FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Março 2016
Concerto de lançamento do CD "Paisagem em Colapso" do pianista Diogo de Haro



Quando: 30 Março 2016, Quarta-feira, às 20 horas
Onde: Teatro Governador Pedro Ivo
Endereço: Rodovia SC 401, 4600 - Saco Grande
Quanto: R$20 inteira e R$10 meia-entrada

Quanto: R$ 20, com direito ao CD

Depois do lançamento em Joinville, o pianista, compositor e performer Diogo de Haro faz o concerto e lança seu novo CD “Paisagem em Colapso” no dia 30 de março, no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis. Vinte peças extraídas de sessões de gravações de improvisação livre compõem o novo trabalho do pianista. Patrocinado pelo governo do Estado, por intermédio do Prêmio Edital Elisabete Anderle Estímulo à Cultura, o artista elabora uma improvisação transestilística com a qual percorre livremente os territórios da música clássica, da música contemporânea de concerto, do jazz e da música eletrônica.

“Paisagem em Colapso” contempla situações caóticas, contraditórias, instáveis. Como manter o equilíbrio quando o chão se move, indaga Diogo, que enfrenta, como todo ser sensível, a angústia criativa ante a complexidade das demandas contemporâneas de um mundo em contradição, quando é urgente estar preparado para agir e reagir instantaneamente, em seu caso na tentativa de produzir um discurso musical organizado. O resultado desses embates parece se refinar e condensar no trabalho.

Os concertos em Joinville e Florianópolis não se limitam à divulgação do CD "Paisagem em Colapso". “Nos concertos, revisitarei alguns dos conceitos que desenvolvi durante a gravação, mas pretendo trazer também um tipo de improvisação mais livre e fluida que tenho retomado nos últimos meses. O programa também inclui algumas das minhas novas e antigas composições, todas com algum tipo de abertura para improvisação”, diz Diogo.

O ponto de partida de uma improvisação livre, explica ele, é composto exclusivamente pelos elementos que o músico acessa de modo instantâneo de sua base de conhecimentos adquirida em estudos e muita prática. “Na chamada improvisação livre existe um esforço de eliminar, tanto quanto possível, o elemento predeterminado da composição musical. Nesse caso, a aceitação do devir é a postura mais conveniente, elementos imprevisíveis não só podem ser admissíveis como devem ter sua própria condição de adversidade ressignificada”, esclarece.

Além da realização dos concertos, o projeto prevê o registro integral em áudio e vídeo com edição de Alan Langdon, artista visual e cineasta, autor de filmes independentes. A colaboração de Alan, além de valorizar momentos significativos das apresentações, recriará atmosferas que tanto podem ser lembradas pelos espectadores quanto apreciadas por quem não puder assistir aos espetáculos. Com esse registro, Diogo quer proporcionar acessibilidade ao seu trabalho via internet, para estruturar um programa amplo de divulgação e circulação de concertos de improvisação livre no país e fora dele.

Sobre o artista

Nascido em Florianópolis em 1976, o pianista e compositor catarinense Diogo de Haro concentra suas atividades em concertos, performances e registros sonoros que exploram as possibilidades da improvisação musical e composição instantânea, bem como do repertório escrito para piano ao longo da história até a atualidade. Pianista de formação clássica (mestre em práticas interpretativas – piano pelo programa de pós-graduação em música da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e bacharel em música pela Universidade do Estado de Santa Catarina também é um explorador de sonoridades eletrônicas. Em março de 2016, lança uma série de videoclipes do concerto “Miragem” realizada nas paisagens serranas de Urubici, trabalho em que utiliza sintetizadores analógicos e um velho piano eletromecânico fabricado pelo lendário Seo Clomildo Suette.

Foi realizador do projeto Som e Chão, em colaboração com o artista visual Tiago Romagnani, instalação performática eletroacústica ganhadora do Prêmio Rumos de Audiovisual do Itaú Cultural (São Paulo/Berlin, 2013). Com o baterista e performer Peter Gossweiller, o pianista realizou a série de vídeos de improvisação em duo Piano e Bateria em Música Instantânea, projeto realizado por meio do Edital de Cultura da Fundação Franklin Cascaes (Florianópolis, 2012). Integrante do ensemble Paradoxos com o fagotista Adolfo Almeida, ganhou o prêmio Rumos de Música do Itaú Cultural em 2006. Como compositor, é autor de trilhas sonoras para documentários, filmes, animações e espetáculos de dança, entre os quais destacam-se “Fundo”, animação de Yanner Briggiler (Florianópolis, 2013); “Hidro”, animação de Yanner Briggiler (Florianópolis, 2014); “Audácia”, documentário de Chico Pereira (Florianópolis, 2008); “40 Dias de Embarque”, documentário de Chico Pereira (Florianópolis, 2011); espetáculo de dança “Como um Risco de Papel”, de Marcela Reicheldt, premiado pelo Centro de Cultura Inglesa (Florianópolis, 2008).

Equipe técnica

Projeto de circulação: Lançamento do CD Paisagem em Colapso
Produção executiva do CD: Ariele Louise Barichello Cunha
Produção dos concertos: Diogo de Haro
Piano, composição e performance: Diogo de Haro
Concepção: Diogo de Haro
Fotografia da capa do CD: Felipe Vernizzi
Fotografia: Cristiano Prim
Edição de vídeo: Alan Langdon
Câmeras: Leandro Lopes
Captação de áudio: Eduardo Serafin
Projeto gráfico: Paula Albuquerque
Assessoria de imprensa: Néri Pedroso Concerto de lançamento do CD "Paisagem em Colapso" do pianista Diogo de Haro

Categorias: Março 2016
Deixe seu comentário!
comentários







Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 09 Dezembro 2016 Exposição "Conexões Viscerais" e... >> Exposições
até 17 Dezembro 2016 Inscrições para oficinas gratuitas de comp... >> Educação / Cursos
até 25 Dezembro 2016 Inscrições abertas para o 4º Bazar Vegano ... >> Especiais / Outros
até 28 Maio 2017 Ironman Florianópolis 2017 abre inscrições >> Esportes
Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter
Buscar