FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Setembro 2016
Estreia da ópera "Romeo et Juliette" do compositor francês Charles Gounod



Quando: 23 e 25 de setembro
Onde: Teatro Álvaro de Carvalho (TAC)
Endereço: Rua Marechal Guilherme, 26 - Centro
Quanto: R$40 inteira e R$20 meia-entrada
Evento no FB: www.facebook.com/events/183562132076251

Como parte das comemorações pelos 35 anos do Grupo de Teatro O Dromedário Loquaz no próximo final de semana o coletivo fará uma sequência de apresentações no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC). No dia 23 de setembro, sexta-feira, às 20h30min, o Núcleo Lírico do Dromedário Loquaz estreia a montagem reduzida da Ópera Romeo et Juliette, do francês Charles Gounod, extraída do texto original de William Shakespeare. No domingo, dia 25, às 20h, haverá a segunda apresentação da Ópera.

"Romeo et Juliette" é considerada a obra mais conhecida de William Shakespeare que em 2016 tem sido especialmente lembrado e homenageado pelos 400 anos de sua morte. A trágica história de amor mais famosa de todos os tempos foi transformada em Ópera pelas mãos do compositor francês Charles Gounod e será toda cantada na língua original (francês) com legendas em português. O Dromedário apresentará a Ópera em versão reduzida para solistas, atores e acompanhamento de piano e violoncelo com artistas de reconhecida e premiada trajetória em Santa Catarina, que trabalham a ópera numa perspectiva renovada, auxiliando a desmistificar rótulos e estereótipos.

A direção cênica é de Sulanger Bavaresco e participam como protagonistas a soprano Alicia Cupani (Juliette) e o tenor Thompson Magalhães (Romeo). O pianista Eugênio Menegaz e a violoncelista Ana Clavijo compõem a parte instrumental, arranjada para valorizar o clima intimista e envolvente da história. Também integram o elenco os atores Sérgio Bellozupko (como Frei Laurent) e Márcia Krieger (como Ama), e o Coro Lírico Catarinense fará uma participação especial.

“Esta ópera é musicalmente muito rica, e muito apropriada para ouvintes não familiarizados com o gênero, dado o apelo da conhecida história” afirma o pianista Eugêncio Menegaz para quem a música de Gounod é envolvente, e dá igual destaque para a parte vocal e instrumental, onde ambas se complementam para descrever a história. A soprano Alícia Cupani lembra também que Gounod trabalha com a ideia de motivos musicais condutores, ou seja, temas associados ao amor ou à morte, que se repetem ao longo da narrativa. “Na obra original, há muito destaque para as cordas especialmente na tessitura grave (para destacar a tragédia), daí a escolha pela formação piano e violoncelo”, destaca Alicia.

Segundo a diretora Sulanger Bavaresco, “a ópera é uma junção especial da música com o teatro, um perfeito equilíbrio de linguagens que surpreende pela força, riqueza artística e potencial de comunicação”. Para Bavaresco, “o espetáculo tem um alcance muito abrangente, podendo interessar aos amantes da música lírica; aos interessados em cultura e literatura francesa e/ou inglesa; bem como ao público em geral, de todas as idades, dado o forte magnetismo da obra”.

Os ingressos para as apresentações já estão à venda na bilheteria do Teatro e no site da Blueticket:
www.blueticket.com.br/18199/Romeo-et-Juliette

Mais sobre a Ópera:

A OBRA:

Ópera Romeo et Juliette
Compositor: Charles Gounod (1818 – 1893)
Libreto: Jules Barbier & Michel Carré
Ano de estréia: 1867
A partir da obra de W. Shakespeare (1564 - 1616)
Idioma: francês

SINOPSE:

Na cidade de Verona, por volta de 1500, vivem duas famílias rivais, os Montechios e os Capuletos. Os dois herdeiros dessas famílas, Romeo e Juliette, se conhecem em um baile e se apaixonam. Os jovens recorrem a Frei Lorenzo, que concorda em casá-los secretamente, na esperança que esse amor ponha fim à rivalidade familiar.

Uma nova disputa faz com que Teobaldo, primo de Julieta, mate Mercúcio, grande amigo de Romeo. Para vingá-lo, Romeo duela com Teobaldo, ferindo-o de morte. O Duque de Verona condena Romeo ao exílio. Antes de partir, o jovem casal tem sua noite de núpcias, entre lamentos e juras de amor eterno.

Atribuindo a enorme tristeza de Juliette à morte do primo, seu pai decide casá-la com o Conde Páris, no dia seguinte. Juliette pede ajuda a Frei Lorenzo, que lhe propõe tomar uma poção que a fará parecer morta. Assim será levada a cripta da familia, e Romeo virá ao seu encontro para fugirem juntos. No entanto, a mensagem de Frei Lorenzo não chega a Romeo, que acredita na morte da amada. O jovem retorna escondido dar seu último adeus, e toma veneno mortal. Juliette acorda e, ao ver Romeo sem vida, suicida-se com seu punhal.

Na adaptação para a ópera, Juliette acorda quando Romeo ainda está vivo, rendendo um intenso e dramático duo antes do desfecho fatal.

FICHA TÉCNICA:

Direção Cênica: Sulanger Bavaresco
Soprano: Alicia Cupani (Juliette)
Tenor: Thompson Magalhães (Romeo)
Ator: Sérgio Bellozupko (Frei Laurent)
Atriz: Márcia Krieger (Ama)
Piano: Eugênio Menegaz
Violoncelo: Ana Clavijo
Coro Lírico Catarinense
Regente do Coro: Patrick Cavalheiro
Roteiro: Alicia Cupani e Sulanger Bavaresco
Direção Assistente: Diana Adada Padilha
Figurinos: Diana Adada Padilha e Sulanger Bavaresco
Concepção de Luz: Marco Ribeiro e Sulanger Bavaresco
Operação de Luz: Marco Ribeiro
Operação de Legendas: Vilson Rosalino
Design Gráfico: Mariana Barardi
Assessoria de Imprensa: Giovana Rutkoski
Assessoria Técnica: Magda Scors
Coordenação Geral: Sulanger Bavaresco e Alicia Cupani
Realização: Grupo de Teatro O Dromedário Loquaz
Produção: 5M Técnicas Teatrais
Apoio: Helio Sol Sonorização e Eventos
Estreia da ópera "Romeo et Juliette" do compositor francês Charles Gounod


Categorias: Setembro 2016
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 25 Junho 2018 Sala Verde UFSC promove atividades gratuitas
até 25 Junho 2018 Inscrições para 1.937 vagas em 49 cursos gratuitos técnicos e Proeja do IFSC
até 20 Julho 2018 12ª Feira de Artes Entremostras abre inscrições


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar