FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Julho 2018
Programação gratuita do Cinema do CIC - junho de 2018



Quando: 30 Junho 2018, sábado, às 20 horas
Onde: Centro Integrado de Cultura (CIC)
Endereço: Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica
Quanto: Gratuito
Evento no FB: www.facebook.com/events/265489914190123

Neste mês de junho a Sala de Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC) terá lançamentos de filmes e conversa com diretor. As sessões são realizadas sempre de quinta-feira a domingo, às 20h, com entrada gratuita.

Mostra Eduardo Nunes

De 7 a 10 de de junho o Cinema do CIC exibe uma mostra do diretor Eduardo Nunes, que contará com dois longas: seu filme Sudoeste e a Pré-Estreia do seu filme Unicórnio, essa que contará com a presença do diretor e haverá bate papo após a sessão. A mostra finaliza com um Workshop de direção, para alunos da área de audiovisual. A exibição é em parceria com o Cineclube Rogério Sganzerla, Cinema do CIC e o Cineclube da Unisul.

Eduardo Nunes nasceu em 1969 na cidade de Niterói. Estudou Cinema da UFF. Em 1994 dirigiu seu primeiro curta: SOPRO; seguiram-se outros quatro filmes, que – juntos – receberam mais de 50 prêmios. Entre 1999 e 2014, dirigiu diversos documentários para a TV. Foi professor de cinema em diversas instituições, e ministrou, durante 6 anos, a oficina de roteiros na Universitat Salzburg (Áustria). Em 2012, realiza SUDOESTE, seu primeiro longa-metragem, exibido em 27 países e vencedor de 23 prêmios internacionais (incluindo dois Fipresci e o prêmio Andrei Tarkovski). Em 2017, realizou seu segundo longa-metragem, UNICÓRNIO, adaptado da obra de Hilda Hilst. Este filme teve sua premiere internacional em fevereiro de 2018 no 68º Festival de Cinema de Berlim (Berlinale), e já foi exibido e premiado em vários festivais internacionais.

Estréia

Novo documentário sobre o genial Toucinho Batera estreará no dia 13 de junho, às 20h, no Cinema do CIC. Músico brilhante e figura cativante – e, porque não, já lendária - do cenário artístico de Florianópolis, Lourival José Galliani (mais conhecido como “Toucinho") é o personagem central do documentário “Nada Precisou Ser Refeito”, dos cineastas Alan Langdon e Guilherme Ledoux, que ficará em cartaz até o dia 17, com sessões diárias e gratuitas.

O filme é um diário de viagem, ao estilo “road movie”, sobre a turnê cinematográfica e musical de Toucinho Trio realizada em 2009. E novamente lá estavam para documentar a dupla de cineastas que, anos antes, haviam levado também para as telas o longa-metragem “Sistema de Animação”, que retratava a vida peculiar e o inigualável e explosivo processo criativo do Toucinho Batera.

Na jornada de 2009 que passou por seis cidades catarinenses, Toucinho estava acompanhado pelo saxofonista Giann Thomasi (sax) e pelo guitarrista Fábio Carlesso, levando sua música instrumental e o documentário “Sistema de Animação” em apresentações promovidas pelo SESC SC. Em cada cidade visitada o trio instrumental apresentou músicas autorais de Thomasi e Carlesso, assim como obras de mestres como Hermeto Pascoal, Mongo Santamaria e Charlie Parker. Prevendo a chance única de um registro memorável e imprevisível, o cineastas Guilherme Ledoux, Alan Langdon e José Rafael Mamigonian caíram na estrada com a banda, registrando tudo com sua conhecida atenção para a irreverência: as sessões nos palcos, bastidores, hotéis, almoços à quilo, os causos e mais causos de Toucinho e a inusitada proteção e sabedoria de um “cristal com poderes especiais”.

O que será visto nas telas do Cinema do CIC é uma mescla de música instrumental brasileira com divertidos bastidores sobre a vida e o cinema, tudo embalado na genial irreverência do mestre Toucinho. “Nada Precisou Ser Refeito” foi captado em 2009 e concluído em 2018 graças à uma campanha de financiamento coletivo lançada em 2016.

Lourival José Galliani, o “Toucinho" Batera, é nativo de Florianópolis, onde reside até hoje, já com mais de 45 anos de carreira. Considerado um dos maiores bateristas do país, é um irreverente mestre em sensibilidade e criatividade musical cuja técnica ninguém consegue inigualar. Sua personalidade e seu talento estão plasmados para a história no documentário “Sistema de Animação”, de Guilherme Ledoux e Alan Langdon.

A revista especializada Modern Drummer rendeu-se de tal forma à destreza e a técnica própria do músico que passou a chamá-lo de “Mestre Toucinho”. Ele começou a tocar aos 12 anos, sempre em bandas, como aprendiz, ou ensaiando em circos de passagem por Florianópolis. Foi integrante da band show da Polícia Militar de Santa Catarina até que, aos 19 anos, foi para São Paulo onde alçou vôo e integrou o metier de nomes sagrados da Música Popular Brasileira, entre eles Eduardo Araújo, Fafá de Belém, Pery Ribeiro, Nelson Ned e César Camargo Mariano.

Mas a maior influência direta vem do grande amigo e baterista brasileiro Nenê. Toucinho hoje reside na Lagoa da Conceição de maneira simples com a sua rica e inconfundível filosofia de que “viver da música não é fácil, difícil é viver sem ela”.

A realização é uma parceria da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), administradora do espaço, e Unisul campus Pedra Branca, responsável pela programação.

Cineclube Infantil

Além da programação voltada ao público adulto, o Cineclube Infantil apresenta todos os sábados, às 16h, produções feitas especialmente para a criançada no Cinema do CIC, com entrada gratuita. A iniciativa é uma parceria entre a Fundação Catarinense de Cultura (FCC), por meio do Museu da Imagem e do Som (MIS/SC), e a organização da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis. Confira a programação completa do mês do Cineclube Infantil.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA PARA JUNHO DE 2018:

Dias 1, 2 e 3 de Junho de 2018 - CANCELADO

Dias 7, 9 e 10 de de Junho (quinta, sábado e domingo), 20h - Mostra Eduardo Nunes
Parceria entre o Cine Paredão e Cineclube Rogerio Sganzerla da UFSC, o Cineclube de Cinema da Unisul e o Grupo de Pesquisa Artes e Mestiçagens poéticas, CNPq/UFSC.

Sudoeste
Direção: Eduardo Nunes
Gênero: Drama
País: Brasil
Ano: 2012
Duração: 128 minutos
Classificação Indicativa:
Em uma cidade pacata e anônima, durante um dia apenas, Clarice (Simone Spoladore) vê sua vida se desenrolar de maneira circular, da morte ao nascimento, e depois à velhice mais um vez. Ela observa as pessoas ao seu redor, que não envelhecem, e que não entendem sua existência. Esta mulher deve compreender a importância de temas fundamentais como a vida, a morte, a maternidade e a violência.

Dia 8 de Junho (sexta-feira), 20h - Mostra Eduardo Nunes
Pré-estreia com a presença do diretor Eduaro Nunes e bate-papo após a sessão

Unicórnio
Direção: Eduardo Nunes
Gênero: Drama
País: Brasil
Ano: 2017
Duração: 122 minutos
Classificação Indicativa:
Quando o pai de Maria (Bárbara Peixoto) deixa sua casa, a menina e sua mãe voltam a seu cotidiano de cuidar da casa e da plantação e esperam que ele regresse. Porém, quando o destino das duas se cruza com um criador de cabras que vive na região, elas se entregam a seus desejos e o futuro de sua família pode se tornar trágico.

Dias 13 (estréia), 14, 15, 16 e 17 de Junho (quinta, sexta, sábado e domingo), 20h

Lançamento Catarinense: Nada Precisou ser Refeito
Direção: Alan Langdon e Guilherme Ledoux
Gênero: Documentário
País: Brasil
Ano: 2017
Duração: 110 minutos
Classificação Indicativa:
O Toucinho Trio pegou a estrada, levando sua música instrumental e documentário Sistema de Animação para cinco palcos do Sesc SC. Vendo os astros se alinham, não perdemos a deixa e entramos na van com o irreverente Toucinho Batera, Giann Thomasi (sax) e Fábio Carlesso (guitarra). Guiados por um cristal com poderes de premonição (e pelo tiozinho da van), a turma filmou tudo que aconteceu nos palcos, hotéis, estradas, bufês livres e esquinas de Joinville, Jaraguá do Sul, Lages, Florianópolis, Chapecó e Criciúma.

Dias 21, 22, 23 e 24 de Junho (quinta, sexta, sábado e domingo), 20h

Cine Delivery: Daens - Um Grito de Justiça
Direção: Stijn Coninx
Gênero: Drama/Biografia
País: Bélgica/Holanda/França
Ano: 1993
Duração: 138 minutos
Classificação Indicativa:
Na cidade de Aalst, norte da Bélgica, um grupo de trabalhadores vive em condições miseráveis, vítimas da exploração da indústria de tecidos onde estão empregados. A situação começa a mudar quando um padre revolucionário é transferido para a cidade e assume a igreja local.

Dias 28, 29, 30 de Junho e 01 de Julho (quinta, sexta, sábado e domingo), 20h

Homenagem: Aos Hespanhois Conphinantes
Direção: Angelo Clemente Sganzerla
Gênero: Drama
País: Brasil
Ano: 2008
Duração: 85 minutos
Classificação Indicativa:
Em 1929, no atual território de Santa Catarina, uma região com uma fraca presença do Estado, e cada vez mais ameaçada pela presença argentina, corre o risco de ficar sob o domínio argentino. O governo brasileiro manda uma expedição para definir a fronteira do país naquela região.





Programação gratuita do Cinema do CIC - junho de 2018


Categorias: Julho 2018
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 24 Julho 2018 Inscrições para minicurso gratuito de fotografia específico para jovens
até 25 Julho 2018 Sala Verde UFSC promove atividades gratuitas
até 08 Agosto 2018 Prefeitura abre 800 vagas em cursos profissionalizantes gratuitos para jovens


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar