FaceBook Instagram Twitter


Prefeitura abre cinco mil vagas em aulas gratuitas de defesa pessoal para mulheres



Quando: aulas aos sábados, até maio de 2020
Onde: Academia Nova Forma, Escola de Pa-Kua
Quanto: Gratuito



Ensino de técnicas de defesa pessoal e estímulo à independência e autoconfiança são os objetivos do projeto Floripa com Elas, lançado pela Prefeitura Municipal de Florianópolis em abril de 2019.

A iniciativa disponibiliza cinco mil vagas GRATUITAS em aulas de defesa pessoal, exclusivas para mulheres.

As aulas acontecem aos sábados nas escolas voluntárias do projeto: Pa-Kua Floripa e Academia Nova Forma, e seguem até maio de 2020. Para participar, basta comparecer em uma das academias parceiras e aproveitar a oportunidade.

Aulas do mês de novembro do Floripa com Elas:

Sábado, 09/11
10h às 12h - Escola de Pa-kua (Rua Clodorico Moreira, 62 - Santa Mônica)

Sábado, 23/11
10h às 12h - Academia Nova Forma (Rua José Cândido da Silva, 158 - Estreito)

Sábado, 30/11
10h às 12h - Academia Nova Forma (Rua José Cândido da Silva, 158 - Estreito)
15h às 17h - Escola de Pa-kua (Av. Mauro Ramos, 375 - Centro)

Para participar, é necessário ter acima 12 anos e levar roupa confortável para exercícios. As aulas começam com o instrutor dando dicas de como se defender de possíveis ataques e agressões através de uma breve iniciação teórica. Após as orientações teóricas, as participantes praticam em duplas, as técnicas de defesa aprendidas. As alunas aprendem na prática como escaparem de agressões, utilizando a própria força do agressor contra ele com técnicas de movimentos circulares. Também é ensinado a usar materiais alternativos como ferramenta de defesa como: canetas, celulares e spray de gengibre ou bastão simples de madeira.

As alunas recebem instruções de como escapar de puxões de braço e cabelo, enforcamento, abraço ou ato de pegar na mão à força, pressão contra a parede, tentativa de estupro ou ataque armado. Todas as orientações ensinadas visam distrair o agressor para que a mulher possa se desvencilhar do ataque e buscar socorro. De acordo com o instrutor, a principal dica é evitar o primeiro contato ou aproximação do agressor, já que pode estar armado. Mesmo que não esteja, a vítima deve evitar entrar em luta corporal com o agressor.

“Nossa sociedade sempre foi muito machista e até então, a violência contra a mulher era vista como algo normal. A punição precisa ser aplicada aos agressores. E a denúncia é um dos meios de trazer justiça a quem precisa. Por isso estamos implantando o Floripa com Elas, para que as mulheres tenham consciência de que não estão estão sozinhas nessa batalha”, afirmou o prefeito Gean Loureiro.

A terapeuta sistêmica Fernanda Fontoura Medeiros foi uma das participantes do lançamento do projeto. Há 10 anos ela deu um basta nas agressões que sofria. “Esse tipo de iniciativa é fundamental e urgente. Nossa sociedade precisa apoiar, proteger e encorajar suas mulheres a transformarem suas vidas”, declarou Fernanda. “A vergonha, medo e insegurança são os danos mais comuns que as mulheres vítimas de violência apresentam”, acrescenta a terapeuta, que hoje, anos após se recuperar, utiliza seu trabalho para auxiliar quem já passou pela mesma situação.

O projeto é fruto de uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Florianópolis, Instituto de Geração de Oportunidades de Florianópolis (Igeof), Secretaria Municipal de Assistência Social, Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Guarda Municipal e as escolas Pa-Kua Floripa, Academia Nova Forma e Centro de Treinamento Ilha Fight Floripa.

O projeto Floripa com Elas conta com apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Guarda Municipal e as escolas Pa-Kua Floripa, Academia Nova Forma, Centro de Treinamento Ilha Fight Floripa, Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência (CEVID); rede solidária Somar Floripa; Juizado de Violência Doméstica Contra a Mulher da Capital; Organização Círculos da Ho spitalidade; Rede de Atenção Integral às Pessoas em Situação de Violência Sexual de Florianópolis/SC; Secretaria de Estado de Assistência Social; e Associação dos Advogados Criminalistas do Estado de Santa Catarina (AACRIMESC).


Confira mais cursos com inscrições abertas:
  • Programa Jovem em Ação oferece 1,3 mil vagas gratuitas em cursos de capacitação profissional
  • Inscrições para 3,3 mil vagas em cursos gratuitos técnicos e Proeja do IFSC
  • Prefeitura abre cinco mil vagas em aulas gratuitas de defesa pessoal para mulheres
  • Prefeitura abre cinco mil vagas em aulas gratuitas de defesa pessoal para mulheres


    Categorias: Inscrições, Esportes, Educação / Cursos
    Deixe seu comentário!







    Cinema Gratuito
    Exposições


    Inscrições abertas
    até 25 Novembro 2019 Programa Jovem em Ação oferece 1,3 mil vagas gratuitas em cursos de capacitação profissional
    até 25 Novembro 2019 Inscrições para 3,3 mil vagas em cursos gratuitos técnicos e Proeja do IFSC
    até 30 Novembro 2019 Prefeitura abre cinco mil vagas em aulas gratuitas de defesa pessoal para mulheres


    Curta nossa Fan-page
    Siga-nos no Twitter


    Buscar