
Direção: Sylvio Back
Ano: 1970
País: Brasil
Duração: 98 minutos
Sinopse: Em 1913, no interior de Santa Catarina, a concessão de terras a uma companhia estrangeira para exploração de recursos naturais gera revolta nos expropriados, que reagem com um conflito sangrento. Reunidos, eles planejam um ataque surpresa.

15 de setembro de 2017 (sexta-feira), às 20h:

Aleluia, Gretchen
Direção: Sylvio Back
Ano: 1976
País: Brasil
Duração: 118 minutos
Sinopse: A saga de uma família de imigrantes alemães que, fugindo ao nazismo, vem se radicar numa cidade do Sul do Brasil, por volta de 1937. Às vésperas e durante a II Guerra Mundial, membros da família se envolvem com a Quinta Coluna (espionagem nazista no Brasil) e o Integralismo. Na década de cinqüenta, graças a ligações perigosas com o rescaldo da guerra, os Kranz são visitados por ex-oficiais da SS em trânsito para o Cone Sul.

16 de setembro de 2017 (sábado), às 20h:

Revolução de 30
Direção: Sylvio Back
Ano: 1980
País: Brasil
Duração: 118 minutos
Sinopse: Filme-colagem de uma trintena de documentários e filmes de ficção dos anos 20, culminando com cenas inéditas da Revolução de 1930. Todo em preto-e-branco, o principal tônus é a excelência da restauração fotográfica de suas imagens, emoldurada por uma trilha sonora autêntica, de rara beleza e qualidade de emissão. Duas horas de estupefação, achados anedóticos e ironias sorrateiras.

17 de setembro de 2017 (domingo), às 20h:
República Guarani
Direção: Sylvio Back
Ano: 1982
País: Brasil
Duração: 96 minutos
Sinopse: O filme traz um registro da cultura e da história dos guaranis e do que fizeram com eles. Sua montagem meticulosa resultou numa versão sutilmente agressiva e hostil aos jesuítas. Por exemplo, Back esclarece que a figura e a função do cacique entre os guaranis foram imposto pelos padres que afastaram a liderança dos pajés guias espirituais e curandeiros das tribos.

22 de setembro de 2017 (sexta-feira), às 20h:

Guerra do Brasil - Toda Verdade Sobre a Guerra do Paraguai
Direção: Sylvio Back
Ano: 1987
País: Brasil
Duração: 104 minutos
Sinopse: Entre 1864 e 1870, a América do Sul é palco do maior e mais sangrento conflito armado do século, conhecido como a “Guerra do Paraguai”, ou “Guerra Grande”, para os paraguaios. Misturando realidade e ficção, o documentário debate este “ensaio” da I Guerra Mundial, que envolveu Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, vitimando em torno de um milhão de pessoas. No filme entrelaçam-se a história oficial, o imaginário popular e a crítica de militares, cronistas e historiadores, articulado a um complexo painel iconográfico e musical, e a um resgate visual do teatro de operações no Paraguai.

23 de setembro de 2017 (sábado), às 20h:

Rádio auriverde
Direção: Sylvio Back
Ano: 1991
País: Brasil
Duração: 70 minutos
Sinopse: Com a intenção de desfazer a ingenuidade e festividade em torno da participação do Brasil na II Guerra Mundial, este documentário penetra no desconhecido universo da guerra psicológica que conturbou a presença da Força Expedicionária Brasileira na Itália, de 1944 a 1945. Através das musicalmente alegres e debochadas transmissões de uma rádio clandestina, o filme acaba também por revelar as tragicômicas relações entre os Estados Unidos e o Brasil durante a guerra.

24 de setembro de 2017 (domingo), às 20h:

Yndio do Brasil
Direção: Sylvio Back
Ano: 1995
País: Brasil
Duração: 70 minutos
Sinopse: Colagem de dezenas de filmes nacionais e estrangeiros de ficção, cinejornais e documentários, revelando como o cinema vê e ouve o índio brasileiro desde quando foi filmado pela primeira vez, em 1912. São imagens surpreendentes, emolduradas por musicas temáticas e poemas, que transportam o espectador a um universo idílico e preconceituoso, religioso e militarizado, cruel e mágico, do índio Brasileiro.

29 de setembro de 2017 (sexta-feira), às 20h:

Cruz e Sousa – O poeta do desterro
Direção: Sylvio Back
Ano: 1998
País: Brasil
Duração: 86minutos
Sinopse: Reinvenção da vida, obra e morte do poeta catarinense Cruz e Sousa (1861-1898), fundador do Simbolismo no Brasil e considerado o maior poeta negro da língua portuguesa. Através de 34 "estrofes visuais", o filme rastreia desde as arrebatadoras paixões do poeta em Florianópolis até seu emparedamento social, racial, intelectual e trágico no Rio de Janeiro.

30 de setembro de 2017 (sábado), às 20h:

O contestado – restos mortais
Direção: Sylvio Back
Ano: 2012
País: Brasil
Duração: 155 minutos
Sinopse: Com o inédito relato de trinta médiuns em transe, articulado ao memorial sobrevivente e à polêmica de especialistas, “O Contestado - Restos Mortais” resgata uma das maiores epopeias do país, a Guerra do Contestado (1912-1916). Envolvendo milhares de civis e militares, o episódio conflagrou Paraná e Santa Catarina por questões de fronteira e disputa fundiária, mesclado à irrupção de um levante messiânico de grandes proporções.

1º de outubro de 2017 (domingo), às 20h:

O universo Graciliano
Direção: Sylvio Back
Ano: 2013
País: Brasil
Duração: 84 minutos
Sinopse: Um panorama da vida e da obra do autor Graciliano Ramos, falecido em 1953, e responsável por grandes livros da literatura brasileira, como "São Bernardo", "Vidas Secas", "Angústia", "Infância" e "Memórias do Cárcere". O filme combina diversos materiais de arquivo, partes de outros filmes com entrevistas de pessoas próximas ao escritor.

Realização:
Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC
Secretaria de Cultura e Arte – SeCArte
Departamento Artístico Cultural – DAC
TV UFSC

Apoio:
Governo de Santa Catarina – Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte
Fundação Catarinense de Cultura – FCC
Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina – MIS-SC
Cinemateca Catarinense – ABD.SC
77 letras – Selo e Desenho Editorial
Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul)
Cinema & Audiovisual – Universidade do Sul de Santa Catarina
Cineclube Cinema Unisul
Mostra de filmes "Sylvio Back 8.0" comemora os 80 anos do cineasta catarinense no Cinema do CIC


Categorias: Cinema Gratuito, Programação
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 25 Setembro 2017 Inscrições para cursos gratuitos da Escola... >> Música
até 25 Setembro 2017 Projeto Museus Virtuais terá 22 sessões gr... >> Exposições
até 25 Setembro 2017 Projeto Capoeira da Ilha promove aulas gra... >> Esportes
até 25 Setembro 2017 Inscrições de artesãos e trabalhadores man... >> Especiais / Outros
até 25 Setembro 2017 Primavera parisiense com mais de três mil ... >> Exposições
até 27 Setembro 2017 Curso sobre Cinema no Museu Histórico de S... >> Educação / Cursos


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar