FaceBook Instagram Twitter


Coronavírus em SC: aulas continuam suspensas por tempo indeterminado no estado



Quando: 19 Maio 2020, terça-feira
Onde: em todas as regiões do Estado de Santa Catarina

CORONAVÍRUS - COVID-19


As aulas presenciais estão suspensas desde o dia 19 de março em Santa Catarina e continuam suspensas por tempo indeterminado no estado, segundo o decreto estadual 587, de 30 de abril de 2020, no combate ao coronavírus.

O governador Carlos Moisés e o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, apresentaram nesta segunda-feira, 18 de maio, um balanço das ações para reposição de parte do conteúdo letivo do calendário escolar na rede pública estadual em meio à pandemia de Covid-19. Em coletiva de imprensa, ambos destacaram que o trabalho na Educação não parou, apesar da suspensão das aulas presenciais, que não têm prazo para retornar.

Em relação às atividades não presenciais, o governador salientou que aproximadamente 402 mil alunos da rede estadual, o equivalente a 75% dos matriculados, acessam atividades na plataforma on-line utilizada pela Secretaria de Estado da Educação (SED). Para os estudantes com acesso restrito ou sem acesso à internet, em torno de 25%, está ocorrendo a entrega de materiais impressos com orientações adaptadas do plano de ensino docente, para que o aluno possa estudar. A entrega na escola ocorre a cada semana ou quinzena, com apoio das Coordenadorias Regionais de Educação e da comunidade escolar para distribuir as atividades para as famílias de alunos que não conseguem se deslocar até a escola.

“O Estado está atuando para auxiliar os alunos e seus familiares neste momento crítico. É necessário que os estudantes sejam atendidos da melhor maneira em uma situação como essa, em que ainda se estuda o momento para que possa ocorrer o retorno das atividades presenciais”, afirmou o governador.

O secretário Uggioni destacou que, dos cerca de 26 mil professores ativos na rede de ensino, o engajamento entre os docentes está na casa dos 90% via plataforma Google. Segundo o secretário, a Diretoria de Ensino da SED reporta que outros docentes, como em anos iniciais, vêm se utilizando de ferramentas distintas para melhor interação com seus alunos, como aplicativos de mensagens e vídeos. As Coordenadorias Regionais de Educação também monitoram estas ações e a busca ativa das escolas pelos alunos sem acesso à internet.

“Todas as nossas ações são feitas com muita seriedade. Estamos avaliando todas as demandas que nos chegam de representantes das instituições de ensino e trazemos para o debate junto ao Centro de Operações de Emergências em Saúde (Coes). A Educação não parou e nosso trabalho segue firme para buscar novas soluções, enquanto não há o retorno das aulas presenciais”, afirma.

Outra ação da SED é usar o transporte escolar, de maneira pontual, para fazer as entregas de materiais a alunos com dificuldade de deslocamento à escola. Ao menos 900 alunos da rede recebem as atividades dessa forma.

Foco na alimentação escolar

Em relação à alimentação escolar, Uggioni recordou que a primeira etapa de entrega de kits alimentares foi realizada entre 16 de abril e 8 de maio, contemplando 50 mil alunos em todo Santa Catarina, que receberam a alimentação já adquirida e disponível em estoque. O secretário também acrescentou que a SED está contratando, por pregão eletrônico, a empresa que fará a separação dos kits da segunda etapa de entrega, abrangendo todos os alunos da rede. Assim que a contratação for efetivada, os calendários serão divulgados para cada um dos 548 pontos de entrega.

Em relação à aquisição de produtos da agricultura familiar para a alimentação escolar no período de suspensão das aulas, os investimentos podem chegar a R$ 14 milhões e vêm do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), com complementação com recursos próprios do Governo do Estado.

Formação de professores

A SED encerrou na última sexta-feira, 15, o primeiro ciclo para capa citar os docentes para as atividades não presenciais. São 31 capacitações transmitidas pelo YouTube desde o início de abril, somando mais de um milhão de visualizações, que incluem tanto temáticas instrumentais, sobre ferramentas, quanto sobre cultura digital e práticas pedagógicas.

Os professores receberão um certificado com carga horária de 40 horas e as transmissões seguem disponíveis para acesso dos docentes e gestores escolares no site da SED.

Outros Destaques

A SED iniciou a formação de 51 profissionais de educação para atuarem no projeto Escola Intercultural-Bilíngue de Fronteira e Integral, que envolve duas escolas de Dionísio Cerqueira e uma escola de Bernardo de Irigoyen, na Argentina. O intuito é que os profissionais formados promovam a integração de estudantes e professores brasileiros e argentinos com atividades bilíngues entre mais de 300 alunos. O projeto estava em terminalidade e foi retomado após esforço da SED.

Ações para conter a propagação do vírus

A melhor forma de frear o avanço do coronavírus é a prevenção:

- Caso o paciente apresente os sintomas da doença, como febre, tosse, falta de ar, dores musculares e de cabeça, deve procurar atendimento em uma unidade básica de saúde. Não procure um hospital. Lá os agentes de saúde farão o devido encaminhamento, se necessário, e darão as orientações em relação ao tratamento

- Em caso de dúvidas sobre onde procurar ajuda, as pessoas devem ligar para o número 136, do Disque Saúde, disponibilizado pelo Ministério da Saúde

- Somente serão transferidos para UPAs ou hospitais pacientes em estado mais grave. Os sintomas do coronavírus são semelhantes ao de gripe e a recomendação para quem não tiver o caso agravado é que fique em isolamento e monitoramento em casa

- Idosos e pessoas com doenças crônicas evitem ir a eventos fechados e a locais com aglomeração

- Evite viajar se estiver com febre ou tosse

- Evite contato com pessoas que estiverem visivelmente doentes, principalmente com sintomas respiratórios (tosse ou coriza)

- Higienize as mãos frequentemente, seja com água e sabão ou álcool gel

- Evite tocar os olhos, nariz e boca

- Pratique a etiqueta da tosse: ao tossir e espirrar, cubra a boca com lenço descartável ou antebraço. Descarte o lenço imediatamente

- Se você ficar doente durante uma viagem, procurar imediatamente a tripulação ou equipe médica de bordo

- Na viagem, evite a ingestão de alimentos de procedência duvidosa ou inadequadamente preparados

- Evite o contato com animais silvestres ou animais doentes

- Evite que crianças e adolescentes com menos de 14 anos mantenham contato prolongado com pessoas com mais de 65 anos

- Evite a circulação em locais com grande aglomeração de pessoas, inclusive praias, lagos e lagoas
Coronavírus em SC: aulas continuam suspensas por tempo indeterminado no estado


Categorias: Ano 2020
Deixe seu comentário!







Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 17 Junho 2020 IFSC abre 1.400 vagas gratuitas em cursos de qualificação a distância
até 17 Junho 2020 Prefeitura de Florianópolis lança plataforma digital com mais de 10 mil vagas em cursos online gratuitos


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar