FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Agosto 2015
Cinema do CIC - Programação do mês de julho



Quando: 02 Agosto 2015, Domingo, às 20 horas
Onde: Centro Integrado de Cultura (CIC)
Endereço: Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica
Quanto: Gratuito

O Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC) tem sessões gratuitas todas as semanas, de quinta-feira a domingo, sempre às 20h. A realização é uma parceria entre Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e o curso de graduação de Cinema da Unidade Pedra Branca, da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul).

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DE JULHO:

De 2 a 5 de julho:

SESSÕES: quinta-feira e sábado (2 e 4 de julho), às 20h
Sessão Turquia (82min)
COM OS FILMES:

Buhar
Direção: Abdurrahaman Oner
Duração: 12 min
Sinopse: Uma mulher prepara o jantar para o seu marido. Não se ouve nada a não ser o som da TV. A câmera se move para o cômodo. É um filme de tomada única no qual décadas de hostilidade conjugal se resolvem com danos extremos.

Gerayis
Direção: Cetin Baskin
Duração: 16min
Sinopse: Halil vive em uma região montanhosa remota e não tem ouvido falar de seu filho por um longo tempo. Ele tem um vínculo forte com seu cavalo, mas ele também perde isso. Um retrato bonito, íntimo da relação entre um homem e um animal.

Ali ata bak
Direção: Orhan Ince
Duração: 12min
Sinopse: Faz muito tempo que Ali não vê seu tio. A primeira conversa entre eles revela os julgamentos memorizados pelas crianças na escola, revelando a trágica inadequação do sistema educacional.

As nuvens passam sobre nós
Direção: Yasar Arif Karagülle
Duração: 15min
Sinopse: Ao retornar para o lugar onde nasceu, Cengiz deverá enfrentar a memória de seu pai, seu próprio passado, e um futuro incerto após a ressaca de Chernobyl.

Sessiz
Direção: Rezan Yeslbas
Duração: 14min
Sinopse: O ano é 1984. Zeynep, que mora em Diyabrbakir com seus três filhos, quer visitar o marido na prisão. Zeynep só consegue falar em 'curdo', sua língua materna. Contudo, na prisão só é permitido falar em turco, o que a torna incapaz de proferir uma palavra sequer ali. Além disso, ela quer levar um par de sapatos novos para seu marido, mesmo sendo proibido levar qualquer coisa de fora para os prisioneiros.
Filme vencedor do Festival de Cannes.

Agri e a Montanha
Direção: Hasan Serin
Duração: 13min
Gênero: Ficção
Ano: 2013
Sinopse: Uma pequena vila aos pés do Monte Ararat. É inverno. Uma garotinha acorda pela manhã. Um pequeno fragmento de seu dia na vila.
Filme vencedor no Festival de Berlim.

SESSÕES: sexta-feira e domingo (3 e 5 de julho)

LANÇAMENTO: Santa Tereza
Direção: Eduardo Baggio
Duração: 64 min
Ano: 2015
Sinopse: As colônias de isolamento mantiveram reclusos milhares de doentes de hanseníase. No Brasil, centenas deles permanecem nessas instituições, para onde foram levados compulsoriamente a partir de uma política pautada no preconceito histórico e em métodos higienistas. O Leprosário Santa Teresa foi uma dessas instituições, localizada no município de São Pedro de Alcântara em Santa Catarina.


De 9 a 12 de julho:
Mostra Cine Design está de volta em uma segunda edição, trazendo 9 filmes para a semana de encerramento da Bienal Brasilira de Design 2015 Floripa no cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), com produções sobre design do Brasil, EUA, Holanda e Suíça. Todas as sessões são gratuitas e todas os filmes com legendas em português!

SESSÃO: quinta-feira (9 de julho), às 20h

Stolarski: fale mais sobre isso
Direção: Bruno Porto e Luiz Marcelo Mendes
Duração: 41min
Sinopse: André Stolarski foi um dos mais prolíficos designers brasileiros desta virada de século. Seja como designer visual, pensador, autor, curador, professor, seu trabalho e suas idéias influenciaram todos que se aproximaram dele. Este filme mostra um pouco do porquê - falando mais sobre isso.

Prelo
Direção: Raquel Pinheiro e Virgínia Pitzer
Duração: 18min
Sinopse: Os ruídos do século passado ecoam naquela que é uma das únicas oficinas tipográficas de Belo Horizonte. Naquelas máquinas, prensas, tintas e papéis transbordam casos e memórias do tipógrafo Ademir Matias. O documentário Prelo traz reflexões sobre a produção tipográfica contemporânea e toca em temas como a solidão, a persistência e a transformação.

Letras que flutuam
Direção: Fernanda Martins
Duração: 10min
Sinopse: A pesquisa de Fernanda Martins, documentada neste curta-metragem, resgata o trabalho dos pintores de letreiros ("abridores de letras") dos barcos do Pará, com suas características letras decorativas vitorianas. Tudo isso animado por uma trilha sonora de carimbó paraense.

SESSÃO: sexta-feira (10 de julho), às 18h

Maker (Estados Unidos)
Direção: Mu-Ming Tsai
Ano: 2014
Duração: 65min
Sinopse: O filme explora ideias, ferramentas e pessoas que estão liderando o "movimento maker". Os "makers" estão reformando a economia através do "faça você mesmo" e do "façamos juntos", no que já está sendo chamado de a Terceira Revolução Industrial. Conceitos inovadores como "open source", fabricação digital, crowdfunding e manufatura local estão ajudando a superar o estereótipo de "geeks" e amadores.

SESSÃO: sexta-feira (10 de julho), às 20h

Bill: The master's vision (Suíça)
Direção: Erich Schmid
Ano: 2008
Duração: 94min
Sinopse: Ex-aluno da Bauhaus, considerado um dos mais importantes artistas suíços do século XX, diretor da escola de design de Ulm, Bill teve influencia direta na implantação do ensino de design no Brasil, tendo ensinado em São Paulo e no MAM RJ. O filme fala sobre sua trajetória no campo da arte, estética e política.

SESSÃO: sábado (11 de julho), às 18h

Eames: The Architect & The Painter (Estados Unidos)
Direção: Jason Cohn, Bill Jersey
Ano: 2011
Duração: 84min
Sinopse: Charles Eames e sua esposa, Ray, formaram uma equipe marcante no design americano do século XX. Mobiliário, interiores, materiais médicos, filmes, brinquedos, design visual - uma verdadeira atuacão multidisciplinar do pensamento de design aplicado a diversos campos.

SESSÃO: sábado (11 de julho), às 20h

Design is One: The Vignellis (Estados Unidos)
Direção: Kathy Brew, Roberto Guerra
Ano: 2012
Duração: 86min
Sinopse: Leila e MassimoVignelli tem sua longa e produtiva carreira retratada neste filme. "Se você não consegue achar (o que precisa), desenhe" - "desde uma colher até uma cidade", recomendava o mestre. Uma das grandes estréias nacionais desta mostra, é um filme definitivo e imperdível!

SESSÃO: domingo (12 de julho), às 18h

Design & Thinking (Estados Unidos)
Direção: Mu-Ming Tsai
Ano: 2012
Duração: 74min
Sinopse: Pensando negócios para o século XXI - essa é a abordagem principal desse filme, com entrevistas a designers, empreendedores sociais, executivos, em busca de compreender melhor o que é e quais são as potencialidades do design como ferramenta para estruturar o pensamento estratégico.

SESSÃO: domingo (12 de julho), às 20h

Design the new business (Holanda)
Direção: Erik Roscam Abbing
Ano: 2011
Duração: 40min
Sinopse: Nos tempos de hoje, design e negócios não podem mais ser pensadas como atividades distintas com objetivos individuais. Design the New Business é um filme dedicado a investigar a forma como designers e empresários estão a trabalhar em conjunto em novas formas de resolver os problemas complexos que o mundo empresarial de hoje está a enfrentar.


De 16 a 19 de julho:

SESSÕES: quinta-feira e sábado (16 e 18 de julho), às 20h
Sessão de Curtas: cinema com sensibilidade

Os Caminhos Desconhecidos do Mundo Luz
Direção: Michele Diniz
Sinopse: O documentário acompanha o processo de cinco crianças de comunidades próximas à Universidade durante uma oficina de fotografia e aborda aspectos de educação e desigualdade social, guiado por sons e imagens da infância da realizadora.

Minha Casa, Minha Janela
Direção: Priscila Pacheco
Duração: 9min
Sinopse: Refletir e noticiar o contexto em que as crianças que participaram do projeto vivem, mas com base na visão em primeira pessoa sobre seu próprio espaço.

