FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Março 2014
Exposição “A Eterna Procura da Cidade Azul” e Oficina Pigmentos Naturais



Quando: até 9 de março
Onde: Museu Histórico de Santa Catarina - Palácio Cruz e Sousa
Endereço: Praça XV de Novembro, 227 - Centro
Quanto: Gratuito
Evento no FB: www.facebook.com/events/590762337668716

• Exposição "A Eterna Procura da Cidade Azul”, do artista Laércio Luiz
Abertura dia 6 de fevereiro, às 19h30min
Visitação: até 9 de março, de terça a sexta-feira, das 10h às 18h;
Sábados e domingos, das 10h às 16h

• Oficina Pigmentos Naturais
Quando: 19 de fevereiro, duas turmas: 9h às 12h e 14h às 17h
Quanto: Gratuito, com limite de 25 alunos por turno

• Conversa com artista, curador e equipe criativa
Quando: 19 de fevereiro, das 18h às 21h
Quanto: Gratuito, sem necessidade de inscrição

Abrindo a agenda do Museu Histórico de Santa Catarina - Palácio Cruz e Sousa em 2014, a exposição "A Eterna Procura da Cidade Azul", do artista Laércio Luiz, com curadoria de Franzoi, reunirá 27 trabalhos que abrangem uma produção de pinturas e objetos criados entre 1989 e 2013.

A mostra abrirá no dia 6 de fevereiro, às 19h30min, na Sala Martinho de Haro, e conta com o apoio do governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte e da Fundação Catarinense de Cultura, com recursos do Fundo Cultural (Funcultural). A exposição pode ser visitada gratuitamente até 9 de março, de terça a sexta-feira, das 10h às 18h; Sábados e domingos, das 10h às 16h.

O projeto, que conta também com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes, prevê as duas ações, oficina e conversa de artista, ocorrerão no mesmo dia, 19 de fevereiro. Uma conversa com artista, curador e equipe criativa acontece das 18h às 21h, e uma oficina Pigmentos Naturais com dois turnos, um matutino e outro vespertino, 9h às 12h e 14h às 17h, com limite de 25 alunos por turno.
 
Com 20 anos de pesquisa sobre os pigmentos naturais, Laércio Luiz desejou compartilhar os resultados de uma longa atividade que embasou uma produção artística sintonizada com a natureza. Da terra, das pedras, das plantas, das folhas, raízes, seivas e de nódoas, ele recolhe e cataloga material que, em misturas alquímicas ou bem simples, transforma em cores numa larga paleta. Vermelho, azul, verde, laranja, ocre, roxo, magenta, bordô, amarelo, amarelo ouro. Preto, extraído de areias. O marrom de alguns húmus, de cogumelos. Por seu caráter inédito e profundo, o trabalho de duas décadas merece um novo olhar.
 
Em Florianópolis, onde vive, Laércio Luiz potencializa a sua pesquisa em torno dos pigmentos naturais. Sob a chancela do curador, verifica-se a trajetória, os caminhos adotados e outras possibilidades no cotidiano de um artista que transita num viés regional, com forte atuação como arte educador e um escultor inserido com mais de dez trabalhos na arte urbana da cidade.
 
O conceito curatorial proposto é o diálogo entre a produção artística do passado e a contemporânea, inédita. Os 27 trabalhos abarcam oito séries: Entropia da cor (1987-88), Autorretrato (1989), Neo orgânico (1990), Portais (1994), Espírito (1992-94), Poesias sopradas (1994), Somos todos iguais (2012) e Objetos extraídos (2013).
 
A poética de Laércio Luiz bebe nas fontes de Meyer Filho, Eli Heil e Franklin Cascaes, com referência no imaginário simbólico da Ilha de Santa Catarina. O artista investiga a cultura no espaço e no tempo, envolvendo crenças, costumes, linguagem, mitos, religião, rituais, valores, entre outros aspectos ligados a antropologia cultural.
 
"Ao apresentar pinturas a partir de pigmentos extraídos da natureza, o artista provoca uma reação alquímica-pictórica, ao mesmo tempo em que estabelece uma aproximação entre o universo fantástico, o folclórico e o naturalismo da Ilha. Derruba barreiras quanto à extração da cor do veio da terra e alcança resultados surpreendentes em diferentes tonalidades”, situa o curador Franzoi.

Ficha técnica
Projeto: "A Eterna Procura da Cidade Azul”, do artista Laércio Luiz, prevê exposição, oficina Pigmentos Naturais, produção de catálogo e conversa de artista.
Elaboração de projeto: Fernanda Alves
Produção: Paloma Brum
Curadoria e expografia: Franzoi
Projeto gráfico: Chris Dalla Costa
Fotografia: Guilherme Dimatos, Marcus Quint e Néri Pedroso
Assessoria de imprensa: Néri Pedroso

Exposição “A Eterna Procura da Cidade Azul” e Oficina Pigmentos Naturais


Categorias: Março 2014
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 26 Setembro 2017 Inscrições para cursos gratuitos da Escola... >> Música
até 26 Setembro 2017 Projeto Capoeira da Ilha promove aulas gra... >> Esportes
até 26 Setembro 2017 Inscrições de artesãos e trabalhadores man... >> Especiais / Outros
até 26 Setembro 2017 Primavera parisiense com mais de três mil ... >> Exposições
até 27 Setembro 2017 Curso sobre Cinema no Museu Histórico de S... >> Educação / Cursos
até 29 Setembro 2017 Passeio Noturno Floripa Misteriosa conta h... >> Especiais / Outros


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar