FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Outubro 2016
Espetáculo "Spollium - as irmãs siamesas" do Grupo de Teatro O Dromedário Loquaz



Quando: 04 Outubro 2016, Terça-feira, às 19h30min
Onde: Teatro Álvaro de Carvalho (TAC)
Endereço: Rua Marechal Guilherme, 26 - Centro
Quanto: R$30 inteira e R$15 meia-entrada
Evento no FB: www.facebook.com/events/1773961606212198

Como parte das comemorações por seus 35 anos de fundação, o Grupo de Teatro O Dromedário Loquaz apresenta o espetáculo "Spollium - as irmãs siamesas" nesta terça-feira, dia 4 de outubro, às 19h30, no Teatro Álvaro de Carvalho, com texto de José Rubens Siqueira e direção de Sulanger Bavaresco.

No palco, Marta (Giovana Rutkoski) e Maria (Regina Prates), duas irmãs de personalidades distintas, se reencontram após o velório e enterro da mãe e acabam por avaliar suas vidas, decisões e opções. Os diálogos transitam entre momentos de ternura e delicadeza, e outros de raiva e violência. As personagens trazem à tona lembranças, rancores, mágoas e acusações que permearam as escolhas diferentes que fizeram no passado e a situação em que se encontram no tempo atual.

As atrizes de Spollium, Giovana Rutkoski e Regina Prates estão no Dromedário Loquaz há muitos anos e já atuaram juntas em Quinnipak- mundos de vidro, montagem de 2002 e 2005. "A sintonia entre as duas atrizes em cena amplia as possibilidades e o rendimento da encenação. A repetição não existe. O que se tem à frente é sempre a cena revisitada e revigorada a cada sessão do espetáculo. É estimulante e desafiador dirigir atrizes com tanta sensibilidade e talento", afirma a diretora Sulanger Bavaresco.

Além de tratar das questões próprias do universo feminino, em especial da mulher contemporânea, a peça trata do relacionamento entre irmãos. A literatura psicológica está repleta de estudos sobre a complexidade do relacionamento fraterno, tipicamente os mais longos na vida de uma pessoa. E embora boa parte das pesquisas girem em torno de irmãos em termos gerais, o relacionamento entre irmãs recebe muita atenção porque dados de pesquisas sugerem que elas tendem a manter mais contato, quando adultas, do que outros pares de irmãos.

Mesmo que isso signifique maior proximidade entre as irmãs, especialmente à medida que envelhecem, também quer dizer maior oportunidade de conflito e rivalidade. Segundo Terri Apter, psicóloga da Universidade de Cambridge e estudiosa do relacionamento entre irmãs "uma irmã saberá exatamente o que dizer para animar sua irmã, e também para enchê-la de dúvidas". No espetáculo Spollium , a imagem idealizada do relacionamento fraterno, a de que irmãs devem sempre estar próximas é confrontada, revelando que Maria e Marta são altamente competitivas. São dois extremos colocados em choque a partir da ausência da mãe.

A montagem contemplada pelo edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura – Categoria Teatro em 2013, conta com o apoio da Diretoria de Difusão Artística do CIC. Mais informações pelo telefone: (48) 9608.0550

FICHA TÉCNICA:
Autor: José Rubens Siqueira
Direção: Sulanger Bavaresco
Assistente de Direção: Diana Adada Padilha
Elenco: Giovana Rutkoski e Regina Prates
Cenografia: Sulanger Bavaresco
Execução Cenografia: Marco Ribeiro e Sulanger Bavaresco
Iluminação: Marco Ribeiro e Sulanger Bavaresco
Figurino: Sulanger Bavaresco
Pesquisa Musicall: Eugênio Menegaz
Assistente Técnica: Maria Zelia Goulart

Apoio:
Diretoria de Difusão Artística do CIC - FCC
5M Técnicas Teatrais

SOBRE O ELENCO E A DIREÇÃO:

Sulanger Bavaresco – diretora
Natural de Videira/SC. Produtora cultural, diretora e atriz, é graduada em Artes Cênicas pela UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina e atua no âmbito teatral desde 1984 e desde 2011 é acadêmica da ACLA - Academia de Artes e Letras de Santa Catarina.
Pelo Grupo de Teatro O Dromedário Loquaz dirigiu os espetáculos Agnus Dei, adaptação de Sulanger Bavaresco, em 1995; Quinnipak – mundos de vidro, adaptação de Sulanger Bavaresco em 2002 e 2005; Jardim das Delícias (parceria com Grupo Armação) em 2006 e 2008; Árias Públicas, em 2012; Um deus dormiu lá em casa, de Guilherme Fiqueiredo com direção de Sulanger Bavaresco em 2012/15; e Spollium – as irmãs siamesas, de José Rubens Siqueira em 2014/16.
Desde 2005 participa ativamente da cena operistica de Florianópolis, como assistente de direção nas montagens de ópera pela Cia Ópera de Santa Catarina e como diretora de operetas pela Camerata Florianópolis, entre outras ações de ópera.

Diana Adada Padilha – assisente de direção
Natural de Florianópolis/SC. Iniciou seus estudos de teatro em 1999 no Núcleo Experimental de Teatro, na CEEFET- SC/SJ. Junto ao Grupo de Teatro O Dromedário Loquaz atuou no espetáculo Jardim das Delícias, em 2006 e 2008, sob a direção de Sulanger Bavaresco. Permaneceu no grupo até 2010 e paralelamente trabalhou com Sérgio Tastaldi na Turma do Papum Teatro de Bonecos e com Júlio Zannota no espetáculo MilkShakespeare. Em 2011, já em São Paulo, participou do Grupo Redimunho de Investigação Teatral nos espetáculos A Casa; e Marulho, o caminho do Rio, texto e direção Rudifran Pompeu. Em 2013 trabalhou com Maria Alice Vergueiro na montagem de espetáculo baseado em Fando e Liz do Arrabal e Fim de Partida de Samuel Becktt, um projeto realizado pela SP Escola de Teatro. Atualmente, de volta a Florianópolis e ao Dromedário, além da assistência de direção em Spollium, integra o elenco de Rádio Loquaz – ZYK 693 – Pausas de se ouvir e faz parte do Núcleo Pé de Poesia.

Regina Prates – atriz (Maria)
Natural de Florianópolis/SC. Atriz graduada em Artes Cênicas pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC. Iniciou suas atividades como atriz em 1986, atuando em vários grupos teatrais de Florianópolis e participando de comerciais e filmes, como Victor Meirelles – Quadros da História, de Penna Filho em 1996. Estreou como atriz no espetáculo O Funcionário e a Cigana, com direção de Severo Cruz pelo grupo Severo e Sua Trupe em 1986. Pelo curso de Artes Cênicas do CEART/UDESC atuou em As Criadas, de Jean Genet, com direção de Nando Moraes, em 1989 e Sonho de Uma Noite de Verão, de Willian Shakespeare, com direção de José Ronaldo Faleiro em 1990. Pelo Grupo Armação atuou em Prenome Fausto, de Fábio Brügueman, com direção de Nando Moraes em 1993 e Mirandolina, de Carlo Goldoni, com direção de Nando Moraes em 1994. Em 1997 atuou em Salomé, Princesa da Judéia, de Oscar Wilde com direção de Washigton Ferreira pela Cia Teatral De Profundis. Iniciou seus trabalhos com o Grupo de Teatro O Dromedário Loquaz em 1995 como protagonista do espetáculo Agnus Dei, adaptação e direção de Sulanger Bavaresco. Pelo grupo atuou ainda em Quinnipak – mundos de vidro, adaptação e direção de Sulanger Bavaresco em 2002 e 2005; e em parceria dos grupos O Dromedário Loquaz e Armação atuou em Jardim das Delícias, de Sulanger Bavaresco em 2006 e 2008; e Um deus dormiu lá em casa, de Guilherme Fiqueiredo com direção de Sulanger Bavaresco em 2012 e 2015. Atualmente atua em Spollium – as irmãs siamesas, de José Rubens Siqueira, com direção de Sulanger Bavaresco.

Giovana Rutkoski – atriz (Marta)
Natural de Florianópolis/SC. Atriz e jornalista, possui formação em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e também estudou Artes Cênicas na Universidade Regional de Blumenau (Furb) em Blumenau e na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) em Florianópolis. Como jornalista, tem 12 anos de experiência em televisão, além da atuação em rádio e como assessora de imprensa.
Participou de diversas produções artísticas, principalmente teatrais, e tem no currículo inúmeros cursos e oficinas de interpretação para teatro, tv e cinema com atrizes como Berna Sant'Anna e Fernanda Montenegro, e diretores como Luciano Sabino e John Mowat.
Atualmente integra o elenco dos espetáculos Spollium - As irmãs siamesas; Rádio Loquaz – ZYK 693 – Pausas de se ouvir, montagem do Dromedário premiada pela Funarte, e também faz parte do Núcleo Pé de Poesia. Recentemente gravou o Curta Entre Paredes de João Pedro Benin e atuou no musical infantil Cinderella da RPR Produções. Em 2015 participou também do Curta Esplendidezas de autoria de Penna Filho e direção de Fabi Penna e do musical infantil Peter Pan da RPR Produções. Em 2013 participou do Curta O Coveiro, de Gentil Júnior; e das filmagens do longa metragem Das Profundezas, do diretor Penna Filho, que retrata a realidade vivida pelas famílias de trabalhadores das minas de carvão do Sul de Santa Catarina entre os anos de 1964 e 1987. Em 2008 atuou no longa Doce de Coco, também do diretor Penna Filho; em 2011 integrou o elenco da 3ª temporada de Its Séries e desde 2002 faz parte do Grupo de Teatro O Dromedário Loquaz. Espetáculo "Spollium - as irmãs siamesas" do Grupo de Teatro O Dromedário Loquaz

Categorias: Outubro 2016
Deixe seu comentário!
comentários







Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 14 Dezembro 2016 Inscrições para Projeto Verão Cultural CIC... >> Música
até 17 Dezembro 2016 Inscrições para oficinas gratuitas de comp... >> Educação / Cursos
até 25 Dezembro 2016 Inscrições abertas para o 4º Bazar Vegano ... >> Especiais / Outros
até 28 Maio 2017 Ironman Florianópolis 2017 abre inscrições >> Esportes
Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter
Buscar