FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Junho 2014
Droms Manouche - Mauro Albert Quarteto no TAC 7:30



Quando: 03 Junho 2014, Terça-feira, às 19h30min
Onde: Teatro Álvaro de Carvalho (TAC)
Endereço: Rua Marechal Guilherme, 26 – Centro
Evento no FB: www.facebook.com/events/1435924029991072

O projeto TAC 7:30 é promovido semanalmente pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), sempre às 19h30min, no Teatro Álvaro de Carvalho, em Florianópolis. Os ingressos custam R$ 10 inteira e R$ 5 meia-entrada. O inverno está chegando e para aquecer as terças-feiras de frio o TAC 7:30 preparou uma programação bem variada para junho. O mês abre com o jazz cigano de Mauro Albert Quarteto no dia 3 de junho.

O espetáculo homenageia Louis Plessier, guitarrista francês que foi parceiro musical de Albert durante os últimos anos de sua vida. Plessier faleceu em março deste ano e era um instrumentista e compositor singular, da antiga escola de música cigana da Europa.

Mauro Albert Quarteto é formado pelos músicos Mauro Albert (violão cigano), Gustavo Messina (violão), Gabriel Vieira (violino) e Rafael Calegari (contrabaixo acústico). O espetáculo, com repertório de temas autorais, contará com a participação especial da cantora Alice Mesquita.

Mauro Albert é compositor, instrumentista e pesquisador do Jazz Manouche - Gypsy Jazz ou Jazz Cigano, em tradução literal - e faz parte do Cast de artistas da Hot Club Records, principal selo e distribuidor do gênero no mundo com sede em Oslo, Noruega.
Nos últimos anos tem se dedicado à pesquisa e estudo da música e da cultura cigana manouche. Estudando a "guitarra manouche” e a música de Django Reinhardt, descobriu um novo ânimo e intimidade com o gênero.

Em 2011, Albert conheceu o violonista francês "Louis Plessier”, Guitarrista, Instrumentista e compositor Francês, da antiga escola da musica cigana da Europa, que foi por quase 40 anos casado com uma sobrinha de Django Reinhadt.

Esse encontro transformou-se em uma amizade e grande parceria com uma recíproca admiração musical e pessoal, que durou até os últimos dias de vida de Louis Plessier. Dessa amizade, nasceu o "DROMS MANOUCHE”, projeto inicialmente em duo de composições próprias e que também dá título ao show e ao CD Homônimo gravado em 2013, com 11 composições autorais, em cinco faixas, Louis toca só, apenas ele e seu violão manouche, qualidade peculiar de Plessier, que tocava ritmo e improvisos sozinho dando a impressão de estar tocando com outro violonista.

O CD conta com a participação de Wagner Costa- violino e Jorge Luiz- Contrabaixo acústico nas outras faixas, a musica de abertura "Hymne à mon amour” composta para sua esposa Marilene Rangel, um bolero cigano com uma melodia belíssima e sentimental. Neste álbum Louis homenageou seus entes queridos, amigos e a mãe natureza.
Droms Manouche - Mauro Albert Quarteto no TAC 7:30


Categorias: Junho 2014
Tags: Ciganos, Jazz
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 13 Dezembro 2017 5º Festival de Fotografia Floripa na Foto ... >> Especiais / Outros
até 14 Dezembro 2017 Museu Victor Meirelles abre inscrições par... >> Educação / Cursos
até 20 Dezembro 2017 Palestra gratuita sobre fotografia básica ... >> Educação / Cursos


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar