FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Fevereiro 2018
Espetáculo "Preto-à-Porter" do Coletivo NEGA



Quando: 23 e 24 de fevereiro, às 20 horas
Onde: Teatro do SESC Prainha
Endereço: Travessa Syriaco Atherino, 100 – Centro
Quanto: Gratuito
Evento no FB: www.facebook.com/events/180794829198453

O Coletivo NEGA - Negras Experimentações Grupo de Artes, do Centro de Artes (Ceart) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), promove nos dias 23 e 24 de fevereiro (sexta e sábado) duas apresentações gratuitas da performance Preta-à-Porter, às 20 horas, no Teatro do Sesc Prainha, em Florianópolis. Após a apresentação acontecerá uma conversa com o público. As apresentações tem entrada gratuita e os ingressos serão distribuídos 1h antes da apresentação – sujeito à lotação.

Sinopse: O Preta-à-Porter é uma performance criada pelo grupo de teatro negro Coletivo NEGA (Negras Experimentações Grupo de Arte) que parte de histórias e de e conflitos enfrentados na vida cotidiana da população negra, histórias essas trazidas da vida pessoal de cada artista que participa ou já participou do coletivo. Expõe com maior destaque a vivência das mulheres negras, especialmente as que integram o grupo atualmente. A performance nasceu há 5 anos e é modificada de acordo com o a formação do elenco. Mais de 20 pessoas, entre atrizes e atores já passaram pelo espetáculo, cada um deixando alguma contribuição em cena. As cenas, assim como as atrizes que permanecem no grupo, modificam-se sempre que necessário, de acordo com as inquietações e demandas poéticas e políticas. O espetáculo que pretende dar "o beijo e o tapa".

Ficha Técnica:
Elenco: Rita Rl Thuanny Paes, Michele Mafra, Franco e Sarah Motta.
Criação de Luz : Rogaciano Rodrigues e Coletivo NEGA.
Operação de Luz (2018): Alexandra de Melo.
Cenografia:@Michele Mafra, Rita RI e Cristiano Lopes.
Produção: Thuanny Paes.
Proposta: Fernanda Rachel da Silva.
Preparação de atriz: Fernanda Rachel (2012-2014) Fátima Costa de Lima (2014)
Preparação de Corpo: Mhirley Lopes (2014) Aldelice Batista Braga (2015)
Preparação de Voz: Edinho Roldan (2012- 2014) Zé Renato Mangaio (2016)
Criação Coletiva: Coletivo NEGA.
Fotos: Cristiano Prim Fotos, Carol Andrade Mhirley Lopes e Viviane de Paoli.

O Coletivo NEGA:

Um dos grupos que resgata a cultura negra por meio da arte na capital é o Coletivo NEGA (Negras Experimentações Grupo de Artes) o único grupo de Teatro Negro de Santa Catarina. Sua existência e ações extrapolam, porém, o âmbito teatral e ampliam-se na construção cultural da arte negra catarinense. Para realizar esta construção, atores e atrizes (hoje composto apenas por jovens mulheres negras, o Coletivo já integrou artistas homens ao longo de seus oito anos de existência) do Coletivo se formam para desenvolver um diálogo íntimo com a sociedade catarinense acerca de temas de interesse da população negra do Estado.

O Coletivo NEGA nasceu há 8 anos buscando suprir a falta de representatividade para a população negra no campo do teatro. Influenciado pelo TEN (Teatro Experimental do Negro) fundado por Abdias Nascimento, no Rio de Janeiro. Hoje, com apoio do projeto de extensão, mas independe de professores, o grupo trabalha com administração e criação coletiva com Rita R.I, Fernanda Rachel, Thuanny Paes, Michele Mafra, Franco e Sarah Motta e tem como objetivo valorizar as produções teatrais de artistas negros, com destaque para as mulheres negras.
Espetáculo "Preto-à-Porter" do Coletivo NEGA


Categorias: Fevereiro 2018
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar