FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Abril 2015
Museu da Imagem e do Som exibe filmes catarinenses - Programação de 7 a 13 de abril



Quando: de 7 a 13 de abril
Onde: Museu da Imagem e do Som, Centro Integrado de Cultura (CIC)
Endereço: Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica
Quanto: Gratuito

De 7 a 13 de abril o Museu da Imagem e do Som (MIS/SC) exibe os filmes Cerveja Falada (de Demétrio Panaroto, Luiz Henrique Cudo e Guto Lima), Pandemonium (de Yannet Briggiler e Rodrigo Amboni) e Sereia (de Yannet Briggler) em conjunto com a mostra Coleções do MIS. Os documentários foram contemplados pelo Prêmio Catarinense de Cinema da Fundação Catarinense de Cultura (FCC). A visitação fica aberta de terça-feira a sábado, das 10h às 20h30min; e aos domingos e feriados, das 10h às 19h30min.

A exposição Coleções do MIS mostra um pouco do acervo do Museu, com discos, aparelhos de som, videocassete, entre outras peças.

Sobre os filmes:

CERVEJA FALADA
Direção: Demétrio Panaroto, Luiz Henrique Cudo e Guto Lima. Brasil. 15min - Edital 2008
Rupprecht Loeffler foi um senhor de 93 anos de idade. Sua profissão? Mestre cervejeiro. Ele e sua cervejaria, a "Canoinhense”, que está em atividade desde 1915, são os personagens deste documentário. Uma viagem no tempo.

PANDEMONIUM
Direção: Yannet Briggiler e Rodrigo Amboni. Brasil. 2011. 11min. Animação – Edital 2008
Condenado a viver eternamente o mesmo pesadelo, o Ser busca inutilmente sair de Pandemonium, um lugar onde os demônios se reúnem para fazer o mal e causar desordem. Nessa aventura, personagens ambíguos e delirantes, assim como os cenários sombrios, são livres interpretações dos poemas de Últimos Sonetos, de Cruz e Sousa.

SEREIA
Direção: Yannet Briggler. Brasil. Ficção. 2009. 10min - Edital 2008
Num mundo desolado a alta das marés provocou transformações radicais. Poucos pedaços de terra sobraram para a ocupação humana e os homens tiveram que se adaptar com a falta de recursos e a solidão. Neste contexto o personagem central, Simão, vive só num pequeno penhasco. Quase todos os recursos que ele encontra para a sua sobrevivência vêm do mar, onde ele pesca com um gancho pendurado a uma corrente. Sua rotina é marcada pela monotonia e melancolia até que um fato inusitado acontece em sua vida: ele encontra uma mulher pendurada no guancho. Aparentemente morta ele a resgata e cuida de sua recuperação. A alegria toma conta de Simão e conforme ela se recupera coisas estranhas começam a acontecer. A barreira entre o universo onírico e a realidade se desfaz e entre momentos de profundo desejo e horror, Simão, confuso, passa a pensar somente em como se livrar dela.
Museu da Imagem e do Som exibe filmes catarinenses - Programação de 7 a 13 de abril


Categorias: Abril 2015
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 20 Dezembro 2017 Palestra gratuita sobre fotografia básica ... >> Educação / Cursos


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar