FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Maio 2018
Espetáculo "Cena Morta" da Persona Cia de Teatro



Quando: 25, 26 e 27 de maio, às 20 horas
Onde: Teatro da UFSC – DAC
Endereço: Praça Santos Dumont, 117 - Trindade
Quanto: R$30 inteira e R$15 meia-entrada
Evento no FB: www.facebook.com/events/165560600787249

O espetáculo “Cena Morta” será apresentado no Teatro da UFSC (ao lado da Igrejinha), pela Persona Cia. de Teatro, nos dias 25, 26 e 27 de maio, às 20 horas.

Os ingressos para o espetáculo custam R$ 30,00 a inteira e R$ 15,00 a meia-entrada, e começam a ser vendidos na bilheteria do teatro uma hora antes do início da apresentação da peça.

Escrito e dirigido por Jefferson Bittencourt, “Cena Morta” é o sétimo e o mais recente espetáculo da Persona Cia. de Teatro, de Florianópolis. A Companhia realizou inúmeros projetos de circulação tanto no Brasil quanto no exterior e, em 2016, comemorou 15 anos de história. A apresentação na Universidade integra o Projeto Cena Aberta do Departamento Artístico Cultural (DAC)/SeCArte da UFSC.

Sinopse

“Cena Morta” conta a história de Daiana, uma atriz jovem e inexperiente. Emocionalmente afetada por um episódio trágico, ela decide mudar de cidade e buscar oportunidades para uma nova vida. Ela é recebida e amparada por Julia, que também é atriz, mas tem mais experiência e conhece melhor o meio artístico. Em meio aos desafios desta relação e às dificuldades do mundo da arte, conhecemos outra personagem: a famosa e misteriosa Luiza Fontenelle, uma atriz frustrada com a bajulação e a superficialidade do meio artístico em que vive.

A história é apresentada de maneira metateatral, como num ambiente de ensaio. O público assiste aos bastidores e vê a mecânica da peça enquanto a narrativa mostra as angústias, os percalços e as vaidades que habitam a arte do Teatro. Com influências do diretor americano David Lynch, a peça procura apresentar ao público, do tom cômico ao dramático, uma parábola sobre ‘o mundo ingrato do Teatro’.

Ficha Técnica

Autor/Diretor: Jefferson Bittencourt
Atores: Fernando Kleis, Giselle Kincheski, Juli Nesi e Fabiana Franzosi
Figurinos e objetos: Valéria de Oliveira
Costureira: Lilian Bandeira- Das Moças Ateliê
Maquiagem/Visagismo: Alan Silveira
Fotos: Rebecca Pezzatto
Arte Gráfica: Jefferson Bittencourt
Trilha sonora e iluminação: Jefferson Bittencourt
Produção: Persona Cia de Teatro

Classificação indicativa: 12 anos

Histórico do Grupo

A Persona Cia. de Teatro surgiu em 2001 em Florianópolis (SC). Desenvolve a criação de espetáculos tendo como foco principal a construção cênica através dos atributos que compõem a musicalidade. No repertório constam obras que primam por personagens sensíveis e por um olhar que busca questionamentos mais profundos sobre a existência humana. Os espetáculos vêm recebendo elogios do público e da crítica especializada no Brasil e no exterior.

Em seu repertório, o grupo conta com os seguintes espetáculos:

(2002) – Texto de Rogério Christofoletti, baseado no universo de Franz Kafka, dirigido por Jefferson Bittencourt. Recebeu vários prêmios em festivais de teatro no Brasil.

(2002)- Texto de Christiano de Almeida Scheiner, dirigido por Jefferson Bittencourt.

Castelo de cartas (2004) – Texto de Rogério Christofoletti, dirigido por Jefferson Bittencourt. Foi o único representante brasileiro no XV Festicaribe – Festival Internacional de Teatro Del Caribe – ITI – UNESCO, em Santa Marta, Colômbia, 2004.

Nem mesmo a chuva tem mãos tão pequenas (2006) – Texto baseado em The Glass Menagerie, de Tenessee Williams. Direção de Jefferson Bittencourt.

A Galinha Degolada (2008) – Baseado no conto homônimo do uruguaio Horacio Quiroga, marca o início da parceria com o Teatro em Trâmite. Direção de Jefferson Bittencourt. Realizou vários projetos de circulação, como o Viagem Teatral – SESI (circulação por 17 cidades de São Paulo) e Palco Giratório – SESC (somando 33 apresentações por todas as regiões do Brasil). Foi o único espetáculo brasileiro a participar do CASA – Latin American Theatre Festival, de 17 a 23 de outubro de 2011 em Londres.

Otelo (2014) – A partir da obra homônima de William Shakespeare. Direção de Jefferson Bittencourt. Tradução de Beatriz Viégas-Faria (LPM Pocket). Prêmio Myriam Muniz 2013 e Edital Elisabete Anderle 2013.

Cena Morta (2016) – Estreou em 2016. Espetáculo escrito e dirigido por Jefferson Bittencourt.

Sobre o Diretor

Jefferson Bittencourt é diretor teatral e músico, graduado em Música e mestrando em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Transita na direção entre o teatro, o cinema e a música. É um dos fundadores da Camarim Escola de Arte – localizada no Balneário do Estreito, em Florianópolis –, onde ministra aulas de música e teatro.

No cinema, foi vencedor de diversos prêmios: Inovação Fotográfica pelo Festival do Livre Olhar (‘Flô’), em Porta Alegre; Como prêmio do edital da Cinemateca Catarinense, estreou em 2008 o curta ‘A Mão do Macaco’ – selecionado para o 3º curta cine fantástico de São Paulo e para o FAM (Festival Audiovisual do Marcosul, em Florianópolis); ‘O Travesseiro de Penas’ (sobre conto de Horácio Quiroga) foi o projeto vencedor do VIº Prêmio FUNCINE de Florianópolis.

Na música, é responsável pela direção do grupo Cantus Firmus (criado em 2003), especializado em música medieval e renascentista. Realizou com o grupo o projeto ‘Música da Renascença nas Igrejas’, com patrocínio dos Correios em 6 capitais do País. Realizou a turnê de música erudita do SESI – SP em 2012. Contemplado pelo Edital Elisabete Anderle (em 2013 e 2017), lança o primeiro DVD do grupo, com o nome de “Madrigais de Monteverdi”.

No teatro, entre outros destaques, o espetáculo ‘A Galinha Degolada’, sobre conto de Horácio Quiroga, foi apresentada em diversas cidades do País participando de projetos importantes como o circuito Em Cena Catarina do SESC e do Viagem Teatral, patrocinado pelo SESI – SP. Em 2011 o espetáculo fez parte da programação do Palco Giratório – SESC (turnê nacional) e foi o único representante brasileiro no CASA – Latin American Theatre Festival em Londres.

Desde 2003, Jefferson Bittencourt vem dirigindo inúmeros espetáculos – com destaque na sua trajetória para a direção de monólogos (total de 5). O espetáculo mais recente, “Cena Morta” conta com o texto de sua autoria.

Projeto Cena Aberta

Neste ano, o Projeto está retornando com uma programação mais intensa, que segue até o primeiro semestre de 2019. O Projeto Cena Aberta surgiu da atuação do Departamento Artístico Cultural (DAC), da Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) na área artístico-cultural, junto à comunidade universitária e catarinense, nas últimas três décadas. Inserido no movimento cultural, a programação do Teatro da UFSC participa da agenda cultural de Florianópolis, contribuindo para a formação do público acadêmico e da comunidade. Como um espaço artístico já reconhecido, o Projeto Cena Aberta, coordenado por profissionais de teatro do DAC, vem tornar o Teatro da UFSC um lugar de acesso à comunidade universitária e externa para assistirem a espetáculos teatrais de referência, a preço popular. A comunidade tem acesso à agenda cultural, com uma programação anual, e os grupos teatrais participantes têm seus trabalhos divulgados e valorizados no meio acadêmico e na comunidade externa.
Espetáculo "Cena Morta" da Persona Cia de Teatro


Categorias: Maio 2018
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 20 Setembro 2018 Prefeitura abre 800 vagas em cursos profissionalizantes gratuitos para jovens
até 21 Setembro 2018 Semana da Árvore na UFSC com atividades ecológicas e Cleanup Day 2018
até 24 Setembro 2018 Inscrições para 2,1 mil vagas em cursos gratuitos de qualificação profissional
até 30 Setembro 2018 Aulão Gratuito de Arqueria no Pa-Kua Floripa
até 01 Outubro 2018 Sala Verde UFSC promove atividades gratuitas


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar