FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Outubro 2016
10ª Semana de Cinema UFSC tem oficinas, debates e mostras de filmes gratuitas



Quando: de 17 a 21 de outubro
Onde: UFSC
Quanto: Gratuito
Evento no FB: www.facebook.com/events/317065471997884

De 17 a 21 de outubro na Universidade Federal de Santa Catarina ocorrerá a 10ª Semana Acadêmica de Cinema, cujo tema deste ano é cinema e ética. O evento é organizado pelos alunos do curso. Essa edição convida todo mundo não só a participar de oficinas, mesas de debates e mostras de filmes, como também juntar-se para discutir um assunto tão importante, porém pouco valorizado, que é a ética. O evento é gratuito e aberto para qualquer pessoa.

Confira a programação completa no evento do Facebook

Dias 17 e 18 de outubro, das 9h às 12h na sala Machado de Assis, no bloco B do CCE
OFICINA: Oficina de Roteiro
Inscrições https://goo.gl/forms/wqPtSK3KmF4yIDqJ3
As personagens mulheres no Cinema, desde há muito tempo, tendem a ser a minoria. Relegadas a papéis secundários, quando finalmente chegam à posição de protagonista, sua participação tende a ser de algum modo desmerecida por meio do uso de estereótipos: a mocinha frágil em perigo, a femme fatale, a mulher histérica, etc. Sabemos que as mulheres da “vida real” não se limitam a essas categorias fechadas e excludentes – nossos papéis na vida social, pessoal, profissional são múltiplos, diversificados e complexos. É preciso que nós, profissionais do audiovisual, criemos mais personagens que representem melhor essa diversidade. A Oficina de ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE PERSONAGENS FEMININOS pretende oferecer algumas ferramentas nesse sentido. Além da discussão e da reflexão sobre personagens femininas de diferentes obras audiovisuais (principalmente filmes e séries) faremos atividades práticas de escrita e elaboração de personagens, numa tentativa consciente de fugir dos estereótipos e torná-las mais interessantes.
- Sheila Coelho Bratti é formada em Letras – Português e Inglês pela UNESC – Universidade do Extremo Sul Catarinense, e atualmente está concluindo o curso de Cinema na UFSC. Por conta de seu interesse por Feminismo e Roteiro, seu TCC envolve a escrita e a realização de um filme de curta-metragem sobre a relação de amizade entre quatro mulheres

Dia 17, às 14h30min no auditório do CCJ
DEBATE: Ética no Cinema
Sobre o tema: Procurará abordar, de maneira abrangente, as questões éticas no cinema dentro e fora das telas, levantando assuntos desde a problemática hierarquia dos sets de filmagens até questões como as representatividades nas produções cinematográficas.
- Ana Fonseca | Porto Alegre (RS)
Possui doutorado em Filosofia (UFRGS), graduação em Direito (UFRGS) e em Filosofia (UFRGS) e mestrado em Filosofia (UFRGS). Estudou na Universidade Humboldt (HU) de Berlim durante dois anos com bolsa de doutorado-sanduíche concedida pelo DAAD. Tem formação nas áreas de Direito e Filosofia, com ênfase em Ética e Filosofia do Direito. É professora de Filosofia na Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA). Organizou dois volumes do livro "Cinema, ética e saúde".
- Nazareno Eduardo de Almeida | Florianópolis (SC)
É professor efetivo do Departamento de Filosofia e do Programa de Pós-graduação em Filosofia da UFSC. Bacharel em Filosofia pela UFSC (1999), mestre e doutor em Filosofia pela PUCRS (2001-2005). Investiga a problemática concernente à relação entre pensamento, linguagem e mundo através de uma perspectiva semiótica tanto em seus aspectos históricos (especialmente na filosofia antiga e na filosofia contemporânea) quanto em seus aspectos conceituais pertencentes às teorias ontológicas, às teorias da mente, da linguagem, da arte e da cultura.

Dia 18, às 14h30min no auditório do CCJ
DEBATE: Políticas Audiovisuais
Sobre o tema: Tratará a respeito da controvérsia entre a regulamentação da mídia e os limites da liberdade de expressão.
- Marcelo Ribeiro | Goiânia (GO)
Marcelo Ribeiro é doutor em Arte e Cultura Visual pela Universidade Federal de Goiás (2016), onde desenvolveu pesquisa sobre cinema e direitos humanos. É mestre em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008), com pesquisa sobre as representações da África na filmografia de Tarzan, e bacharel em Ciências Sociais com Habilitação em Antropologia pela Universidade de Brasília (2005). Fundador, autor e editor do incinerrante - incinerrante.com, cofundador, autor e editor do a quem interessar possa - aquem.in (com Juliana Costa), atua ainda como crítico de cinema, colaborando igualmente com veículos diversos, como a Revista Janela - janela.art.br. É também professor de ensino superior (Faculdade Araguaia), programador de cinema e curador de mostras e festivais, além de membro eleito pela sociedade civil para representar a área de Cinema, Áudio e Vídeo no Conselho Municipal de Cultura de Goiânia, onde participa da elaboração, do acompanhamento e da avaliação das políticas públicas municipais destinadas ao audiovisual e aos demais domínios artístico-culturais previstos na Lei Municipal de Inventivo à Cultura.
- Alfredo Manevy | São Paulo (SP)
Graduado em Cinema e Vídeo e Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP), além de pesquisador, professor e administrador público. Em 2003, ingressou na gestão Gilberto Gil do Ministério da Cultura: tornou-se, em 2006, Secretário de Políticas Culturais e, em 2008, Secretário-Executivo do Ministério da Cultura. Durante o período, conduziu as principais reformas administrativas do MinC, estabeleceu parceria com IBGE para geração de indicadores culturais, desenvolveu a política de cultura digital e revitalizou o setor de direito autoral do Ministério. Coordenou no Ministério da Cultura a elaboração do primeiro Plano Nacional de Cultura sancionado pelo Presidente Lula (lei 12343/2010) e a elaboração na nova legislação de fomento à cultura, o Procultura. Entre 2013 e 2014, foi Secretário Adjunto de Cultura de São Paulo.

Dia 19, às 14h30min no mini auditório do CFH
DEBATE: Romantização
Sobre o tema: Tratará de assuntos sensíveis constantemente romantizados por filmes ou representados superficialmente. Por exemplo, a romantização da violência, de relacionamentos abusivos, de transtornos psicológicos, de uso de drogas e outras questões polêmicas.
- Sabrina Fidalgo | Rio de Janeiro (RJ)
Sabrina Fidalgo é uma premiada realizadora do Rio de Janeiro que escreveu, dirigiu, produziu e atuou nos curtas "Sonar 2006 - Special Report" (2006), "Das Gesetz des Staerkeren" (2007), "Black Berlim" (2009), "Cinema Mudo" (2012) e Personal Vivator (2014). Também dirigiu o documentário musical de média-metragem "Rio Encantado" (2014) e uma série de videoclipes. Seus filmes já passaram em mais de 50 festivais nacionais e internacionais em lugares como Los Angeles e Nova York (E.U.A), Tegucigalpa (Honduras), Rosario e Buenos Aires (Argentina), Tóquio (Japão), Munique e Berlim (Alemanha), Praia (Cabo Verde), Maputo e Cabo Delgado (Moçambique), entre outros. Estudou cinema na "Escola de TV e Cinema de Munique", na Alemanha, e especialização em roteiro na "Universidad de Córdoba", na Espanha. Trabalhou ainda em diferentes funções em produções brasileiras e internacionais em países como Alemanha, França e Marrocos e desde 2009 comanda a produtora de cinema independente Fidalgo Produções.
- Carla Abraão | Florianópolis (SC)
É mestranda em Artes Visuais, na linha de História da Arte, pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Bacharela em Cinema pela Faculdade de Artes do Paraná (atual UNESPAR) em 2013, atuando como diretora de fotografia. Foi professora substituta no curso de Cinema da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) de 2014 a 2016, ministrando disciplinas relacionadas à história da arte, fotografia e cinema underground.

Dia 19 e 20 de outubro, das 9h às 12h na sala 403 do bloco de cênicas do CCE
Inscrições https://goo.gl/forms/XJEF0XyaEu9tqB2d2
OFICINA: A proposta da oficina, ministrada por Maria Fernanda Bin, é dedicar um espaço para a discussão e compartilhamento de fundamentos da prática de Direção de Arte, passando desde as principais funções dentro do departamento, leitura e decupagem de roteiro sob a visão da arte, concepção de personagens, cenários e paleta de cores até exercícios práticos, dicas e “hacks” úteis em produções de baixo orçamento.
- Maria Fernanda Bin: Maria Fernanda Bin é graduanda do curso de Cinema da Universidade Federal de Santa Catarina. Além da participação em projetos audiovisuais do curso, exerceu a função de coordenadora da 7ª Semana Acadêmica de Cinema (2013). Durante os anos de 2012/2013 estagiou no Laboratório de Figurinos da UFSC, onde desenvolveu interesse pelo departamento de Arte. Atuou nessa área em projetos como o curta-metragem “branCura” (2015 - Giovanna Zimermann, contemplado no Edital Catarinense de Cinema 2011-2012), “No fim da Trama” (2016 - Patricia Monegatto, contemplado no Edital Catarinense de Cinema - edição 2013/2014 e ganhador do Prêmio Júri Popular na 15ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis), no piloto da série “Tudo Tudo” (2015 - Multishow, dirigida por Marin Nekic e estrelada pela atriz Katiuscia Canoro), na série para televisão “Fanáticas” (2016 - Chico Faganello, em fase de pós-produção) e na micro-websérie “SUPER” (2016, em processo de finalização), onde exerceu a função de Diretora de Arte e Produtora Executiva, entre outros.

Dia 20, às 14h30min no auditório do EFI
DEBATE: Cinema como guerrilha
Sobre o tema: Discutirá sobre importância do cinema como ferramenta de documentação, discutindo sobre a relevância do cinema para com a memória e formação de identidade, além de sua força de resistência a padrões e opressões.
- Yasmin Thayná | Rio de Janeiro (RJ)
Yasmin Thayná é cineasta, diretora e fundadora da AFROFLIX, curadora da FLUPP (Festa Literária das Periferias) e pesquisadora de audiovisual no Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS-Rio). Dirigiu e escreveu, nos últimos meses, dois filmes: KBELA, uma experiência sobre ser mulher e tornar-se negra e BATALHAS, sobre a primeira vez que teve um espetáculo de funk no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Dirigiu a série AFROTRANSCENDENCE, escreve no Brasil Post e no Quebrando o Tabu.
- Adélia Sampaio | Rio de Janeiro (RJ)
Adélia Sampaio, a diretora negra que marcou o cinema nacional.
Considerada a primeira cineasta negra a dirigir um longa-metragem, tem uma importância ímpar para o cinema brasileiro. Em seus filmes trouxe temáticas como amor, violência e problemas sociais, edificando um cinema brasileiro como espaço de pertencimento. Ela falará sobre cinema, seus filmes, sua trajetória e sobre os desafios em ser uma mulher negra, filha de empregada doméstica, construindo uma trajetória como cineasta.

Dia 21 de outubro, das 8h-12h na sala 213 do bloco A do CC
Inscrições https://goo.gl/forms/z8l1bK4wK5pRnUwz2
OFICINA: As possibilidades digitais da era tecnológica em que vivemos abriu novos horizontes para criadores e manipuladores de som, que agora contam com bancos de dados colossais sem precisar sair de casa. A Oficina de SAMPLE E MANIPULAÇÃO SONORA DIGITAL procura ser um primeiro convite a montadores, produtores e compositores que gostariam de acompanhamento através de uma porta de entrada para o mundo do manuseio digital do som, apresentando conceitos introdutórios de software de produção (Ableton Live) e principalmente incitando o debate e a conversa sobre os caminhos criativos a se trilhar na gigantesca selva do conteúdo digital hoje tornado amplamente disponível.
- Julian Brzozowski é graduado em Cinema pela UFSC, mestre e doutorando em Literatura pela mesma instituição. Desde 2010 atua como compositor e multi-instrumentista de diversos projetos musicais como os grupos Adam e Juliette, Orquestra Eletroacústica da UFSC e, mais recentemente, a Orquestra Manancial da Alvorada.

Para saber mais sobre cada atividade, acesse a página oficial do facebook:
www.facebook.com/semanadecinemaufsc

Projeto contemplado pelo Edital Procultura 2016 da SeCArte - UFSC.

Apoio cultural:
Laboratório de Figurinos UFSC
Restaurante Verdilha www.facebook.com/verdilha

Parceria:
Cinema Mundo www.facebook.com/cinemamundo/ 10ª Semana de Cinema UFSC tem oficinas, debates e mostras de filmes gratuitas

Categorias: Outubro 2016
Tags: Cine, UFSC, Cinema
Deixe seu comentário!
comentários







Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 04 Dezembro 2016 8° Algodão Doce Especial Natal reúne arte,... >> Especiais / Outros
até 04 Dezembro 2016 Festival de Queimas Cerâmica Alternativa 2... >> Educação / Cursos
até 06 Dezembro 2016 Filme "O Filho Eterno" de graça ... >> Cinema Gratuito
até 17 Dezembro 2016 Inscrições para oficinas gratuitas de comp... >> Educação / Cursos
até 25 Dezembro 2016 Inscrições abertas para o 4º Bazar Vegano ... >> Especiais / Outros
até 28 Maio 2017 Ironman Florianópolis 2017 abre inscrições >> Esportes
Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter
Buscar