FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Junho 2017
"Mundo Jurássico" expõe 15 réplicas de dinossauros em tamanho real, com som e movimento



Quando: até 18 de junho
Onde: Beiramar Shopping
Endereço: Rua Bocaiúva, 2468 - Centro
Quanto: Gratuito
Evento no FB: www.facebook.com/events/1872582966343477

A partir de 15 de maio, a exposição "Mundo Jurássico" trará para o Beiramar Shopping 15 réplicas dos animais jurássicos, em tamanho real, com som e movimento. A exposição é gratuita e fica aberta até 18 de junho, das 10h às 22h.

Pela primeira vez e com exclusividade para Santa Catarina, o Beiramar Shopping traz para o coração da cidade a mostra Mundo Jurássico, que possibilitará ao público conhecer de perto as temidas espécies de dinossauros, em tamanho real. Exposição proporciona ao público uma incrível viagem ao mundo perdido e às suas figuras pré-históricas.

“Nela o público tem a oportunidade de presenciar réplicas extremamente reais de vários dinossauros como se estivessem vivos e em seu habitat há milhões de anos. Será uma verdadeira viagem no tempo”, explica o gerente de marketing do Beiramar Shopping, Carlos Pamplona Jr. Além da cenografia, serão expostos textos sobre a história da vida dos dinossauros, da sua classificação, dos fósseis e muitas outras curiosidades. Um tema que não perde a atualidade e está sempre permeando o imaginário, as telinhas e as telonas.

O shopping será invadido por 15 peças – sendo 12 espécies diferentes, somando 11 toneladas, com média de 06 metros. São elas:

TIRANOSSAURO REX - o mais temido e conhecido; esta réplica tem 13 metros de comprimento e 6 metros de altura. O Tiranossauro cujo nome significa “lagarto tirano rei”, foi um dos maiores carnívoros terrestres encontrados até hoje. Peso: 900 kg.

TIRANOSSAURO REX – FILHOTE

ESPINOSSAURO - também com 13 metros de comprimento e 5 metros de altura. O Espinossauro foi uma espécie de dinossauro carnívoro que andava como um quadrúpede e como um bípede sendo uma das estrelas do filme Jurassic Park 3. Peso: 700 kg. Essa espécie habitou no Brasil.

BRAQUIOSSAURO – O nome significa "lagarto braço", dado os seus membros anteriores serem maiores que os posteriores; era um gênero de dinossauros saurópode que viveu durante o fim do período Jurássico. Peso: 600 kg.

GIGANTOSSAURO - do latim "lagarto gigante do sul" foi uma espécie de dinossauro carnívoro gigante que viveu durante o período Cretáceo e foi um dos maiores dinossauros carnívoros que já existiram. Acredita-se que caçava em bandos, em ataques coordenados.

MAIASSAURO - uma espécie de dinossauro herbívoro e semi-bípede que viveu no fim do período Cretáceo. Media cerca de 9 metros de comprimento, 4,6 metros de altura e pesava em torno de 4 toneladas. Este hadrossauro ajudou a esclarecer alguns aspectos relacionados à conduta materna dos dinossauros.

VELOCIRAPTOR – gênero de dinossauros terópodes que viveram aproximadamente a 75 a 71 milhões de anos atrás, durante a última parte do período Cretáceo. O velociraptor é considerado um dos mais inteligentes dinossauros e é um dos gêneros de dinossauros mais conhecidos do público em geral, devido ao seu papel de destaque na série de filmes Jurassic Park.

PTEROSSAURO - répteis alados. Também foram encontrados no Brasil, mais precisamente na região do Ceará.

ESTIRACOSSAURO - uma espécie de dinossauro herbívoro e quadrúpede. Media em torno de 6 metros de comprimento e pesava cerca de 4 toneladas. Recebeu esse nome devido à sua estranha cabeça, que era dotada de um adorno ósseo repleto de espinhos longos, no total seis ou oito espinhos (embora tivesse bem acima de seu adorno dois espinhos reduzidos, quase imperceptíveis), sendo que havia metade dos espinhos em cada uma das laterais do adorno, e que os espinhos mais longos ficavam bem acima do adorno.

GALIMIMO – uma espécie de dinossauro onívoro e bípede. Media em torno de 6 metros de comprimento, 3 metros de altura e pesava cerca de 150 quilogramas. Sua alimentação era bastante variada, se alimentava de plantas, ovos, pequenos animais e insetos. Seu nome significa "imitação de galinha" devido ao formato de seu corpo. Ele corria como uma avestruz.

