FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Outubro 2015
Jornadas Antropológicas UFSC 2015



Quando: de 13 a 16 de outubro
Onde: Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), UFSC
Quanto: Gratuito
Evento no FB: www.facebook.com/events/1443536139283586

As Jornadas Antropológicas PPGAS/UFSC 2015 - "Antropologia através das Antropologias”, promovidas pelos alunos do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Santa Catarina, se realizarão entre 13 e 16 de outubro de 2015 no Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH) da UFSC.

Este evento é um lugar de troca de experiências e de construção do debate acadêmico que coloque em questão a produção recente do PPGAS/UFSC, tal como um espaço para dialogar com pesquisadores de outras instituições. A proposta do evento é discutir a "Antropologia através das Antropologias”, promovendo conversas entre as diferentes áreas de interesse da disciplina. Esta é a 15ª edição das jornadas que acontecem a cada dois anos e buscam reunir pesquisadores da área de Antropologia para um debate acadêmico sobre as diferentes áreas de interesse da disciplina. Todas as atividades são abertas ao público e gratuitas.

Programação

A programação das Jornadas Antropológicas consiste em conferências e mesas de debate - as Conexões Transversais - assim como sessões de Diálogos Nativos com autores de obras recentemente lançadas no PPGAS/UFSC, Mostra Audiovisual e diversos Ateliês de Pesquisa.
Mais informações no site: http://jornadasufsc2015.tumblr.com/


Conferência de Abertura (13/10/2015):
A Antropologia através das Antropologias - Sessão I


Com esta conferência temos como objetivo por em diálogo expressões distintas na antropologia produzida no Brasil. A partir da experiência de pesquisa, ensino e extensão de diferentes trajetórias debateremos o que está em jogo quando se pensa matrizes de significação para a disciplina a partir de perspectivas teóricas e de contextos etnográficos diferenciados. Como tema de fundo, questões e tensões nas relações que emergem entre campo e escrita na Antropologia.

Conexões Transversais: nexos, redes, agências e deslocamentos em debate.
Transformações na Antropologia: Efeitos do programa de ação afirmativa no PPGAS/UFSC (14/10/2015)


A partir de 2014 o Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Santa Catarina instituiu vagas para indígenas e negras(os). Avaliamos que esta definição implica em dimensões reflexivas para a produção do conhecimento a partir do ingresso de segmentos que historicamente ocuparam posição de "nativos” na produção antropológica. Neste sentido, esperamos com esta mesa-redonda debater os efeitos políticos e teóricos de ações afirmativas para a disciplina e para uma concepção deuniversidade pública.

A Antropologia como relação? Sujeitos, artefatos e conceitos (15/10/2015)

O objetivo deste debate é promover discussões sobre a produção antropológica contemporânea, buscando dar relevo a questões que envolvam temas constituintes ao nosso campo, como as relações e a produção da socialidade. Neste sentido, pretendemos destacar abordagens que discutam a multiplicidade de agência dos sujeitos, assim como modos de pensar as redes de relações que constituem regimes de conhecimentos e os modos de existência.

As antropologias e a Antropologia: teorias nativas e o fazer antropológico (16/10/2015)

Este painel tem como interesse trazer para o debate experiências em que as posições de "antropólogo(a) & nativo(a)” são mobilizadas de modos distintos possibilitando ocupar posições de duplo-vínculo, percorrendo itinerários que localizam tanto como nativas(os) quanto como antropólogas(os). As discussões buscam oferecer múltiplos pontos de vista sobre como as teorias produzidas a partir das experiências etnográficas podem desestabilizar ou inovar a produção de conhecimento em nossos debates sobre as Antropologias.

Conferência de Encerramento (16/10/2015):
A Antropologia através das Antropologias - Sessão II


Com esta conferência temos como objetivo por em diálogo expressões distintas na antropologia produzida no Brasil. A partir da experiência de pesquisa, ensino e extensão de diferentes trajetórias debateremos o que está em jogo quando se pensa matrizes de significação para a disciplina a partir de perspectivas teóricas e de contextos etnográficos diferenciados. Como tema de fundo, questões e tensões nas relações que emergem entre campo e escrita na Antropologia.

Ateliês de Pesquisa e Eixos Temáticos.

Os ateliês de pesquisa visam promover interlocuções e debates entre pesquisas iniciais, em andamento e concluídas. A participação e submissão de textos são abertas para discentes e pesquisadores de áreas afins. A proposição de eixos temáticos visa oferecer aos participantes um panorama de temáticas relacionadas à proposta da atividade, pensar as Antropologias a partir das suas diferenças. Tais temas são índices sugestivos que posteriormente se desdobrarão nos ateliês de pesquisa.
- Cosmopolíticas, redes e multiplicidades
- Ambientes, técnicas e modos de vida
- Saúde, corporalidades e tecnologias
- Políticas de conhecimento e regimes ontológicos
- Artes e performance
- Nexos da diferença e performatividade de direitos

Diálogos Nativos: autores e autoria.
Estas sessões têm como objetivo promover conversas e trocas de experiência entre docentes, discentes e outros interessados em um diálogo onde entendemos que em algum momento somos nativos(as) e antropólogos(as), percorrendo itinerários reflexivos sobre a etnografia, a pesquisa e as publicações do PPGAS/UFSC que foram lançados nos últimos anos.

Mostras: O evento é composto por duas mostras – uma audiovisual, que será realizada no auditório do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), e uma fotográfica no Museu de Arqueologia de Etnologia Oswaldo Rodrigues Cabral (MArquE). Além das exposições também serão realizadas apresentações de trabalhos dos pesquisadores participantes.

Programação Mostra audiovisual (CFH)
Uma Experiência Crulinária (12 min) – Adriana Eidt (UFSC) Mbyá Rembiapó Nhemombe’u – Arte Mbyá-Guarani e Suas Histórias (36 min) – Ariel Ortega; Bedati Aparecida Finokiet e Ralf Ortega (UFFS)As Margens do Paraíso (24 min) – Camila Maurício Zedron (UFSC)Intervendo (28 min) – Cassiana dos Reis Lopes (UFSC)Sentindo o Outro Lado. Perseguição e Resistência em Kandóia (13 min) – Iracema Ga; Rã Nascimento e Clémentine Marecha (UFRGS)Linhas Imaginárias (10 min) – Cristhian Caje (UFSC)Percepção do Ambiente entre Pescadores (20 min) – Maria Fernanda Salvadori Pereira e Marina Monteiro (UFSC)

Mostra fotográfica (MArquE) (((Construções Marginais)))
Alberto Luiz de Andrade Neto (UFSC)
Abya Yala: Culturas em Resistência – Ana Rita Mayer (Fundação Wintata)
Vila Dique: Entre o Transitório e o Permanente – Débora Wobeto (UFRGS)
Saltadores Poetas – Luísa Mesquita Damasceno (UFRB)
Território dos Terreiros: Terra em Transe – Maurício dos Santos (UNILA)
La Noche en que Nadie Duerme: Registros Mexicanos – Natan Kremer (UFSC)

Jornadas Antropológicas UFSC 2015

Categorias: Outubro 2015
Tags: Mostra, UFSC
Deixe seu comentário!
comentários







Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 02 Dezembro 2016 8° Algodão Doce Especial Natal reúne arte,... >> Especiais / Outros
até 02 Dezembro 2016 Inscrições para formação complementar grat... >> Educação / Cursos
até 02 Dezembro 2016 Festival de Queimas Cerâmica Alternativa 2... >> Educação / Cursos
até 03 Dezembro 2016 Campeonato de Surf na Barra da Lagoa >> Esportes
até 03 Dezembro 2016 Minicurso "A Tela que Pensa: Filosofi... >> Educação / Cursos
até 03 Dezembro 2016 Pró Universidade realiza aulão gratuito pa... >> Educação / Cursos
Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter
Buscar