FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Outubro 2017
5º Bazar Vegano Floripa



Quando: 21 Outubro 2017, Sábado, das 12h12 às 21h21
Onde: SAL (Sociedade Amigos da Lagoa)
Endereço: Rua Henrique Veras do Nascimento, 350 - Lagoa da Conceição
Quanto: Gratuito
Evento no FB: www.facebook.com/events/173860546491178

A 5ª edição do Bazar Vegano Floripa será realizada no sábado, dia 21 de outubro, no centro comunitário da SAL (Sociedade Amigos da Lagoa), próximo ao centrinho da Lagoa da Conceição, em Florianópolis. O evento é aberto ao público com entrada franca!

É um evento cultural, apartidário e autogestionado, feito por pessoas comuns, independente, sem patrão, nem patrocínio municipal, estatal, institucional ou empresarial.

Venha somar a ação de ativistas independentes dedicadas pela defesa do respeito a todos nós, animais humanos e não-humanos sob uma perspectiva abolicionista e permacultural para todas as pessoas, sejam elas veganas ou ainda não veganas.

Venha somar conosco nesse trabalho social humanitário, de construção educacional conjunta, organização por cooperação.
Nativos Guaranis, cooperativas, associações, pequenas produtoras da região, cozinheiras, artesãs, escritoras, permacultoras e artistas, tudo junto misturado, dentro e fora fora e dentro! Somos todos animais!

8 RODAS DE BATE PAPO - Sinopses & Sinapses
Pelas Ações Entre os Movimentos Sociais - 5º Bazar Vegano Floripa

13h20 O SINCRONÁRIO DE 13 LUAS
E O FIM DO TEMPO LINEAR GREGORIANO
É Tempo de revermos nossa frequência diante da vida que levamos!
Roda de conversa para falar sobre a prática do Sincronário de 13 luas de 28 dias. Explicaremos sobre os impactos negativos do calendário Gregoriano (12:60) para a humanidade, e como despertar para a leitura harmonica do Tempo 13:20, referente ao Código dos Maias, que respeita os ciclos terrestres. Venha compartilhar essa frequência conosco!

*Esse dia será no sincronário o dia Kali (dia da semana), kin 151, Macaco Galáctico Azul, dia de harmonizar com fim de brincar, Modelando a ilusão, processo da magia e integridade. Dia de Portal de Ativação Galáctica!

ApresentAção:
Telma Regina Coelho - Florianópolis-SC
AllBano Dias - Goianésia-GO

14h14 VEGANISMO NÃO É DIETA
O ESPECISMO DENTRO DO MOVIMENTO E SUA DESPOLITIZAÇÃO

O veganismo é uma dieta? Um "estilo de vida" saudável? Cade o antiespecismo? Cade os animais? Acha que "salva vidas" por deixar de comer carne? Porque estamos falando de alimentação e não de animais de rua? E os santuários? Onde está a libertação animal? Reflexões e criticas sobre o veganismo e o especismo dentro do movimento e sua despolitização. Pensando coletivamente o especismo no cotidiano, o que podemos fazer a partir das nossas possibilidades, ações que buscam construir práticas de apoio mútuo e solidariedade entre as espécies. Pela destruição do imaginário branco, machista, elitista, europeu, gordofóbico, neoliberal e capacitista do veganismo hegemônico.

ApresentAção:
Kono, Constanza A. Castillo
Activista lesbiana anarko-feminista. Performera, ¿escritora? y tallerista en curso, proletaria de la feminidad, activando desde lo monstruoso, las disidencias corporales desarrollando temas como la politización de la gordura y la cuerpa, la heterosexualidad como régimen político, lucha antipatriarcal y antiespecista, post-porno, alianzas con transytravestis, hiperfeminidad, bondage/shibari/kinbaku y nuevas exploraciones con el dolor, entre otros.
Quilpué-Valparaíso - Chile-CHL

15h15 ESCRAVIDÃO MODERNA
RELACIONANDO OS PROCESSOS PARA A ESCRAVIDÃO E SUAS FORMAS NO CURSO DO ESPAÇO/TEMPO

Para além da escravidão do Humano sobre o Humano e seus aspectos dicotômicos nas sociedades humanas – Homem sobre Mulher, Explorador sobre Explorado, Elite sobre Povo, Aptos sobre Inaptos,
Técnicos sobre Leigos, Clero sobre Fiéis – considerar-se-á também as mútliplas formas de escravidão do Humano sobre o não-Humano com o objetivo de trazer para o debates as maneiras como estes processos acontecem, aconteceram e os reflexos do passado no presente, as perpectivas futuras e provaveis fatores que contribuiriam para a abolição de tais processos.

