FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Abril 2018
Comemorações dos 270 Anos de Presença Açoriana em Santa Catarina



Quando: de 16 a 19 de abril
Onde: em diversos espaços da cidade
Quanto: Gratuito

Dando continuidade à programação de comemoração dos 270 anos da chegada dos açorianos a Santa Catarina, acontecerá uma semana com várias atividades de 16 a 19 de abril de 2018.

A colonização do litoral catarinense por populações açorianas há 270 anos, deixou fortes contribuições culturais ainda presentes. A fim de comemorar a presença dos colonos, Florianópolis contará com uma programação de contação de histórias, exposições e bate-papos com autores portugueses.

As tradições herdadas dos açorianos, se revelam através das artes manuais, como a renda de bilro e a olaria; da comida típica, à base de frutos do mar; das festividades, como Divino Espírito Santo; e das histórias e “causos”, narradas por pessoas mais velhas e transmitida de pai para filho.

Para preservar essas características marcantes do “manézinho”, a primeira atividade da programação é a Oficina de Contação de Histórias ministrada pelo ator português, Valter Peres, que ocorre segunda-feira (16), às 8h30, no Centro de Educação Continuada da Prefeitura.

No período da tarde, está marcado um bate-papo com o poeta e escritor português, Álamo Oliveira. Dessa vez, o encontro é no estande da 11ª Feira Catarinense do Livro, montado no Largo da Alfândega.

O local receberá, ainda, mais dois dias de eventos. Na terça-feira (17) com apresentação da escritora Teresa Viveiros, às 14h, que irá expor a obra de sua autoria, “Tomaz com Z – a história de uma vida feliz”, em coautoria do pintor Urbano. E na quarta-feira (18), Valter Peres e Álamo Oliveira trazem ao público, às 18h, um repertório especial, com acessibilidade para cegos e surdos.

Também no dia 18, a Galeria de Arte do Mercado Público de Florianópolis abrigará a partir das 18h30, a exposição “Antero de Quental e Vitorino Nemésio: verbos vivos da cultura açoriana”, constituída por vinte e oito painéis informativos em bilíngue.

Para finalizar a programação, na quinta-feira (19) o encontro será no Núcleo de Estudos Açorianos, às 16h, localizado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Na oportunidade estará presente o presidente do governo dos Açores, Dr. Vasco Cordeiro e a comitiva dos Açores.

A comemoração dos 270 Anos da presença Açoriana em Santa Catarina (1748 – 2018) é uma realização da Prefeitura Municipal de Florianópolis, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Juventude; Fundação Franklin Cascaes; Secretaria Municipal de Educação; Casa dos Açores de Santa Catarina; Núcleo de Estudos Açorianos da UFSC; Funcine; Câmara Catarinense do Livro e do Governo dos Açores.

O governo dos Açores proporcionará a vinda do escritor consagrado Álamo Oliveira, que participará da 11ª Feira Catarinense do Livro, do ator e contador de história, Valter Peres que estará na programação da 9ª Semana do Livro Infantil e também na 11ª Feira Catarinense do Livro e da escritora Teresa Viveiros que irá apresentar a obra de sua autoria, Tomaz com Z – a história de uma vida feliz, que tem coautoria do pintor Urbano.

Na quarta feira, 18 de abril, chegará a maior parte da comitiva dos Açores. Virão a Florianópolis: O presidente do governo dos Açores, Dr. Vasco Cordeiro. O Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas, Governo dos Açores, Dr. Rui Bettencourt. O Diretor Regional das Comunidades, Governo dos Açores, Dr. Paulo Teves. Os presidentes das Câmaras municipais (prefeitos) de Angra do Heroísmo, Ilha Terceira, (cidade irmã de Florianópolis desde 1994), Álamo Meneses e de Praia da Vitória, Ilha Terceira, (cidade irmã de Florianópolis desde 2000), Tibério Dinis. Já estará em Florianópolis o Dr. José Manuel Boliero, prefeito de Ponta Delgada (Ilha de São Miguel), cidade irmã de Florianópolis desde 2002. Dessa forma, nessa semana, teremos em Florianópolis os prefeitos das três cidades irmãs que o município tem nos Açores. Virão também 3 deputados representando a Assembleia Regional dos Açores.

Programação

16 de abril – segunda-feira

8h30 – Valter Peres ministrará uma oficina de contação de histórias para Professores de artes e bibliotecários da rede municipal de ensino no Centro de Educação Continuada da prefeitura, Rua Ferreira Lima, nª 82.
Valter Peres
Voz do Atlântico puro. O açoriano, presentemente com 48 anos começou aos 18 a contar histórias nas escolas do primeiro ciclo. A partir de 2003, no âmbito do Art&Manhas – Encontro de Artes, organizou os primeiros serões de contos que foram feitos nas ilhas. Tem desenvolvido a sua ação de contador de histórias em bibliotecas e escolas da Região Autónoma dos Açores, atravessando por vezes o oceano para participar em festivais de narração oral. Do seu repertório fazem parte contos açorianos, mas também do mundo, sempre com um denominador comum, são histórias da tradição oral.

15h – Conversa com o escritor Álamo Oliveira no estande da Fundação Franklin Cascaes/ Casa dos Açores de Santa Catarina. 11ª Feira Catarinense do Livro, Largo da Alfândega
Álamo Oliveira (nome artístico de José Henrique Álamo Oliveira, Raminho, 2 de maio de 1945), é um poeta e escritor português. Álamo Oliveira nasceu na freguesia do Raminho, na ilha Terceira, arquipélago dos Açores, tendo iniciado os seus estudos no Seminário de Angra do Heroísmo. Trabalhou sempre ligado à cultura em diversos departamentos do estado, tendo-se reformado no ano de 2001.
O romance "Já não gosto de chocolates" foi traduzido e publicado nos Estados Unidos e Japão. "Até hoje, memórias de cão" foi galardoado com o prémio Maré Viva, da Câmara Municipal do Seixal, em 1985; já "Solidão da Casa do Regalo" foi galardoado com o prémio Almeida Garrett, em 1999.
Decorria o ano de 2002, quando a Portuguese Studies Program, da Universidade da Califórnia em Berkeley, convidou-o para leccionar na qualidade de escritor do semestre a sua própria obra aos estudantes de Língua Portuguesa - sendo o primeiro português a receber tal distinção.
Já editou trinta e três livros, quer de poesia, romance, contos, teatro e de ensaios, sendo de destacar os "Pátio da Alfândega, meia-noite", "Já não gosto de chocolates" e "Até hoje - memórias de cão", que serviram como base a trabalhos académicos em faculdades dos Estados Unidos e também do Brasil.
A sua poesia já foi traduzida para inglês, francês, espanhol e croata.
É um dos membros fundadores do grupo de teatro Alpendre, com sede em Angra do Heroísmo e o mais antigo agrupamento de teatro dos
Açores, atualmente com 34 anos de vida. Seis anos após o seu nascimento o Governo regional dos Açores, conferiu o Estatuto de Instituição de Utilidade Pública.
A 4 de junho de 2010 e após uma pausa de nove anos, o escritor edita o seu último livro, intitulado "Andanças de Pedra e Cal".
A 10 de junho de 2010, nas comemorações do Dia de Portugal e das Comunidades, Álamo Oliveira recebeu o grau de Comendador da Ordem do Mérito.
A 23 de agosto de 2012, o autor lança uma biografia do cantor popular Manuel Caetano Dias, mais conhecido por Caneta.
Uma de suas últimas obras é Murmúrios com vinho de missa, Letras Lavadas, Angra do Heroísmo, 2013.

17 de abril – terça-feira

09h – Contação de História: Valter Peres no palco da 11ª Feira Catarinense do Livro, Largo da Alfândega

14h – Teresa Viveiros irá fazer a apresentação da sua obra Tomaz com Z – a história de uma vida feliz, em coautoria com o pintor Urbano. Palco da 11ª Feira Catarinense do Livro, Largo da Alfândega.

18 de abril – quarta-feira

14h30 - Contação de História: Valter Peres no auditório da 11ª Feira Catarinense do Livro, Largo da Alfândega

18h - Contação de História: Valter Peres e Álamo Oliveira no auditório da 11ª Feira Catarinense do Livro, Largo da Alfândega, com a presença do Dr. Vasco Cordeiro, presidente do governo dos Açores e comitiva. A contação de história será com acessibilidade com interpretação para cegos e surdos.

Agenda pública do presidente do governo:

18 de abril – quarta-feira

16h00 – Sessão na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina
Local: Palácio Barriga Verde - Rua Doutor Jorge Luz Fontes, 310, Florianópolis
Intervenção do Presidente do Governo perante a Mesa e Deputados da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina

17h30 – Visita à 11ª Feira Catarinense do Livro
Local: Largo da Alfândega - Centro - Florianópolis
Recebe SEXA o PGR:

18h30 – Abertura da exposição “Antero de Quental e Vitorino Nemésio: verbos vivos da cultura açoriana”
Local: Galeria de Arte do Mercado Público de Florianópolis, R. Jerônimo Coelho, 60, Florianópolis
Exposição promovida pelo Gabinete do Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas. Esta exposição conta com o apoio da Prefeitura de Florianópolis, através da Fundação Franklin Cascaes (cedência do espaço, divulgação e recursos humanos).
Abertura de uma exposição essencialmente informativa e concebida com fins didáticos e com vista a contribuir para a difusão de duas figuras de referência da cultura portuguesa do séc. XIX e do séc. XX: Antero de Quental e Vitorino Nemésio. Propõe-se intervenção por parte do Presidente do Governo dos Açores e do prefeito de Florianópolis, seguindo-se uma breve visita com vista a dar a elencar a conceção expositiva e alguns aspetos referentes à biografia de cada um dos autores, à obra, e homenagens póstumas. Constituída por vinte e oito painéis informativos em bilingue, podem, ainda, ser vistas algumas obras literárias, recursos multimédia, reprodução de manuscritos e notas de imprensa da época e reprodução de obras plásticas dedicadas aos escritores (da autoria de Domingos Rebêlo, Urbano; António DaCosta). Igualmente patente estão dois registos fotográficos, da autoria de António Araújo, onde este representa o mar para Antero e o mar para Nemésio.
Nesse dia, 18 de abril, assinala-se o nascimento de Antero de Quental (18 de abril de 1842).