Beija Flores
Direção: Gabriela Caldas
Duração: 10min
Sinopse: Um filme feito por todos alunos da Oficina Inventar com a Diferença Cinema e Direitos Humanos da Escola Municipal Maria Virginia Leite Franco em Laranjeiras Sergipe.

Recortes de Uma Vida
Direção: Leandro Cordeiro
Duração: 13min
Sinopse: Alceu Gonçalves cria as suas obras com recortes em madeira e sem saber representa parte da arte Naif nacional.

SESSÕES: sexta-feira e domingo (17 e 19 de julho), às 20h
Sessão SPCine

Hamlet
Direção: Cristiano Burlan
Ano: 2014
Duração: 90min
Sinopse: A partir do assassinato de seu pai por seu tio, Hamlet é obrigado a enfrentar suas próprias contradições e as do mundo a sua volta. Originalmente ambientada dentro de um castelo, a tragédia ganha como cenário as ruas da cidade, e é neste espaço onde os impulsos privados afloram a atestam os limites da vingança. Em uma desconstrução de si mesmo, Hamlet mergulha na eterna questão sobre o sentido da existência.


De 23 a 26 de julho:

SESSÕES: quinta-feira e sábado (23 e 25 de julho), às 20h
Sessão SPCine

A Vida Privada dos Hipopótamos
Direção: Maíra Bühler e Matias Mariani
Ano: 2014
Duração: 90min
Classificação: 12 anos
Sinopse: Um técnico de informática americano e entediado se muda para a Colômbia para conhecer os hipopótamos que Pablo Escobar deixou de legado. Lá ele conhece uma bela mulher, filha de um japonês e uma colombiana, por quem se apaixona profundamente. Os dois começam um relacionamento diferente de tudo que já viveram, mas ele lida com uma pessoa repleta de contradições. O que seria facilmente a trama de um filme de ficção é a história de Christopher Kirk, preso em 2009 no Brasil por tráfico internacional de drogas. Uma história que ele conta obsessivamente e que pode ter a ver, ou não, com sua prisão.

SESSÕES: sexta-feira e domingo (24 e 26 de julho), às 20h
Sessão SPCine

Hamlet
Direção: Cristiano Burlan
Ano: 2014
Duração: 90min
Sinopse: A partir do assassinato de seu pai por seu tio, Hamlet é obrigado a enfrentar suas próprias contradições e as do mundo à sua volta. Originalmente ambientada dentro de um castelo, a tragédia ganha como cenário as ruas da cidade, e é neste espaço onde os impulsos privados afloram a atestam os limites da vingança. Em uma desconstrução de si mesmo, Hamlet mergulha na eterna questão sobre o sentido da existência.


De 30 de julho a 2 de agosto:

SESSÕES: quinta-feira e sábado (30 de julho e 1º de agosto), às 20h

Clássicos: Aniki-Bobó
Direção: Manuel de Oliveira
Ano: 1942
Duração: 68min
País: Portugal
Sinopse: Aniki-Bobó representa a passagem de Manoel de Oliveira do documentário para a ficção. Desde a fotografia, da responsabilidade de António Mendes, ao enredo, ao desenrolar da ação, tudo se encaixa harmoniosamente no filme, ficando dele uma dimensão poética. Uma guerra entre crianças, cheia de hipocrisia, egoísmo, que configura o mundo dos adultos.
Rodado em plena 2ª Guerra é uma mensagem de paz, de reconciliação feita através do dono da "loja das tentações".

SESSÕES: sexta-feira e domingo (31 de julho e 2 de agosto), às 20h

Aula de cinema: Linguagem do Cinema III
Coletânea, de 10 títulos, dirigida por Geraldo Sarno, documenta os processos de criação de 12 cineastas brasileiros. A base comum a todos os títulos é uma ou mais entrevistas com o realizador montada com trechos expressivos dos filmes citados.

Nesta sessão estão:
Ana Carolina no País do Cinema (47min)
Espaço e tempo no cinema de Ruy Guerra (55 min) Cinema do CIC - Programação do mês de julho

Categorias: Agosto 2015
Deixe seu comentário!
comentários







Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 14 Dezembro 2016 Inscrições para Projeto Verão Cultural CIC... >> Música
até 17 Dezembro 2016 Inscrições para oficinas gratuitas de comp... >> Educação / Cursos
até 25 Dezembro 2016 Inscrições abertas para o 4º Bazar Vegano ... >> Especiais / Outros
até 28 Maio 2017 Ironman Florianópolis 2017 abre inscrições >> Esportes
Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter
Buscar