ANQUILOSSAURO – um dinossauro herbívoro que viveu durante o período Cretáceo no que corresponde hoje à América do Norte. Este animal pesava entre 7 a 9 toneladas (mais que um elefante) e media cerca de 9 metros de comprimento e 2 metros de altura. Embora fosse lento e de inteligência limitada, era um dinossauro muito difícil de ser abatido. Sua técnica de defesa consistia em ficar de costas para seu predador e ameaçá-lo com a clava em sua cauda.

PROTOCERÁTOPO - uma espécie de dinossauro herbívoro e quadrúpede que viveu no fim do período Cretáceo. Media em torno de 2,5 metros de comprimento e pesava algo entre 200 quilos a 1,5 toneladas.

DILOFOSSAURO - espécie de dinossauro carnívoro e bípede que viveu durante o período Jurássico. Media em torno de 6 metros de comprimento, 2 metros de altura e pesava cerca de 500 quilogramas. Foi um dos primeiros grandes terópodes, possuía duas cristas na cabeça, formando uma espécie de "V", possivelmente usada para impressionar as fêmeas ou assustar inimigos. Provavelmente possuíam uma coloração alaranjada. Essa espécie apareceu no primeiro filme da série Jurassic Park.

A mostra também inclui duas réplicas de ovos de dinossauro.

Cada réplica possui sons e movimentos específicos tornando assim ainda surpreendente e realista a experiência do público. As réplicas são feitas de esqueleto de aço reforçado, materiais elétricos e eletrônicos, preenchimento corporal com espuma de alta densidade, manualmente esculpidos e com aplicação manual de tripla camada de borracha de silicone, pintada com tinta a prova d'água para instalações indoor e outdoor.

Das espécies que expostas, o Espinossauro viveu há 100 milhões de anos atrás na região do Brasil. O Espinossauro foi o maior dinossauro terópode que já existiu, com adultos medindo em torno de 6 metros de altura, no máximo e 15 metros de comprimento e pesando possivelmente até 7 toneladas. Além disso, o Pterossauro também viveu na região do país, mais especificamente no Ceará.

Sobre a fabricação dos robôs/dinossauros: o processo de fabricação dos robôs foi desenvolvido por um grupo de engenheiros que está sempre em contínua revisão, para incorporar os avanços tecnológicos que surgem a todo o momento. A parte científica/educativa ficou a cargo de um grupo de paleontólogos especialistas em dinossauros do Instituto de Geologia da UMAM (Universidade Mexicana).

“Os bonecos-robôs são expostos em cenários ricos em detalhes, aproximando ao máximo a vida dos Dinossauros em sua trajetória pela Terra. São utilizadas plantas naturais e algumas plantas artificias que compõem os cenários, trazendo assim um pouco da “selva” para dentro do Beiramar Shopping”, destaca Carlos Pamplona Jr, gerente de marketing do Beiramar Shopping.

O trabalho de produção é da empresa Artbhz que envolve técnicos especialistas em montagens de cenários cinematográficos, cenógrafos, museólogos e arquitetos que criaram o visual e funcionamento de todo o aparato da exposição. “É uma grande oportunidade de conhecer mais a história e de interagir com o Mundo Jurássico. O público ficará perto de dinossauros robôs gigantes montados cenograficamente como se estivessem vivos. Uma experiência inesquecível para a cidade”, comenta Leonardo Guelman, coordenador geral da Exposição Mundo Jurássico. O evento está no Brasil há 10 anos com sucesso absoluto tendo passado por mais de 30 grandes cidades brasileiras. "Mundo Jurássico" expõe 15 réplicas de dinossauros em tamanho real, com som e movimento

Categorias: Junho 2017
Deixe seu comentário!
comentários







Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 24 Julho 2017 Aulas gratuitas de Tango no Palácio Cruz e... >> Dança
até 25 Julho 2017 Conferência de Patrimônio Cultural em Risc... >> Educação / Cursos
até 29 Julho 2017 Projeto Museus Virtuais terá 22 sessões gr... >> Exposições
até 07 Agosto 2017 Inscrições para 4,6 mil vagas em cursos gr... >> Educação / Cursos
até 15 Setembro 2017 Passeio Noturno "Floripa Misteriosa&q... >> Especiais / Outros
até 18 Setembro 2017 Inscrições para A Noite É uma Criança – 16... >> Dança
Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter
Buscar