FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Julho 2015
Exposição “Design para Todos” - Bienal Brasileira de Design



Quando: até 12 de julho
Onde: Museu de Arte de Santa Catarina (Masc)
Endereço: Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica
Quanto: Gratuito

Florianópolis recebe, de 15 de maio a 12 de julho, a Bienal Brasileira de Design, que neste ano tem como tema "Design para todos”. As atividades - seis exposições, um seminário internacional, ações educativas e interativas e um circuito de ações paralelas - vão acontecer em diversos espaços da cidade com o objetivo de mostrar projetos que atendem a todas as pessoas, independentemente de idade, gênero, classe social ou escolaridade, dentro do chamado design acessível ou design universal.

Quatro mostras serão abrigadas em espaços administrados pelo Governo do Estado, por meio da Fundação Catarinense de Cultura, vinculada a Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte.

Entre elas está a exposição principal da Bienal Brasileira de Design 2015 Floripa "Design para Todos”, com curadoria geral do designer e professor Freddy Van Camp, e dos curadores adjuntos Célio Teodorico e Pedro Paulo Delpino. A exposição estará disponível para visitação gratuita no Museu de Arte de Santa Catarina (Masc), de 15 de maio a 12 de julho, de terça-feira a sábado, das 10h às 20h30min; domingo, 10h às 19h30min.

Freddy Van Camp, além de curador geral, e também o curador da exposição principal da Bienal Brasileira de Design 2015 Floripa "Design para Todos”, é professor universitário e designer de destaque, disseminando a atividade pelo mundo.

Centrada em três visões – design democrático, design especial e design público – a mostra Design para todos - Para melhorar a vida exibirá, sobretudo, produtos, em especial os de fabricação industrial. Estarão representados exemplos de design gráfico, embalagens, ambientes e serviços, além de projetos de todas as regiões do país, o que contempla também projetos artesanais. "Não queremos criar setores no espaço expositivo; ao contrário, a ideia é "misturar” um pouco as coisas, pois é importante que o público possa perceber a presença do design tanto em uma cadeira de rodas como na sinalização de um banheiro ou num conjunto de potes de plástico. Desse modo, fica mais claro para as pessoas que com design se vive melhor", diz o curador Freddy Van Camp.

Dentre os destaques está a presença do carro UP!, da Volkswagen, criado na Alemanha por uma equipe 100% brasileira. "Importaram a equipe inteira do Brasil, o que mostra a força do nosso design", ressalta. "Esse carro é pensado para ser o primeiro carro das pessoas e estará em exposição, para que o público possa conferir."

Na área médica, o design pode ajudar a humanizar espaços e equipamentos em geral associados ao sofrimento. Um andador que parece um velocípede, por exemplo, pode fazer toda a diferença para uma criança com paralisia cerebral. Transformar um tomógrafo computadorizado num submarino de histórias infantis pode mudar tudo na hora de um exame, pois participar de uma aventura é bem mais convidativo para a criança do que entrar numa máquina assustadora. O design é um ingrediente importantíssimo num momento assim.

Dentre os nomes e projetos emblemáticos que farão parte da mostra, o curador destaca os abrigos de ônibus assinados por Guto Índio da Costa, criações do escritório Questto Nò, de Levy Girardi, e a ambientação de Gringo Cardia para uma sala de tomografia infantil. "Acho que a grande pegada é mostrar projetos que aplicam o design em situações inusitadas", diz.

Freddy chama atenção também para o projeto de humanização das usinas da Vale, que envolve aspectos como o uso de cores e codificações para amenizar os impactos da atividade industrial e tornar os espaços mais agradáveis. "Na exposição, será montado um percurso que reproduz parte da área industrial, para que as pessoas possam conhecer a dimensão desse trabalho", diz.

Outra inovação é a máquina de solda que pode ser carregada a tiracolo. "É um equipamento versátil, além de colorido", explica Freddy, que acrescenta que o design de produtos voltados para o grande público também marcará presença. "A garrafa térmica de design moderno que pode ser encontrada em lojas de departamentos vai estar lá também", diz.

DESIGN PARA TODOS
Design para Todos (Design for All) pode ser entendido como design universal, ou o design que promove um acesso irrestrito e democrático dos indivíduos a produtos, espaços e serviços - públicos e privados - levando-se em consideração tanto sua diversidade física, biológica, cognitiva e cultural, como também a sua acessibilidade econômica. Essa visão estendida do design voltada para a democratização social de funções de produtos, ambientes e serviços com propostas de usos para as mais diversas camadas sociais, grupos com restrições físicas e usuários de serviços públicos e privados, pretende atender as necessidades da maior parcela possível da população e faz da acessibilidade uma palavra chave do conceito de "Design para Todos”, que será visto nesta edição da Bienal Brasileira de Design 2015 Floripa. O Design é um processo que começa com uma ideia (nova proposta), segue seu desenvolvimento com um método e adquire uma forma e linguagem que expõe uma fácil compreensão de uso. Esse conceito básico é utilizado para a escolha dos produtos expostos. A visão do "Design para Todos”, na concepção da exposição principal da Bienal Brasileira de Design 2015 Floripa propõe os seguintes pontos de vista:

DESIGN DEMOCRÁTICO
1 - Aspecto democrático que pretende disseminar o uso de produtos para todas as camadas sociais e especialmente para a nova classe emergente no país.

DESIGN ESPECIAL
2 - Respeitando a diversidade do ser humano possibilita também acesso de grupos excluídos por suas características físicas, biológicas, cognitivas e culturais ao uso de produtos, serviços e mensagens.

DESIGN PÚBLICO
3 - Projetos da esfera pública que atendam ao direito das populações urbanas em se locomover, ao conforto e ao entretenimento e a interação com o meio urbano. Abrange produtos, ambientes, mensagens e intervenções no ambiente construído, que incluem ainda a educação e a saúde.

CURADOR GERAL: FREDDY VAN CAMP
CURADOR ADJUNTO: CÉLIO TEODORICO
CURADOR ADJUNTO: PEDRO PAULO DELPINO Exposição “Design para Todos” - Bienal Brasileira de Design

Categorias: Julho 2015
Deixe seu comentário!
comentários







Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 14 Dezembro 2016 Inscrições para Projeto Verão Cultural CIC... >> Música
até 17 Dezembro 2016 Inscrições para oficinas gratuitas de comp... >> Educação / Cursos
até 25 Dezembro 2016 Inscrições abertas para o 4º Bazar Vegano ... >> Especiais / Outros
até 28 Maio 2017 Ironman Florianópolis 2017 abre inscrições >> Esportes
Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter
Buscar