19 de abril – quinta-feira

9h30 – Sessão Solene de Abertura do Congresso Internacional “270 anos de presença açoriana em Santa Catarina: Mar, História, Património, Literatura e Identidade”, organizado pelo Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina.
Local: Tribunal de Contas de Santa Catarina, R. Bulcão Viana, 90, Florianópolis
Congresso organizado pelo Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina e Academia Catarinense de Letras, que conta com o apoio do Governo dos Açores, da Fundação Catarinense de Cultura, da Associação Catarinense de Imprensa/Casa do Jornalista, da Prefeitura de Florianópolis e das Universidades dos Açores e de Salamanca.
A sessão solene conta com intervenções do Presidente do Governo dos Açores, Governador do Estado de Santa Catarina e Augusto Cesar Zeferino, Presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina.
Estarão ainda presentes Salomão Ribas Junior, Presidente da Academia Brasileira de Letras, Sérgio Luiz Gargioni, Diretor do Fundação Catarinense de Amparo a Pesquisa, Rodolfo Pinto da Luz, Presidente da Fundação Catarinense de Cultura, Gean Marques Loureiro, Prefeito de Florianópolis, e Comitiva de SEXA o PGR.

10h15/ 10h45 – Conferência de abertura “Açorianidade a partir de Vitorino Nemésio" – José Carlos Gentili (Academia de Ciências e Letras de Lisboa e da Academia de Letras de Brasília).

16h30 – Visita à Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC
Recebe SEXA o PGR:
Professor Ubaldo Cesar Balthazar – Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina
Francisco do Vale Pereira – Coordenador do Núcleo de Estudos Açorianos da UFSC
Integrantes do Conselho Deliberativo do NEA, representantes dos municípios do litoral de Santa Catarina
Nesta Universidade está sediado o Núcleo de Estudos Açorianos, fundado em 1984, sendo um parceiro do Governo dos Açores, através da Direção Regional das Comunidades, há vários anos.
Com mais de 30 anos de atividades na preservação, divulgação, e animação cultural, de base cultural Açoriana, tem um Conselho Deliberativo composto por representantes de todas as prefeituras municipais do litoral do Estado de Santa Catarina, várias fundações culturais e universidades regionais com âmbito de atuação nesta área.
Tem ainda uma Biblioteca à disposição da comunidade em geral, com vários títulos inéditos no Estado, trajes tradicionais, peças de artesanato e gravações musicais.
Depois da visita a este espaço, segue-se a visita ao Relógio do Sol - monumento instalado na Praça da Cidadania, em frente ao prédio da Reitoria da UFSC, uma vez que esse monumento representa a irmandade entre os Açorianos e a sua Diáspora em Santa Catarina.

19h30 - Inauguração do painel exterior alusivo aos 270 anos de presença açoriana em Santa Catarina
Local: Casa de Cultura Clara Manso de Avelar, Santo António de Lisboa, Rua Cônego Serpa. Nº 15.
Esse painel, a oferecer pelo Governo dos Açores (DRCom), terá a dimensão de 1,6mtsx1mt e terá exposição no exterior daquela Casa da Cultura, foi elaborado pela Cerâmica Vieira (Lagoa, Ilha de São Miguel), com criação de Fernando Resendes.
Atuações: Atuação do Balho & Tocata Casa dos Açores de Santa Catarina e roda de ratoeira com rendeiras da Ilha de Santa Catarina.
O grupo folclórico da Casa dos Açores de Santa Catarina apresentará músicas de danças dos Açores e do litoral de Santa Catarina de herança açoriana.
Um grupo de rendeiras da Ilha de Santa Catarina cantará versos de improviso da música folclórica de Florianópolis chamada Ratoeira

20h00 – Jantar com a comunidade açoriana e açor-descendente de Santa Catarina
Local: Salão da Igreja de Nossa Senhora das Necessidades
(Será um jantar por adesão, ingressos a R$ 25,00, bebidas à parte. Ingressos podem ser reservados pelo telefone/WhatsApp 48 99965 0483, com Sérgio Ferreira. Lotação máxima 200 pessoas)

Comemorações dos 270 Anos de Presença Açoriana em Santa Catarina


Categorias: Abril 2018
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 16 Agosto 2018 Inscrições para atividades esportivas oferecidas à comunidade na UFSC em 2018/2
até 17 Agosto 2018 Sala Verde UFSC promove atividades gratuitas
até 20 Agosto 2018 Prefeitura abre 800 vagas em cursos profissionalizantes gratuitos para jovens


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar