FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Outubro 2016
Exposição do arquiteto catalão Antoni Gaudí no Masc



Quando: até 30 de outubro
Onde: Museu de Arte de Santa Catarina (Masc)
Endereço: Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica
Quanto: R$10 inteira e R$5 meia-entrada

Após o sucesso da maior exposição no Brasil de Joan Miró (1893 – 1983), "A Força da Matéria", no ano passado, a Arteris e o Instituto Tomie Ohtake trazem a Florianópolis a mostra do arquiteto Antoni Gaudí (1852 – 1926), um dos símbolos do modernismo catalão e conhecido por diversos edifícios históricos de Barcelona e outras cidades espanholas. Santa Catarina será o primeiro estado brasileiro a receber a exposição, que depois segue para São Paulo em novembro. Terá ainda uma terceira cidade, que deve ser Brasília ou Rio de Janeiro.

A exposição "Gaudí, Barcelona 1900" chegará a Florianópolis em agosto e ficará aberta ao público por pouco mais de dois meses, de 27 de agosto a 30 de outubro, no Museu de Arte de Santa Catarina (Masc), no Centro Integrado de Cultura (CIC), no mesmo espaço que em 2015 recebeu a exposição de Miró, maior já realizada no museu. Cerca de 70 mil pessoas visitaram a mostra do artista espanhol.

A visitação da exposição Gaudí, Barcelona 1900 no MASC ocorrerá de terça-feira a domingo, das 10h às 21h. Às terças-feiras a entrada será gratuita e nos demais dias o valor da entrada será R$ 10 (meia-entrada R$ 5). Grupos de escolas e universidades públicas e projetos sociais terão entrada gratuita mediante agendamento, que será aberto a partir de terça-feira (16/08), no período vespertino.

Gaudí, Barcelona 1900 reúne 71 obras do mestre catalão, sendo 46 maquetes (quatro delas em escalas monumentais) e 25 peças entre objetos e mobiliário. Completam a mostra mais 42 trabalhos de outros artistas e artesãos de Barcelona, produzidos nos anos 1900. Os trabalhos que serão expostos virão do Museu Nacional de Arte da Catalunha, Museu do Templo Expiatório da Sagrada Família e da Fundação Catalunya-La Pedrera, Gaudí.

Os curadores da exposição, Raimon Ramis e Pepe Serra Villalba, destacam os processos construtivos dos projetos de Gaudí por meio de modelos tridimensionais que ressaltam detalhes de sua arquitetura. No design, móveis e objetos, que vão de maçanetas de metal a peças em cerâmica e madeira, mostram como a criação artesanal conseguiu fundamentar a indústria. O conjunto das obras reunidas do consagrado arquiteto catalão testemunha a invenção de uma original geometria, calculada a partir da observação e estudo dos movimentos da natureza. Com este princípio racionalista protagonizado pelo orgânico, Gaudí instaura uma estética moderna única que marcou definitivamente a cidade de Barcelona.

Para ilustrar ainda mais a potência de um período em que a capital da Catalunha surge como projeto moderno de cidade, os curadores selecionaram 26 trabalhos entre objetos e elementos decorativos concebidos pelos chamados ensembliers (artesãos de alto nível), além de 16 pinturas. São artistas contemporâneos a Gaudí, que desenvolveram suas obras conforme os preceitos do modernismo catalão. Entre eles destacam-se os pintores Ramón Casas e Santiago Rusiñol, e ensembliers como Gaspar Homar ou Joan Busquets, que decoraram e mobiliaram as casas da burguesia catalã do período.

Trata-se da mesma burguesia que colaborou para a inovação e processo de integração entre urbanismo, arquitetura, arte, design e indústria, atuando como mecenas dessa importante geração de artistas e artesãos que configuraram um dos movimentos mais férteis e representativos da cultura catalã. “Um momento em que foram construídos os fundamentos culturais da Catalunha atual, em que o processo industrial, o lado íntimo, o momento, o acaso, a mecanização, entre outros, vão ganhando espaço, e a atividade artística vai se abrindo a novas propostas”, explicam os curadores. Neste panorama, sugere ainda a dupla, a obra de Gaudí condensa o debate técnico, estético, ideológico e social da virada do século.

Conhecido por inspirar-se nas formas e movimentos da natureza, Gaudí quebrou paradigmas ao criar um novo tipo de arquitetura, definida como naturalista e fundamentada na utilização dos materiais até o limite da resistência. Ele buscava a funcionalidade nas obras, mas encontrava a beleza.

O catalão tinha um método de trabalho incomum para a época: modelos tridimensionais em escala moldados pela gravidade e a técnica catalã tradicional do trencadis, que consiste de usar peças cerâmicas quebradas para compor superfícies.

Dentre as obras mais famosas está o templo cristão A Sagrada Família, em Barcelona. Ele assumiu a obra em 1883, aos 31 anos de idade, e dedicou-se a ela até o final da vida. A igreja é considerada uma obra prima da arquitetura. Tem cinco naves, com cruzeiro de três que foram uma cruz latina. Ainda está em construção e quando estiver concluída terá 18 torres.

Antoni Plàcid Guillem Gaudí Cornet nasceu na província de Tarragona, na Catalunha. Ainda criança teve problemas reumáticos que o acompanharam durante toda a vida. O pai precisou vender imóveis da família para pagar os estudos do futuro arquiteto e Gaudí trabalhou com alguns mestres de obras em Barcelona quando era estudante. Chegou ao auge da fama aos 58 anos. O espanhol morreu atropelado, aos 74 anos.

Venda os ingressos para exposição de Gaudí:

A exposição “Gaudí, Barcelona 1900” abre ao público no sábado (27), e os ingressos, ao valor de R$ 10,00 (meia-entrada* R$ 5,00), podem ser adquiridos a partir desta sexta-feira (26), na bilheteria do Teatro Ademir Rosa, localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC). A mostra do arquiteto catalão Antoni Gaudí, inédita no Brasil neste formato, será realizada no Museu de Arte de Santa Catarina (MASC), também localizado no CIC, até o dia 30 de outubro. A visitação ocorrerá de terça-feira a domingo, das 10h às 21h, com última admissão às 20h30.

Às terças-feiras a entrada será gratuita, com ingressos distribuídos das 9h45 às 20h, para visitação imediata. Cada pessoa poderá retirar até dois ingressos. Não haverá retirada antecipada de ingresso para visitação gratuita.

De quarta-feira a domingo a entrada será cobrada (R$ 10,00 e R$ 5,00 – meia-entrada) e os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente ou no dia da visitação. Para venda de ingressos a bilheteria funcionará de segunda a terça-feira das 13h às 20h (para venda antecipada, pois segunda-feira o Museu não abre e terça-feira a visitação é gratuita) e de quarta-feira a domingo das 9h45 às 20h. O pagamento poderá ser efetuado em dinheiro ou cartão de débito.

Visitas guiadas para público:

De 22 a 29/10, na última semana da exposição Gaudí as pessoas que visitarem a mostra internacional poderão participar de visitas guiadas pelos mediadores da exposição, sem a necessidade de agendamento prévio. A facilidade será oferecida a partir de sábado (22/10) em dias e horários previamente definidos, conforme o cronograma:

Quarta, quinta e sexta-feira (26, 27 e 28 de outubro): 11h30, 12h30, 14h30, 15h30 e 16h30.
Sábado (22 e 29 de outubro): 11h30, 15h e 18h.
Terça-feira (25) e domingo (30) não haverá visita guiada.

Para participar das visitas guiadas, que terão duração de 30 a 45 minutos cada, os interessados devem se informar junto à recepção do Museu sobre a próxima sessão disponível e deixar seu nome em uma lista. Serão atendidas até 30 pessoas por horário. A facilidade não será disponibilizada a grupos escolares e de outras instituições, que devem continuar realizando o agendamento normalmente para garantir o atendimento pleno.

Agendamento de grupos:

Grupos de escolas e universidades públicas e projetos sociais terão entrada gratuita mediante agendamento, que será aberto a partir de terça-feira (16/08), no período vespertino. Os agendamentos são destinados a grupos com mínimo de 20 e máximo de 30 pessoas e devem ser marcados exclusivamente pelo telefone (48) 3664-2633 ou (48) 3664-2683, de segunda a sexta-feira das 14h às 17h. Após o contato telefônico o responsável pelo grupo receberá um e-mail de confirmação que deverá ser impresso e apresentado no dia da visita para ter acesso à exposição. As visitas mediadas serão realizadas de quarta-feira a sábado, sendo que os grupos escolares terão preferência de agendamento durante a semana. Às terças-feiras e domingos não haverá mediação.

Quem tem direito a meia-entrada e qual a documentação necessária a ser apresentada:

Estudantes - identificação estudantil, podendo ser ela:
a) Carteira Estudantil emitida por entidades estudantis devidamente registradas e reconhecidas pelo Poder Público, que possuam data de validade;
b) Comprovante de matrícula ou declaração atual de vínculo com o estabelecimento de ensino, impresso e devidamente assinado pelos responsáveis da respectiva instituição de ensino dos diversos níveis;
c) qualquer documento oficial que comprove o vinculo educacional
Obs: Aos estudantes com idade até 18anos basta a apresentação de documento de identificação.
Pessoas com Deficiência - laudo médico oficial ou carteira de passe livre da pessoa com deficiência emitida pelo governo federal e documento oficial de identificação com foto.
Idosos - documento oficial de identificação que comprove idade igual ou superior a 60 anos.
Jovens hipossuficientes de 15 a 29 anos (baixa renda) - comprovante de inscrição no CADÚNICO (Cadastro para programas sociais do governo federal)
Professores de educação infantil, ensino fundamental e médio e superior das instituições de ensino publico e particulares do município de Florianópolis, e professores da educação básica (ensinos fundamental e médio) do estado de Santa Catarina - comprovante salarial atualizado e documento de identificação.
Doadores de sangue - documento de doador de sangue emitido pelos hemocentros e bancos de sangue do estado de SC, devidamente registrados.

Datas e Horários:

Abertura 26 de agosto (para convidados)
Visitação de 27 de agosto a 30 de outubro, de terça-feira a domingo, das 10h às 21h, com última admissão às 20h.
Quanto: de quarta-feira a domingo R$10 (meia R$5). Entrada gratuita às terças-feiras.
Venda de ingressos: a partir de 26/08, na bilheteria do Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC)
Horário bilheteria: segundas e terças-feiras das 13h às 20h (somente venda antecipada) e de quarta-feira a domingo das 9h45 às 20h (venda antecipada ou para o mesmo dia).
Retirada ingresso gratuito: terças das 9h45 às 20h, para visitação imediata – máximo de 2 ingressos por pessoa
Agendamento de grupos: de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h, exclusivamente pelo telefone (48) 3664-2633/2683 Exposição do arquiteto catalão Antoni Gaudí no Masc

Categorias: Outubro 2016
Deixe seu comentário!
comentários







Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 14 Dezembro 2016 Inscrições para Projeto Verão Cultural CIC... >> Música
até 17 Dezembro 2016 Inscrições para oficinas gratuitas de comp... >> Educação / Cursos
até 25 Dezembro 2016 Inscrições abertas para o 4º Bazar Vegano ... >> Especiais / Outros
até 28 Maio 2017 Ironman Florianópolis 2017 abre inscrições >> Esportes
Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter
Buscar