FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Julho 2016
Edição Manoel de Barros estreia ciclo de leituras "Poesia no Café"



Quando: 26 Julho 2016, Terça-feira, às 19h30min
Onde: Tralharia - Antiquário, Café, Bar
Endereço: Rua Nunes Machado, 104 - Centro
Quanto: Gratuito
Evento no FB: www.facebook.com/events/599323196914173
e-mail: contato@renatotapado.com

A partir de 26 de julho (terça-feira), às 19h30, o Tralharia será cenário do Poesia no Café, um ciclo de leituras protagonizadas pelo escritor Renato Tapado. Com cerca de 30 minutos, o ciclo tem a proposta de trazer ao público textos de autores consagrados, principalmente brasileiros, num flerte entre a poesia e a prosa. Nessa estreia, foi escolhido o escritor Manoel de Barros, em homenagem ao centenário de seu nascimento.

Segundo Renato, as leituras devem acontecer ao menos uma vez por mês, sempre numa terça-feira. “A ideia do ciclo, que já aconteceu aqui em Florianópolis e em Buenos Aires, é reunir pessoas num ambiente descontraído para escutar ótima literatura acompanhada de uma boa cerveja artesanal”, revela o escritor.

RENATO TAPADO é escritor, tradutor, revisor e professor. Formado em Letras Português/Espanhol e mestre em Teoria Literária pela UFSC, publicou seu primeiro livro em 1987: Poemas para quem caminha, Prêmio Luís Delfino de Poesia (Editora da UFSC). Também é autor de Massala (com Jayro Schmidt), Viagens (Editora da UFSC), O lugar do escritor: ensaio sobre Emil Cioran (Oficinas de Arte do CIC) e Mulher azul (diário feminino), que foi adaptado para o cinema por Maria Emília de Azevedo na França. Para a mesma diretora, Renato Tapado escreveu os textos do filme Roda dos expostos (Prêmio de Melhor Fotografia no Festival de Cinema de Gramado 2001). Trabalhou em Havana e em Buenos Aires. Em seu site, www.renatotapado.com, se encontram nove livros inéditos, além de aforismos, cartas, fragmentos de diários e outros textos.

MANOEL DE BARROS (1916—2014) é um dos maiores poetas brasileiros. Nascido no Mato Grosso morou no Rio de Janeiro, na Bolívia, no Peru e nos Estados Unidos, até voltar para o Brasil — Mato Grosso do Sul — onde foi criador de gado. Longe dos centros culturais mais importantes do País, construiu uma obra poética singular no panorama literário brasileiro, só comparável a João Guimarães Rosa. Recebeu dois Prêmios Jabuti, entre outros.

Para Carlos Drummond de Andrade, Manoel de Barros era o maior poeta brasileiro. Seus livros principais são: Livro de pré-coisas (1985), O guardador de águas (1989), O livro das ignorãças (1993) e Livro sobre nada (1996).

Para mais informações, curta a página de Renato Tapado: www.facebook.com/rtapado.poesia/
Edição Manoel de Barros estreia ciclo de leituras "Poesia no Café"


Categorias: Julho 2016
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 21 Fevereiro 2018 Inscrições para cursos gratuitos de teatro de animação, instrumentos e prática de orquestra do IFSC
até 21 Fevereiro 2018 Inscrições para curso pré-vestibular gratuito da Rede IVG - processo seletivo de 2018
até 21 Fevereiro 2018 Inscrições para curso pré-vestibular gratuito Extensivo 2018 do Projeto Integrar
até 21 Fevereiro 2018 Inscrições para curso pré-vestibular gratuito do Einstein Floripa 2018
até 21 Fevereiro 2018 Inscrições para oficina gratuita de Curadoria Colaborativa de Coleções
até 02 Março 2018 Udesc abre inscrições para curso gratuito de fundamentos da técnica violonística


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar