FaceBook Twitter Google+
Início » Arquivo » Eventos de Setembro 2018
Concerto de Música da Renascença Francesa "Amores Ilícitos, Batalhas e Belezas" do Cantus Firmus



Quando: 06 Setembro 2018, quinta-feira, às 20 horas
Onde: Teatro do SESC Prainha
Endereço: Travessa Syriaco Atherino, 100 – Centro
Quanto: R$20 inteira e R$10 meia-entrada
Evento no FB: www.facebook.com/events/1962202380509234

O Cantus Firmus - Música Medieval e Renascentista, foi criado sob a direção de Jefferson Bittencourt em Florianópolis, Santa Catarina, em 2003, com o objetivo de suprir a falta de grupos brasileiros especializados no repertório da música antiga e traz aspectos sonoros instigantes para aqueles que pouco conhecem da origem da música ocidental. Hoje, é formado por cinco cantores e seu repertório é uma amostra do que pode ter sido a sonoridade vocal do período medieval e renascentista na Europa.

É formado pelos cantores Marcelo Aguiar (baixo), Eduardo Serafin (tenor), Fernando de Carli (barítono), Francis Persich Covatti (tenor) e Jefferson Bittencourt (tenor/alaúde). Além do trabalho vocal, o grupo se apresenta com instrumentos de percussão e o acompanhamento de um alaúde pré-barroco (cópia de um instrumento original de 1630).

Celebrando os 15 anos de existência, o grupo apresenta o concerto "Amores Ilícitos, Batalhas e Belezas" no dia 6 de setembro, quinta-feira, às 20 horas, no Teatro do Sesc Prainha, em Florianópolis.

A apresentação é toda composta por 'chansons francesas' do séc. XVI. As ‘chansons’ (canções) francesas do Renascimento são caracterizadas pela escrita rebuscada e pelas temáticas de caráter popular. No alto renascimento francês, a canção alcançou um nível extraordinário de requinte poético, graças a compositores como Claudin de Sermisy, Clement Jannequin e Josquin des Prez.

As letras das canções retratam desde poemas em torno do tema do amor impossível até a linguagem de duplo sentido, ao tratar das situações jocosas para com o sexo, como é o caso da chanson Mon Amy de Ninot Le Petit (? - c.1502). Por outro lado, Tourdion de Pierre Attaingnant (c. 1494 –1552), por exemplo, é uma famosa canção de taberna, que festeja o ato de comer e beber, antes dos soldados irem para a guerra.

O concerto do Cantus Firmus propõe ainda uma breve aula de história da música, tanto para leigos, quanto para aqueles que já possuem algum conhecimento na área. Esse aspecto didático é apresentado ao público associando a prática da música aos comentários e explicações sobre as composições daquela época.

A linguagem utilizada nos comentários das peças musicais sempre procura o tom exato entre a informação bem colocada, a clareza e simplicidade nos dados fornecidos ao público, para que o espectador possa desfrutar da performance do grupo com o máximo de sua atenção, sem ser prejudicado por nenhuma complexidade que venha afastá-lo da fruição puramente musical.

O concerto terá o acompanhamento de uma cópia de um instrumento musical da época, próprio para acompanhamento dos cantores: um alaúde pré-barroco. Este instrumento data da época das composições dos madrigais, o chamado período 'maneirista', por volta de 1650 e serve para acompanhar tanto a música renascentista quanto a música do início do período barroco.

O Cantus Firmus

O Cantus Firmus é um grupo especializado na música vocal da Idade Média, do Renascimento e do início do período Barroco, abrangendo um repertório que vai de 1150 até 1650.

O grupo trabalha com cópias de instrumentos utilizados na época (um alaúde Pré-Barroco, de 1644, e flautas Ganassi, de 1550). O estudo da sonoridade, das articulações e da retórica do discurso musical de cada composição procura valorizar aspectos genuínos da escrita antiga. As tessituras são modificadas para favorecer a precisão da afinação proposta pelo período e as vozes procuram um ajuste mais fino com a estética da época.

O repertório do grupo abrange diversas formas e períodos: um conjunto de obras vocais que vai do séc. XII ao séc. XVII (Idade Média, Renascimento e início do período Barroco). Das canções francesas do séc. XVI, passando pelos motetos sacros do séc. XIII, aos villancicos espanhóis do séc. XV, e obras completas como a Missa Brevis de G. P. Palestrina (séc. XVI), o grupo procura estudar cada obra em particular, seu modo de execução na época e tratamento musical.

Os concertos propõem uma íntima ligação entre o passado e o presente, o resgate de sonoridades longínquas unidas às características estéticas e de imaginário do homem contemporâneo. É através de concertos didáticos que o grupo Cantus Firmus se posiciona como conjunto interessado em pesquisar a fundo o repertório da chamada ‘música antiga’, e permitir ao público uma apreciação das peças vocais e instrumentais escritas naqueles períodos com o máximo de autenticidade.

CANTUS FIRMUS

Eduardo Serafin - tenor
Francis Persich Covatti – tenor
Marcelo Aguiar - baixo
Jefferson Bittencourt - contratenor/alaúde
Fernando De Carli - barítono

Assessoria de Palco: Giselle Isabel Kincheski
Produção: Marcilênio Arruda
Preparação vocal: Fernando De Carli
Direção: Jefferson Bittencourt

Concerto de Música da Renascença Francesa "Amores Ilícitos, Batalhas e Belezas" do Cantus Firmus


Categorias: Setembro 2018
Tags: Concerto
Deixe seu comentário!





Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 20 Setembro 2018 EMRB Guitar Summit 2018
até 20 Setembro 2018 Prefeitura abre 800 vagas em cursos profissionalizantes gratuitos para jovens
até 21 Setembro 2018 Semana da Árvore na UFSC com atividades ecológicas e Cleanup Day 2018
até 24 Setembro 2018 Inscrições para 2,1 mil vagas em cursos gratuitos de qualificação profissional
até 30 Setembro 2018 Aulão Gratuito de Arqueria no Pa-Kua Floripa
até 01 Outubro 2018 Sala Verde UFSC promove atividades gratuitas


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar