FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Julho 2017
Feira de Orgânicos Viva a Cidade



Quando: todos os sábados, das 9 às 13 horas
Onde: Largo da Alfândega - Centro
Quanto: Gratuito

Com diferencial em segurança alimentar e promoção da saúde, a Feira de Orgânicos Viva a Cidade será retomada na manhã deste sábado (13) no Largo da Alfândega, centro de Florianópolis. Como atesta o fiscal do Ministério da Agricultura Eduardo Antônio Ribas Amaral, desde o início da feira, "há toda uma preocupação de que os produtores sejam certificados, que esteja tudo em ordem. É uma feira caracteristicamente da nossa região e que tem uma confiabilidade muito grande”.

Junto ao também fiscal agropecuário federal Francisco Van de Casteele, ele participa desde agosto do ano passado das reuniões de formulação e implantação da feira, que ocorriam na CDL Florianópolis e no Mercado Público da Capital.

Na última reunião do coletivo da feira, Amaral garantiu que Santa Catarina é uma das três unidades da Federação onde há monitoramento da produção orgânica de alimentos. Ainda assim, em Pernambuco, o controle está limitado à cidade de Recife e, no Distrito Federal, a Brasília.

"Só no nosso Estado há monitoramento em todo o território, com 1.122 amostras feitas em três anos pelo pessoal da Cidasc. São mais de 300 amostras por ano, desde o Extremo-Oeste até o Litoral, 60% das amostras coletadas com produtores e 40% no comércio. É bem seguro este programa e chega a ser uma referência mundial, poucos lugares fazem uma coisa tão criteriosa como Santa Catarina”, garantiu.

Francisco Van de Casteele explicou que o índice de conformidade para produção orgânica em Santa Catarina é de 94%. Os 6% restantes são objeto de investigação. "Nem sempre se trata de fraude, o uso de agrotóxicos num vizinho pode causar algum tipo de contaminação”, exemplificou.

O que é importante, segundo ele, é que na maioria dos laudos, se a produção fosse convencional estaria dentro dos padrões adequados de consumo. "Em 1% ou 2%, realmente se comprova fraude, caso em que a pessoa é autuada, tem prazo para defesa e penalidades que vão de advertência até apreensão”, tranquilizou o fiscal.

"Quem trabalha sério não tem medo de fiscalização"

Para o feirante Anderson Romão, do coletivo de Biguaçu, a confiabilidade é o foco da relação entre o produtor orgânico e o consumidor. "Quem trabalha sério e certo não tem medo de fiscalização; ao contrário, quer que aconteça para tirar aproveitadores do circuito”, comentou. Por isso, indicou, o preço do produto orgânico reflete não só o custo do produção, mas todo serviço ambiental que a produção agroecológica oferece à população.

Para tornar esse produto mais acessível, acrescentou Romão, são fundamentais as feiras como a Viva a Cidade, porque fazem o circuito curto de produtos e a venda direta, diminuindo o preço em relação aos supermercados, por exemplo. "A feira tem sido um fator importante de viabilidade econômica para as famílias de agricultores orgânicos de Biguaçu”, apontou Romão. Sem agroindústrias, o grupo antes contava apenas com o mercado institucional de produtos para merenda escolar.

Já são dez feirantes no Largo da Alfândega

A Feira de Orgânicos Viva a Cidade reúne dez feirantes com produção da Grande Florianópolis até a Serra Catarinense. Além disso, possui dois estandes voltados à educação ambiental e ao manejo dos resíduos orgânicos, com comercialização de composto e de minhocários. Além da presença dos fiscais do Mapa, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenação de Promoção da Saúde, participa da feira com orientações sobre nutrição e cuidados alimentares.

A Feira de Orgânicos Viva a Cidade oferece hortifrútis in natura e produtos orgânicos processados, como pães, biscoitos, geleias, molho de tomate, farinha, arroz, mel, caldo de cana e frango. Agora, há novidades como frutas vermelhas in natura (morango, framboesa e mirtilo) e congeladas (amora, mirtilo, framboesa, morango e mix).

Em Florianópolis, de acorco com o presidente da Comcap, Marius Bagnati, já há mais uma dezena de agricultores em processo de certificação pelo Mapa.

Como é a feira

A feira de produtos orgânicos (livres de defensivos agrícolas e cultivados com responsabilidade social e ambiental), ocorre todos os sábados, das 9 às 13 horas, no centro de Florianópolis.

É uma ação da Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria Executiva de Serviços Públicos (SESP) e Comcap, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Florianópolis, Ministério da Pecuária e Abastecimento (Mapa) e organizações privadas, como a Procomposto, e colaborativas que trabalham com recuperação de resíduos orgânicos e com produção e comercialização de produtos agroecológicos.
Feira de Orgânicos Viva a Cidade


Categorias: Julho 2017
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 21 Junho 2018 Make Music Day terá aulas gratuitas de sete modalidades na Escola de Música Rafael Bastos
até 21 Junho 2018 Sala Verde UFSC promove atividades gratuitas
até 21 Junho 2018 Inscrições para 1.937 vagas em 49 cursos gratuitos técnicos e Proeja do IFSC
até 20 Julho 2018 12ª Feira de Artes Entremostras abre inscrições


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar