FaceBook Instagram Twitter


Sexta Jazz AF terá show gratuito em homenagem ao saxofonista Hank Mobley



Quando: 04 Outubro 2019, sexta-feira, às 20 horas
Onde: Piso G3, Shopping Iguatemi
Endereço: av. Madre Benvenuta, 687 - Santa Mônica
Quanto: Gratuito
Evento no FB: www.facebook.com/events/440488799905655

Com entrada franca, a próxima edição do Sexta Jazz AF homenageia o saxofonista Hank Mobley no dia 04 de outubro (sexta-feira), a partir das 20h, no piso G3 do Shopping Iguatemi Florianópolis.

Para este especial, o projeto conta com os músicos Elio Silveira (saxofone tenor), Tiê Pereira (contrabaixo acústico), Mauro Borghezan (bateria) e Edilson Fortes (piano).

Hank Mobley começou a tocar saxofone tenor na adolescência em Nova Jersey, ganhou experiência nas bandas de Max Roach e Dizzy Gillespie e foi membro fundador do Jazz Messengers.

Abençoado com um tom bonito e amanteigado, idéias fluidas e composições sofisticadas, foi muito importante na fundação do movimento hard bop: jazz que equilibrava sofisticação e soul, complexidade e swing, e cuja estrutura solta permitia improvisações prolongadas. As linhas solo de Mobley estavam cheias de intrincados padrões rítmicos, entregues com precisão pelo músico.

Como artista solo, Hank começou a gravar para a Blue Note Records na segunda metade dos anos 50, liderando suas próprias gravações, incluindo os altamente criativos Hank Mobley Quintet e Hank Mobley & His All-Stars. O músico atingiu seu auge na primeira metade dos anos 60, com discos fundamentais com Soul Station, No Room for Squares e A Caddy for Daddy. Mobley gravou regularmente para a Blue Note nos anos 60, oferecendo pequenas variações em sua abordagem, e continuou a aparecer como um sideman em grandes discos de nomes como Art Blake, Sonny Clark, John Coltrane, Miles Davis, Dizzy Gillespie, Lee Morgan e Horace Silver.

Durante o auge de Mobley, a maioria dos críticos costumava compará-lo desfavoravelmente a Sonny Rollins, ou o dispensava por não ser tão inovador como Coltrane. No entanto, nos anos que se seguiram à morte de Mobley, o trabalho do artista teve uma reavaliação positiva. Hoje em dia, o músico é venerado pelo seu tom relaxado, sutil e melódico, e pelo seu grande talento como compositor e solista.

Viabilizado através da Lei de Incentivo à Cultura, o Sexta Jazz AF é uma realização da Aliança Francesa Florianópolis, Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania e Governo Federal, com o patrocínio da ENGIE, Iguatemi Florianópolis e Eisenbahn. A produção é da Marte Cultural.

Músicos:
Elio Silveira - saxofone
Edilson Fortes - piano
Mauro Borghezan - baterial
Tiê Pereira - contrabaixo acústico
Sexta Jazz AF terá show gratuito em homenagem ao saxofonista Hank Mobley


Categorias: 2019
Deixe seu comentário!







Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 12 Novembro 2019 Inscrições para 3,3 mil vagas em cursos gratuitos técnicos e Proeja do IFSC
até 23 Novembro 2019 Prefeitura abre cinco mil vagas em aulas gratuitas de defesa pessoal para mulheres
até 25 Novembro 2019 Programa Jovem em Ação oferece 1,3 mil vagas gratuitas em cursos de capacitação profissional


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar