FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Novembro 2014
Roda de Capoeira recebe o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade



Quando: 26 Novembro 2014, Quarta-feira, a partir das 18h30
Onde: Casa da Memória
Endereço: Rua Padre Miguelinho, 58 - Centro
Quanto: Gratuito

A capoeira, prática cultural afro-brasileira multifacetada e multidimensional que é, ao mesmo tempo, luta, dança, esporte e arte, é um dos símbolos do Brasil reconhecidos pelo mundo. No próximo dia 26 de novembro, o Brasil inteiro e mais de uma centena de outros países onde se pratica a capoeira poderão ter motivo para festa. É que a manifestação cultural afro-brasileira chamada oficialmente "Roda de Capoeira" deverá receber da UNESCO, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. A Roda de Capoeira se juntará ao Samba de Roda do Recôncavo Baiano (BA), à Arte Kusiwa- Pintura Corporal (AP), ao Frevo (PE), e ao Círio de Nazaré (PA), já reconhecidos como patrimônio cultural imaterial da humanidade.

Em comemoração, Superintendência do Iphan em SC e Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial – COPPIR promovem  Debate e Roda de Capoeira no Centro de Florianópolis. Na Casa da Memória, a partir das 18h30, será apresentado o Dossiê da Candidatura enviado à UNESCO para o reconhecimento da Roda de Capoeira – um documentário de 10 minutos e uma caracterização da Roda em sua dimensão cultural e histórica – e lançado debate sobre a articulação de medidas de apoio e fomento à continuidade da prática, também reconhecida como Patrimônio Cultural do Brasil, pelo Iphan.

A celebração, claro, não estaria completa sem que se ouvissem os berimbaus: uma Roda de Capoeira muito especial encerra o evento em grande estilo, no largo entre a Câmara Municipal de Vereadores e a Casa da Memória, a cargo dos mestres Jimmy, Calunga e Pinóquio.

O Dossiê da Candidatura recebeu excelente avaliação técnica e parecer favorável do Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda. Pelo procedimento, a titulação deverá ser aprovada oficialmente durante a 9ª Sessão do Comitê, que acontece de 24 a 28 de novembro, na sede da Unesco, em Paris. A candidatura brasileira será representada pela presidente do Iphan, Jurema Machado, e pela diretora do Departamento de Patrimônio Imaterial (DPI-Iphan), Célia Corsino e a Roda de Capoeira está na pauta justamente do dia 26, quando Superintendências do Iphan em diversos estados celebrarão junto aos capoeiristas com eventos como este.

Segundo a presidenta do Iphan, a inscrição da roda de Capoeira na lista representativa promoverá o aumento de sua visibilidade desse, mas também de outros bens culturais relacionados aos movimentos de luta contra a opressão, sobretudo aqueles pertencentes às comunidades afrodescendentes. "A roda de capoeira expressa a história de resistência negra no Brasil, durante e após a escravidão. Seu reconhecimento como patrimônio demarca a conscientização sobre o valor da herança cultural africana, que, no passado, foi reprimida e discriminada", conclui Jurema Machado.

Originada no século XVII, em pleno período escravista, desenvolveu-se como forma de sociabilidade e solidariedade entre os africanos escravizados, estratégia para lidarem com o controle e a violência. Hoje, é um dos maiores símbolos da identidade brasileira e está presente em todo território nacional, além de praticada em mais de 160 países, em todos os continentes. A Roda de Capoeira e o Ofício dos Mestres de Capoeira foram reconhecidos como patrimônio cultural brasileiro pelo Iphan em 2008, e estão inscritos no Livro de Registro das Formas de Expressão e no Livro de Registro dos Saberes, respectivamente.

A Roda

Profundamente ritualizado, o espaço da Roda reúne cantos e gestos que expressam uma visão de mundo, uma hierarquia, um código de ética, e revelam companheirismo e solidariedade. É na roda de capoeira que se formam e se consagram os grandes mestres, se transmitem e se reiteram práticas e valores tradicionais afro-brasileiros. Forma redes de sociabilidade, gera identidades comuns e laços de cooperação entre seus integrantes. É o lugar de socialização de conhecimentos e práticas; de aprender e aplicar saberes, testar limites e invenções, reverenciar os mais velhos e improvisar novos cantos e movimentos.

Metaforicamente representa a roda do mundo, a roda da vida, onde há lugar para o inesperado, onde ora se ganha ora se perde. A roda também tem a função de difundir os símbolos e valores relacionados à diáspora africana no território brasileiro. Leva a mensagem de resistência sobre o sistema escravagista.
Roda de Capoeira recebe o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade


Categorias: Novembro 2014
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 23 Fevereiro 2018 Inscrições para workshop gratuito de defesa pessoal feminina
até 23 Fevereiro 2018 Inscrições para cursos gratuitos de teatro de animação, instrumentos e prática de orquestra do IFSC
até 23 Fevereiro 2018 Inscrições para oficina gratuita de Curadoria Colaborativa de Coleções
até 25 Fevereiro 2018 Trilha Medita do Vale da Utopia da Guarda do Embaú com prática de yoga e meditação orientada
até 26 Fevereiro 2018 Palestra gratuita Os Mistérios dos Antigos Celtas
até 28 Fevereiro 2018 Inscrições para curso pré-vestibular gratuito do Einstein Floripa 2018


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar