FaceBook Instagram Twitter


Coronavírus: Florianópolis não vai liberar transporte coletivo mesmo que seja liberado pelo governo estadual



Quando: 13 Maio 2020, quarta-feira
Onde: município de Florianópolis

CORONAVÍRUS - COVID-19


Gean Loureiro, prefeito de Florianópolis, divulgou pronunciamento na tarde desta quarta-feira, 13 de maio, afirmando que a prefeitura não irá permitir a retomada do transporte coletivo no município. A afirmação veio em resposta à sinalização do governador Carlos Moisés em favor da retomada do serviço em todo o Estado.

Também na tarde desta quarta-feira, Moisés se reuniu junto a secretários para discutir o tema. As decisões tomadas durante a reunião devem ser apresentadas na coletiva de imprensa do governador Carlos Moisés (PSL), marcada para as 18h.

A circulação pode ser retomada na próxima segunda-feira (18). Porém, a taxa de isolamento é um fator de preocupação e isso será levado em conta pelos técnicos da saúde estadual.

O Estado já tem em vista um plano sanitário para padrões de comportamento ao utilizar coletivos em Santa Catarina. A possibilidade da volta do transporte coletivo foi anunciada um dia após a Assembleia Legislativa ter aprovado, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), um projeto que determina o transporte público como atividade essencial. Ele será analisado em plenário ainda nesta semana.

Caso o governo libere o transporte, estão em jogo viagens municipais, intermunicipais, interestaduais e internacionais. Os prefeitos podem restringir a circulação de transportes municipais, mas os demais são liberados pelo Governo de Santa Catarina.

“O governo do Estado sinalizou liberar o transporte coletivo em Santa Catarina na semana que vem. Caso o governo realmente tome essa decisão, aqui em Florianópolis nós não iremos liberar.” afirmou Loureiro.

O mandatário alega que as equipes técnicas da Saúde analisam que é muito cedo ainda para liberar o transporte. Isso pode causar um aumento considerável nos contágios por coronavírus (covid-19) na Capital. A suspensão dos coletivos já dura 56 dias na Capital catarinense.

Essa não foi a primeira decisão da Prefeitura de Florianópolis que foi na contramão daquelas tomadas pelo Estado. Dentre elas, a não autorização da retomada dos treinos dos times de futebol da cidade foi também anunciada nesta quarta-feira.

Loureiro também citou um estudo da Fiocruz, que projetou que, caso Florianópolis não tivesse adotado as medidas de restrição, “no momento em que Florianópolis estava com 340 casos e 6 mortes, poderíamos estar com mais de 2 mil casos e 48 mortes”.

Assista vídeo do pronunciamento:

Coronavírus: Florianópolis não vai liberar transporte coletivo mesmo que seja liberado pelo governo estadual


Categorias: Ano 2020
Deixe seu comentário!







Cinema Gratuito
Exposições


Inscrições abertas
até 17 Junho 2020 IFSC abre 1.400 vagas gratuitas em cursos de qualificação a distância
até 17 Junho 2020 Prefeitura de Florianópolis lança plataforma digital com mais de 10 mil vagas em cursos online gratuitos


Curta nossa Fan-page
Siga-nos no Twitter


Buscar