ApresentAção:
Hugo Deigman
Ex-Professor e Estudante de História, Publicitário por Formação, Músico, Ativista Cultural e Culinarista Vegano
Timóteo-MG

16h16 DIREITOS ORIGINÁRIOS
DEMARCAÇÃO, HOMOLOGAÇÃO E RESPEITO JÁ!

A palavra de quem resiste há mais de 517 anos pela “América do Sul”. Povos originários de inúmeras diferentes aldeias que foram taxados de índios. Aqui não é a Índia!

Protagosnista:
Kuaray Tataendy
Guerreiro Nativo Guarani
Aldeia Itaty - Morro dos Cavalos - Palhoça - Meiembipe-SC

17h17 AMOR NÃO É DOENÇA
PROJETOS DE “CURA” À COMUNIDADE LGBT
Respeite a diversidade e cure as suas fobias!

ApresentAção:
Raíssa Éris Grimm, Florianópolis-SC

18h18 A LEGALIZAÇÃO DO ABORTO E O IMPACTO SOBRE MULHERES NEGRAS:
ALGUNS RESULTADOS SOBRE A DESCRIMINALIZAÇÃO DA INTERRUPÇÃO VOLUNTÁRIA DA GESTAÇÃO

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a cada dois dias, uma mulher morre no país, vítima de aborto clandestino e mais de 1 milhão de mulheres no país se submetem a abortos clandestinos anualmente. Mais de uma em cada cinco mulheres entre 18 e 39 anos de idade já recorreu a um aborto na vida. De todas essas mulheres, sabemos que as que têm mais dinheiro e que são, em sua maioria, brancas, conseguem realizar o procedimento de forma segura em clínicas particulares. Já as mulheres pobres e negras são as que mais morrem por não terem acesso à procedimentos seguros. Diante desses dados, percebemos que falar em aborto é de muita seriedade e importância, pois trata-se de uma questão de saúde pública que atinge muitas vidas.

ApresentAção:
Nathália Dothling Reis
Mulher Negra, Ativista AnarcaFeminista e Vegana. Bacharela em Ciências Sociais pela UFSC e Mestranda em Antropologia Social na mesma universidade, é pesquisadora na área de gênero há 5 anos. Atualmente estuda a temática da liderança de mulheres em comunidades quilombolas, pensando na intersecção do gênero com questões étnico-raciais e de classe.
Ipatinga-MG

Daniela Rosendo
Defensora dos Direitos Humanos, Feminista e Vegana
Doutoranda e Mestra em Filosofia, Ética e Filosofia Política UFSC, Bacharela em Direito UNIVILLE, Prof.ª FGG, Ass.ª pesq. IDDH e Membra do CLADEM Brasil
Joinville-SC

19h19 O QUE É FASCISMO?
HISTÓRIA - CARACTERÍSTICAS - ATUALIDADES

ApresentAção:
Coletivo Desterro Antifascista – Florianópolis-SC

20h20 O ATIVISMO POÉTICO SARAUS E SLAM
ARTES POÉTICAS NO CONTEXTO URBANO COMO POSSIBILIDADES EMANCIPATÓRIAS

Nos últimos anos os movimentos de saraus de rua propostos por diversos coletivos – cada qual com sua(s) vertente(s) de atuação e História própria – tem promovido maior acesso à literatura popular contemporânea e às artes maginais. As midias interativas, os espaços particulares que se abrem, os espaços públicos que se conquistam e o ativismo cultural popular tem papel crucial na emancipação de pessoas, classes, etnias e gêneros, possibiltando ambientes democráticos para a difusão de ideias que contribuem sumariamente para a organização, o entendimento e a fundamental mudança de paradigmas sociais por intermédio das artes até então marginalizadas.

ApresentAção:
Coletivo A Rua Declama – Florianópolis-SC

RODAS ACESSÍVEIS EM LIBRAS:

•15h15 ESCRAVIDÃO MODERNA
•17h17 AMOR NÃO É DOENÇA (DIVERSIDADE SEXUAL E DE GENERO)
•18h18 A LEGALIZAÇÃO DO ABORTO (IMPACTO SOBRE NEGRAS)

Interprete Voluntária:
Numa carona conhecemos Gabirela Benaiter, mãe de uma menina surda, hoje com 23 anos. Professora e interprete de surdos com 20 anos de experiência. Natural de Canoas-RS mudou para Floripa em busca de uma vida melhor e para poder fazer sua parte na mudança para um mundo melhor! Ofereceu seu talento para três rodas em nosso bazar. Agradecemos sua dedicAção!

OFICINAS & SONORIDADES
Pelas Ações Entre os Movimentos Sociais - 5º Bazar Vegano Floripa

10h10 DIGA OI AO CAOS

No pré-bazar, um ensaio aberto ao caos. Duo de música experimental e improvisação fruto de uma parceria que teve início em 2015. O duo toca sobretudo músicas autorais com base no improvisar, sentir e fluir. O caos sonoro é proporcionado através de uma guitarra e um baixo, acompanhados de beats eletrônicos de uma drum machine, diversos pedais de efeitos sonoros e experimentos com outros instrumentos, como flauta, kazoo, triângulo e tambor xamânico...

ApresentAção:
- Diogo Santos M, Cawe Coy + Penetras, Florianópolis-SC

12h12 RAP INTERVENÇÃO

De origem freestylera
Humildemente
Potencia verdadeira
Vivência de repente expressando
Altos e baixos da realidade
Em versos relatando
Energia renovando!

ApresentAção Direta:
- Moa MC, Sampa/Floripa

13h13 OFICINA DE DEFESA ANTI-PATRIARCAL
*CURSO ABERTO SOMENTE PARA MULHERES E TRANS

Numa sociedade patriarcal é necessário saber se defender dos machos.
Em nosso bazar será oferecida uma oficina introdutória de defesa pessoal baseada no Wing Chun que é uma arte marcial de enfoque cientifico, estrutura na base da simplicidade, objetividade e máxima eficacia, princípios que outorgam as praticantes um relaxamento total e calma para poder reagir a qualquer situação.

ColaborAção:
- MANOELA, Rio de Janeiro-RJ
- PABLO GUEVAVA, Cusco - Peru-PER
Práticantes de Wing Chun cientifico e Latosa Escrima Filipina. Representantes da escola Wugon Kwoon em Florianópolis zelada pelo professor Alexandre Trinidade de Porto Alegre Escola afiliada a EBMAS do Grande Mestre Emin Boztepe.

14h14 OFICINA DE LEITES VEGETAIS POPULARES

Vamos aprender a fazer leites vegetais bem nutritivos e deixar as vacas e bezerros, a sua saúde e o seu bolso em paz! Autonomia!

FacilitAção:
- Paula Pelegrin, Itu-SP e Matt, Califórnia-USA
MissMoo, Leites Vegetais Caseiros

15h15 TRANS-BAMBOLÊ

ApresentAção:
- Vulcanica Pokaropa, Presidente Bernardes-SP

16h16 DIDGERIDOO E HAND PAN

Sons multiculturais viajam mundo afora. O antigo e o novo unidos pelo cosmos.

ApresentAção:
- Brian Berti, Buenos Aries-ARG

17h17 CORAL GUARANI TAPÉ MIRIM

Máximo respeito ao Coral de Crianças Guaranis da Aldeia Itaty
Morro dos Cavalos - Palhoça, Grande Meiembipe!

18h18 SENEGAL ILHA ARTE

Nossos camaradas imigrantes africanos apresentam o som da Bongona!

ApresentAção:
- Kara Modou e Ibrahim, Dakar, Senegal-SEN

19h19 POESIA PRETA

As Margens. As Margens da sociedade, contra o racismo. Boom bap ainda vive, Zumbi ainda vive, X, King, rap nacional. Lançando o seu primeiro Album: Poesia Preta

ApresentAção:
- Grupo: As Margens, Biguaçú-SC

20h20 TAIOBAS RAP RESISTE

Taiobas é uma coletiva sonora experimental - orgânica que busca a união de corpas pulsares batuques e harmonias. Utilizando a arte como campo de batalha, fortalecendo a livre expressão e empoderamento de todes os seres.
Marginais transcendendo contra corrente - disseminando nossa mensagem de resistência.

ApresentAção:
- Banda: Taiobas Rap Resiste, Matinhos-PR

TAPETE DE RECEPÇÃO: TROCA DE SEMENTES CRIOULAS
A luta contra os transgênicos é todo dia. Durante o dia inteiro teremos um tapete exposto logo na entrada do evento, sob coordenação da Coletiva Agroecológica e Abolicionista Caaporã, vinda especialmente de Matinhos, pela quinta vez ao Bazar Vegano Floripa.

CoordenAção:
Coletiva Caaporã - Matinhos-PR

EXPOSIÇÃO “SINAIS DO TEMPO”
ILUSTRAÇÕES SOB RESSIGNIFICAÇÃO DOS CÓDIGOS DA LEI DO TEMPO

Treze obras que mostram estudos no tema Tempo e sua freqüência Cósmica. A exposição estará localizada próximo da entrada da SAL, na parede onde teremos as oito rodas de bate papo.

ApresentAção:
- Allbano Dias, Goianésia-GO

NECA DE PITIBIRIBA - INTERVENÇÃO ARTÍSTICA

Neca de Pitibirba, expressão popular que significa "nada", "bulhufas", "nadica de nada". Espetáculo que busca a pura arte do palhaço, com pretextos para interação com o público, que são puras bobagens, desde a tentativa de aprender a fazer malabares com três claves, até a promessa de fazer o salto clássico de palhaço "mortal, triplo escarpado, la escarpeta, alá Daiane dos Santos, com a língua saindo pelas orelhas". No meio do caminho intensas interações com o público, formação de torcidas, mobilização da participação das pessoas, diálogos e mensagens político-educativas que tangem a construção de uma cultura ecológica. Histórico do Espetáculo “Neca de Pitibiriba” é um espetáculo solo de rua, resultado de pesquisas desenvolvidas por Igor Sant’Anna, o palhaço Caxambó desde 2009. Os laboratórios começaram no Parque de Pituaçú (Salvador,BA), onde ocorreu a criação da maioria das cenas, que foram resultados de improvisações e interações com o público. Compondo uma linha da Cia. Pé na Terra, o espetáculo é caracterizado pela busca da essência da arte do palhaço. Foi construído na rua, em diversas praças e parques da cidade através de apresentações que serviram de laboratório para a construção da interação com o público. Além das praças, intervenções em ônibus coletivos da cidade esteve presente em alguns eventos : Encontro de Malabares, Arte e Cultura (2009/2010), Iº Grande Hein?Comtraço de Palhaço (2010), IIª Convenção Baiana de Malabarismo, Circo e Arte de Rua (2011), entre outros.

ApresentAção:
- Cia Pé na Terra, Salvador-BA
5º Bazar Vegano Floripa


Categorias: Outubro 2017
Tags: vegano, bazar
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 15 Dezembro 2017 5º Festival de Fotografia Floripa na Foto ... >> Especiais / Outros
até 16 Dezembro 2017 Tour Gratuito Côza Nossa - Centro Históric... >> Especiais / Outros
até 16 Dezembro 2017 Tour Gratuito Côza Nossa - Coqueiros Histó... >> Especiais / Outros
até 20 Dezembro 2017 Palestra gratuita sobre fotografia básica ... >> Educação / Cursos


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar